Diário da Região

01/09/2018 - 00h30min

DECORAÇÃO

Toques de luminosidade ganham espaço no contexto de moradia

Iluminação de sacadas e varandas tornou-se ainda mais importante com as novas configurações que esses espaços ganharam no contexto de moradia

Fotos: Divulgação O lustre sobre a mesa do jantar em sacada gourmet projetada pela arquiteta Priscila Tressino
O lustre sobre a mesa do jantar em sacada gourmet projetada pela arquiteta Priscila Tressino

Espaços como varandas e sacadas ganharam novas configurações no contexto contemporâneo de moradia. Justamente por isso, a iluminação tornou-se ainda mais importante para esses ambientes. A partir das particularidades físicas do espaço e de sua destinação no dia a dia de quem vive nele, arquitetos e designers de interiores lançam mão de uma série de soluções para valorizar a decoração e, ao mesmo tempo, garantir conforto e praticidade.

"O planejamento da iluminação vai depender da funcionalidade da sacada ou varanda. Hoje, por exemplo, é comum a reconfiguração desses ambientes como espaço gourmet. Neste caso, a área de trabalho, de preparo do churrasco ou da comida, pede uma iluminação branca. Agora, se sacada ou varanda é um espaço mais contemplativo em um apartamento ou casa, uma área de descanso ou de leitura, a luz deve ser em tom amarelado e um pouco mais indireta", comenta o arquiteto e urbanista Jill Castilho, de Rio Preto.

Segundo a arquiteta Elaine Benedetti, de São Paulo, a cor de lâmpada mais quente é um pouco mais amarelada e a cor mais fria é a branca. "Isso não quer dizer que elas são quentes ou frias, mas, sim, o que proporcionam. Para varandas, gosto de usar cores mais amareladas, pois acredito que fica mais aconchegante, mais parecido com o tempo", diz.

Já a arquiteta paulistana Priscila Tressino destaca que em ambientes externos há sempre exposição à luz natural, ou seja, o sol transmite o que profissionais da construção chamam de "luz quente". "Quando vamos especificar o tipo de lâmpada a ser utilizada nesses ambientes, o ideal é que sejam também com a mesma temperatura de cor. Um lugar se torna mais aconchegante quando a luz é apropriada ao uso, especialmente em se tratando de estar prolongados. Esse tipo de luz perfeita para que as pessoas se sintam bem e permaneçam por longos períodos."

Quando a sacada ou varanda está configurada como espaço gourmet, é preciso garantir que a iluminação seja bem distribuída pelo ambiente, sem sombras e sem ofuscamento onde as pessoas ficarão sentadas. "Caso haja cozinha ou churrasqueira, quem trabalha precisa de luz sobre a área de preparado do alimento", orienta Priscila.

"Normalmente, eu faço o layout, distribuo e vejo o que quero. Depois, vejo o que vou precisar e faço a iluminação. Em uma área que ficará com TV, por exemplo, eu recorro a spots embutidos em menor quantidade porque não precisa ficar muito claro. Isso traz aconchego. A iluminação embutida é bem-vinda porque geralmente esses ambientes contam com forro, amadeirado ou gesso", explica Elaine.

Por outro lado, as arquitetas paulistanas lembram que, no caso das sacadas, as intervenções decorativas devem atender as exigências do regimento do condomínio. "Em edifícios residenciais, normalmente não é permitido mexer muito na iluminação porque a sacada faz parte da fachada. No entanto, depois que o pessoal fecha esse espaço com vidro, ela fica mais 'sua', permitindo colocar coisas de diferentes padrões. Isso depende de cada prédio. É sempre bom consultar o síndico para verificar o que foi formalizado em ata", sinaliza Elaine.

"É preciso submeter o projeto à aprovação do condomínio, pois muitos ainda não permitem grandes intervenções por se tratar de impacto de fachada, ou seja, se todos os moradores modificarem seus espaços, podem prejudicar a harmonia do prédio como um todo", acrescenta Priscila.

Decoração valorizada

Em ambientes externos e abertos, a iluminação também desempenha a função de realçar a decoração, seja um objeto ou uma parede com textura. "Em espaços como sacadas e varandas, são bem vindos objetos como escultura, quadro e até plantas. Para valorizá-los, recorro a uma lâmpada focal como a dicróica, que é excelente para destacar os detalhes. Há ainda a lâmpada Par 20, que tem um foco um pouco maior em relação à dicróica", destaca Jill.

Quando a funcionalidade do ambiente é para o estar, um espaço de leitura por exemplo, o arquiteto de Rio Preto indica o uso de pendentes ou luminárias, que também funcionam como objetos decorativos. 

Outro recurso muito comum é a colocação de um lustre. "Gosto de colocar lustres na área de jantar, e isso ajuda muito na decoração", diz Elaine. "O mercado está repleto de modelos com os mais variados estilos, que atendem aos gostos mais refinados até ao décor mais rústico e despojado", acrescenta Priscila.

A arquiteta paulistana chama a atenção para a valorização da luz natural. "Não podemos esquecer que o sol é nossa principal fonte de iluminação. Ele é quem oferece a luz mais agradável e sem consumir energia elétrica. Durante o dia, o recomendado é equilibrar a luz natural com a luz artificial. E, quando a exposição ao sol for muito intensa - o que pode ocorrer em determinadas horas do dia e em períodos do ano em que o calor também pode atrapalhar, recomendamos o uso de persianas com tela solar. Elas filtram a luminosidade, proporcionando conforto adequado", enfatiza Priscila.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso