Diário da Região

05/08/2018 - 13h40min

O GRANDE DIA

Casal vende empadas para realizar o sonho de casar

Já pensou perder o emprego a poucos meses do casamento? Isso aconteceu com esse casal, mas eles não desistiram do sonho

Arquivo pessoal Casal vende empadas para juntar dinheiro e realizar o sonho de casar
Casal vende empadas para juntar dinheiro e realizar o sonho de casar

Subir ao altar é o sonho de muitos casais. Para a estudante de mestrado Nathalia Pereira de Souza, 22 anos, e o noivo Vinícius Henrique Martins, 31 anos, juntos há quase quatro anos, não é diferente. Mas compartilhar esse momento com familiares e amigos não é nada barato. Salão, buffet, decoração, vestido da noiva, a lista é enorme e tudo pesa no bolso do casal, ainda mais se um deles perde o emprego meses antes da tão esperada data. E foi o que aconteceu com Vinícius.

Formado em educação física Vinícius dava aulas para crianças em uma escolinha de futebol, mas no começo do ano foi demitido. No entanto, mesmo com as dificuldades financeiras, desistir ou adiar o casamento nunca esteve nos planos do casal. “Deu uma certa preocupação e até um desespero, mas já tinha muita coisa do casamento que estava paga, então resolvemos confiar em Deus e seguir nosso sonho”, conta Nathalia.

Com boletos para pagar e sem emprego Vinícius teve a ideia de fazer e vender empadas para ajudar no orçamento e, assim, terminar de pagar as contas do casamento. E quem foi para a cozinha colocar a mão na massa foi ele mesmo. “Desde pequeno eu via minha mãe fazendo salgados para vender e eu fui aprendendo. Agora que surgiu a oportunidade eu não pensei duas vezes, é uma maneira de juntar dinheiro”, conta o noivo.

Enquanto Vinícius fica encarregado de fazer as empadas, Nathalia é responsável pela divulgação e venda dos salgados. Inicialmente eles eram oferecidos apenas para familiares e amigos, mas logo o negócio tomou forma e foi expandido. Estudante da Unesp ela passou a oferecer para os demais alunos e também nas redes sociais. “A aceitação foi bem legal, quando as pessoas vêm que a renda é para ajudar no nosso casamento elas acabam comprando mais”, conta a estudante e noiva.

Os salgados são vendidos em bandejas com 20 unidades, pelo valor de R$ 20 ou em quantidades maiores sob encomenda. A pouco mais de um mês para o “grande dia” a expectativa do casal é arrecadar cerca de R$ 10 mil até a data do casamento: 22 de setembro.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso