Diário da Região

05/08/2018 - 00h30min

MARANHÃO

As águas vão rolar

Rios, cachoeiras e grutas estão entre as estrelas do roteiro pela Chapada das Mesas, no Maranhão

Eduardo Vessoni/Agência O Globo Paleta: todas as cores do pôr do sol no Rio Tocantins
Paleta: todas as cores do pôr do sol no Rio Tocantins

No sudoeste do estado, bem longe de cenários mais populares do turismo regional, a Chapada das Mesas é o Maranhão em estado bruto. É o Brasil sem ser lapidado, nem disfarçado com maquiagem. É do jeito que se vê, sem se apegar ao bistrô descoladinho, ao hotel de charme ou às terapias alternativas. O turismo por ali acontece do lado de fora. E isso não é pouca coisa.

A região, formada por dez municípios, entre eles Carolina, Imperatriz e Riachão, é endereço de um dos pontos de preservação mais desconhecidos do Brasil. O Parque Nacional da Chapada das Mesas, criado em 2005, protege cerca de 160 mil hectares, numa área de transição entre o cerrado, a caatinga e, vejam só, a Amazônia, em pleno Nordeste.

Paraíso perdido

O nome da região, que tem a cidade de Carolina como base, vem dos platôs em forma de mesa que quebram a monotonia das imensas áreas verdes, recortadas por rochas de arenito com milhares de anos.

Sem plano de manejo ainda definido e um processo de desapropriação que se arrasta por anos, o parque ainda não conta com estrutura turística e recebe visitantes com apenas duas atrações, com entradas de R$ 15 cada. Ambas já seriam suficientes para justificar a viagem até uma região tão isolada das principais capitais nordestinas.

A primeira é a Cachoeira do Prata, um conjunto de quedas d'água de até 18 metros que se dividem na ilha no alto do Rio Farinha e que caem sobre poções pedregosos que nem sempre convidam para banhos. Uma trilha curta de 250 metros conecta os setores superior e inferior daquelas águas violentas.

Na vizinha Cachoeira São Romão, uma queda potente de 25 metros de altura forma uma imensa piscina de águas mansas para banho. Dá para alugar caiaque (a partir de R$ 10) para navegação ou apenas ficar estirado na prainha de areia ao longo do Rio Farinha.

Para admirar uma chapada ainda pouco explorada, guias mais experientes costumam levar visitantes na parte posterior da São Romão, seguindo por rotas alternativas, em trilha até a parte traseira da cachoeira.

Nesse momento, a Chapada das Mesas prova, sob outra perspectiva, por que ficou conhecida como Paraíso das Águas e é um dos destinos turísticos mais exclusivos do Brasil. É como ver a chuva cair constante sobre um rio estreito, rodeado por rochas vulcânicas, esculpidas pelas águas.

Entrou areia

Leonardus Amorim Borges, secretário de Turismo e Cultura de Carolina, explica que são mais de 400 nascentes catalogadas, tanto na área do parque nacional quanto no entorno: "Tudo isso associado a 22 rios perenes, que formam uma região riquíssima em cachoeiras e cânions para visitações." É muita água. Mas muita areia também.

A 83 quilômetros de Carolina, 53 deles em caminhos off-road, o Parque Nacional da Chapada das Mesas só deve ser visitado com carros 4x4, não somente pela tração nas rodas, mas também por conta da altura do veículo para vencer trechos irregulares de areia, como avisa o guia Oziel Silva Gomes.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso