Diário da Região

09/08/2018 - 00h30min

Sonegação fiscal

Empresas são alvos de operação

Foram cumpridos mandados de busca e apreensão nas cidades de Rio Preto, Paranapuã, Jales, Ouroeste, Cosmorama e Três Fronteiras.

Oito empresas da região de Rio Preto foram alvo de mandados de busca e apreensão em uma megaoperação policial nesta quarta-feira, 8. Elas estão sendo investigadas pelo Ministério Público por suspeita de envolvimento em esquema de sonegação de R$ 44 milhões em recolhimento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) aos cofres do governo estadual do Mato Grosso do Sul. Os nomes das empresas não foram divulgados pela Justiça.

Promotores de Justiça, inclusive do Grupo Especializado de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Rio Preto, acompanhados de policiais militares, cumpriram os mandados em Rio Preto, Paranapuã, Jales, Ouroeste, Cosmorama e Três Fronteiras. Nestas cidades funcionam empresas de comercialização de soja, suspeitas de emitir notas frias para burlar o fisco.

A chamada Operação Grãos de Ouro iniciou em 2016 a partir de uma investigação do Gaeco do Mato Grosso do Sul sobre a suspeita de que produtores de soja participariam de um esquema de sonegação em parceria com empresários paulistas do ramo de comercialização de grãos. Foram cumpridos mandados de busca e apreensão e também de prisão preventiva naquele estado e em São Paulo, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul e no Mato Grosso.

De acordo com a coordenadora do Gaeco do Mato Grosso do Sul, Cristiane Mourão, orientados pelos agricultores fornecedores e pelos empresários, os caminhoneiros que transportavam a soja trocavam as notas fiscais durante o trajeto, com valores falsos de recolhimento de impostos.

Também estão sendo investigados os fiscais do MS que faziam parte do esquema e deixavam de checar os dados das notas fiscais dos caminhoneiros envolvidos no esquema.

Todo o material recolhido nas empresas da região de Rio Preto foram enviados para o Gaeco de Mato Grosso do Sul e vão passar por análise.

Preventivamente, foi solicitado pela Justiça o sequestro dos bens dos suspeitos envolvidos no esquema para garantir futura ação de reparação de dano sofrido aos cofres públicos.

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso