Diário da Região

    • -
    • máx min
05/07/2018 - 22h39min

Cartas do Leitor

Acessibilidade

Prezados senhores, em vossa matéria do dia 05/07, publicaram sobre omissão na obra do viaduto zona norte quanto à falta de rampas e calçadas, impossibilitando assim os pedestres, pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida de transitar com a devida segurança naquele local. Mas não só nesta obra tem falhas. As obras antienchente na avenida Bady Bassitt também não possuem rampas.

Estão péssimas as calçadas, principalmente no canteiro central. A construtora e seus engenheiros não realizam projetos pensando nessas pessoas, eles criam projetos mais baratos para ganhar as concorrências, e os responsáveis pela aprovação também são leigos e coniventes.

Elizio Berti, Rio Preto.

Descaso

É muito grave o que estamos passando. São pessoas incompetentes que estão na gestão desses projetos. Não há fiscalização e se há, fazem vista grossa porque são pagos pra isso. São pessoas onde a única preocupação é o dinheiro que irão levar, apenas isso. A elevação da calçada nas avenidas está sendo feita nas coxas, assim como essa perfumaria que estão fazendo, fingindo que estão recapeando as ruas e avenidas. Digo isso porque verifiquei em vários pontos.

Em relação às calçadas que estão sendo feitas, como não há rejunte, as lajotinhas estão soltando, isso na avenida Philadelpho e na rua Bernardino de Campos. Nas várias empresas que visitei, todos reclamaram e todos concordaram que esse trabalho está sendo mal feito de propósito, como tudo que fazem. Isso para que estrague rápido e logo a empreiteira estará novamente fazendo o trabalho e levando mais grana com isso. Não há fiscalização por parte de quem contrata, claro que não, pois todos levam o seu com isso, quem perde somos nós e a cidade. Esses gastos excessivos deveriam sem melhor empregados.

Silvio Roberto Morales, via portal do Diário, Rio Preto.

Ipiguá

Por 6x3 votos, a Câmara dos vereadores de Ipiguá rejeita denúncia contra o prefeito Emílio Pazzianoto, acusado de infração  política administrativa. Acusação esta, referente à contratação de uma empresa  pela prefeitura, que presta serviços médicos de forma complementar para atuação  nas Unidades de Saúde de Ipiguá, e que foi considerada ilegal e irregular a sua contratação gerando prejuízos, segundo consta nos autos da sentença do  Tribunal de Contas.

Com a decisão os vereadores livraram o prefeito de responder a um processo  na Câmara Municipal, que poderia levar a cassação de mandato do Executivo. O povo está refém de políticos que governam por interesses próprios, e desta forma os valores éticos e morais vão ficando em segundo plano, e quem perde com isso é a própria comunidade, pois mais uma vez a transparência foi jogada no lixo da impunidade.

A maioria dos vereadores que foram eleitos para defender os direitos dos cidadãos, na prática acaba omitindo aos interesses coletivos para se submeter ao interesse apenas do Executivo Municipal. Espero que isto não fique impune e o MP (Ministério Publico) possa tomar as providências cabíveis para averiguação desta suposta irregularidade administrativa.

Alfredo Vinci, Ipiguá.

Trânsito

Ainda bem que não tenho gastrite nervosa e nem sou muito ansiosa. Porque nesta quarta-feira, dia 4, nas primeiras horas do dia, quase tive uma manhã de fúria no trânsito de Rio Preto em razão do caos que eu e dezenas de motoristas enfrentamos na avenida Alberto Andaló. Foi terrível. Meu calvário teve início no cruzamento da rua Marechal Deodoro com a Andaló, onde o trânsito parou e ninguém conseguia sair do lugar. A mobilidade urbana funcionou para a faixa destinada aos coletivos e alguns espertinhos que, burlando a lei, trafegavam por ela.

Não havia guardas municipais e nem militares para orientar e auxiliar na fluidez do trânsito e todos ali, perdendo a hora para chegar aos seus compromissos. Foram 45 minutos para percorrer o cruzamento da Marechal Deodoro até a marginal da José Munia, na altura do Walmart. E o caos não parou por ali, pois ao chegar no cruzamento com a avenida Benedito Rodrigues Lisboa, todos os semáforos estavam inoperantes.

Me senti como o famoso corredor de Fórmula 1, o inesquecível Ayrton Senna, para conseguir chegar a tempo para a minha consulta médica no Incor. O que é que está acontecendo com esta administração que não consegue resolver os problemas surgidos no dia a dia, com a implantação e os ajustes da mobilidade urbana? E onde está a Guarda Municipal?

Mirian L. R. Marim, Rio Preto.

Escolhas

Nossas escolhas determinam nossos caminhos e consequências, com isso pode-se dizer que se escolher certo estará bem e terá boas consequências e que o contrário também é verdadeiro: se a escolha for errada, sofrerá as dores de tais escolhas e o pior, a família sofre também.

Diante das consequências da escolha errada, o povo ora, pede, clama, jejua, luta, expulsa, enfim, faz de tudo a fim de que aquilo pare e ou passe logo, pois a dor e o sofrimento afligem a vida delas e com o passar do tempo consegue se livrar de tais situações, seja o que for, divida, doença, relacionamento, jugo, etc.

Observe, avalie, pondere suas decisões, veja se o que está sendo proposto é o melhor para você e sua família, analise o que isso pode lhe acarretar no seu futuro e de sua família, aí tome a decisão.

Que sua decisão seja de ser livre de corpo, alma e espírito, leve para poder caminhar de forma mais fácil. Não fique escravizado em certas situações que não estão lhe fazendo bem ou trazendo benefícios, não se deixe levar por aparências e ou elogios, mas sim pela razão, avalie você mesmo e veja se seus comportamentos e atitudes estão sendo de escravo ou de livre.

Aparecido Donisete, Rio Preto.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso