Diário da Região

09/08/2018 - 00h30min

Coluna do Diário

PF já monta cerco contra crime eleitoral

Johnny Torres/Arquivo André Kodjaoglanian, delegado-chefe da PF, vai atuar em parceria com Ministério Público e Justiça
André Kodjaoglanian, delegado-chefe da PF, vai atuar em parceria com Ministério Público e Justiça

A Polícia Federal (PF) de Rio Preto já definiu sua estratégia para combater crimes durante o período eleitoral deste ano. O foco será apurar esquemas de compra de votos, conforme disse o delegado-chefe, André Previato Kodjaoglanian, nesta quarta-feira, 8. "Já fizemos o planejamento operacional", afirmou.

A corporação promete acompanhar de perto as eleições na região, principalmente após as ocorrências e casos registrados na eleição de 2016. "Toda denúncia que chegar até nós serão apuradas, especialmente aquelas que envolverem compra de votos", afirmou o delegado.

Em outubro serão eleitos o presidente da República, o governador, dois senadores - no Estado de São Paulo - e deputados estadual e federal. A campanha ganha as ruas no dia 16 e o 1º turno ocorre no dia 7 de outubro. Uma fiscalização rígida tem como principal objetivo garantir o equilíbrio na disputa entre os candidatos em todo o País.

Com base nos resultados das investigações feitas na última eleição municipal, os agentes federais vão apurar as denúncias feitas por eleitores. Em Rio Preto, foram identificados casos de distribuição de combustíveis a eleitores, assim como de carne, diversos presentes, entre outros. Os processos ainda tramitam na Justiça Eleitoral.

De acordo com André, essas investigações serão prioritárias em parceria com o Ministério Público e a Justiça Eleitoral. "A nossa atenção é total para as eleições", afirmou o delegado-chefe da PF em Rio Preto.

 

Na rede

Trocou a loira

Ainda repercutiu nas redes sociais nesta quarta-feira, 8, a gafe cometida pelo candidato a presidente pelo PSDB, Geraldo Alckmin, que se referiu à mulher do apresentador Luciano Huck como sendo "Eliana". Na verdade, é a apresentadora Angélica. "Pra quem confundiu golpe com impeachment, não me surpreende confundir Angélica com Eliana, né, Alckmin?", questionou a deputada federal Manuela D'ávila no Twitter.

<iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/qRYzgiMUA50" frameborder="0" allow="autoplay; encrypted-media" allowfullscreen></iframe>

Alvos do MBL

Na sua página no Facebook, o MBL (Movimento Brasil Livre) de Rio Preto publicou as fotos dos vereadores Marco Rillo (PT) e Renato Pupo (PSD), que votaram contra a derrubada do veto do prefeito Edinho Araújo (MDB) ao projeto de lei que cria o seguro anticorrupção para obras em Rio Preto. A proposta de Jean Dornelas será promulgada pela Câmara.

PT insiste

Vídeo divulgado pelo PT no Facebook convoca militantes do partido para o registro da candidatura do ex-presidente Lula no dia 15 de agosto, no TSE, em Brasília. Em nenhum momento, no entanto, o partido admite que ele está inelegível. Lula está preso pelo crime de corrupção, condenado no caso do Tríplex do Guarujá.

<iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/CR94a-Q_blA" frameborder="0" allow="autoplay; encrypted-media" allowfullscreen></iframe>

 

Notas

Cadê a emenda?

A vereadora Claudia De Giuli (PMB) protocolou requerimento com pedido de informações ao governo do Estado sobre suposta emenda parlamentar do deputado estadual Feliciano Filho (PRP) no valor de R$ 100 mil para Rio Preto. Ela disse que a verba foi prometida ao prefeito Edinho por assessores do parlamentar para a castração de animais na região norte da cidade.

Encontro

Ex-ministro dos Esportes Orlando Silva desembarca em Rio Preto no próximo sábado, 11, para conversar com a militância do PC do B. O evento está marcado para o hotel Globo Rio, as 8h30.

 

Governo analisa ação contra lei de seguro

A Prefeitura de Rio Preto analisa ingressar com ação de inconstitucionalidade contra norma que prevê contratação de seguro para obras ou serviços contratados pelo município, em valores acima de R$ 650 mil. Nesta terça-feira, 7, a Câmara derrubou veto do prefeito Edinho Araújo (MDB) contra o projeto de Jean Dornelas (PRB), que classifica a proposta como "SAC (Seguro anticorrupção". Oficialmente, o governo informa que "ainda não há decisão" sobre o assunto, mas integrantes da Prefeitura aguardam a promulgação da lei para acionar o Tribunal de Justiça. A exigência de seguro de 100% dos serviços é considerada por integrantes da Prefeitura como afronta à lei de licitações e ao governo federal, que regula as licitações.

Curtas

Mara Sousa 22/3/2018 Sessao na Camara - protesto servidores  - Marinho das Bombas
Sessao na Camara - protesto servidores - Marinho das Bombas

Só 25% - O ex-presidente da Emurb Alex Carvalho afirmou que negociou a compra de 25% de lotérica em Mirassol em 2017. Ele disse que faz a administração do negócio que foi instalado no município vizinho a Rio Preto há cerca de 27 anos. "Tudo feito com a aprovação da Caixa Econômica Federal", disse Alex, que não vê nenhum motivo para seu nome ser vinculado à CPI da Emurb. "Na minha época, a empresa só teve lucro".

Vem mais - Na esteira da onda de projetos que pipocam na Câmara para desconto de IPTU, o vereador José Carlos Marinho (foto), do PSB, afirma que pretende propor descontos para quem mora em locais onde passam ônibus e até perto do aeroporto. Não se sabe ainda se é troça do vereador ou se irá ocorrer isso de fato. Caso os projetos sejam apresentados, o secretário da Fazenda, Angelo Bevilaqua, irá perder noites de sono.

Demitido - A Prefeitura de Rio Preto demitiu médico que prestava serviço para rede municipal de saúde por acúmulo irregular de cargos. Segundo a apuração, o médico Roney Gorayb tem vínculo com outros dois órgãos públicos, em cidades diferentes e não comunicou isso à Prefeitura de Rio Preto. A determinação foi publicada no Diário Oficial do município nesta quarta-feira, 8.

Fim da greve - Professores da rede municipal de ensino de Guapiaçu decidiram suspender a greve depois de assembleia realizada na noite desta terça-feira, 7. Os professores entraram em greve na semana passada e cobram reajuste salarial de até 12%. O município argumenta que não pode conceder esse aumento, mas professores esperam manter diálogo com o governo para chegar a consenso.

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso