Diário da Região

    • -
    • máx min
09/07/2018 - 19h58min

Artigo

Trabalho e os municípios

Arquivo Hipólito Martins Filho
Hipólito Martins Filho

A crise econômica trouxe e continua trazendo problemas não só para as empresas, mas também para os municípios brasileiros, principalmente nas regiões Norte e Nordeste. A vida acontece nos municípios e não no Estado e União. Mais um motivo para a descentralização dos impostos. Quem está em sua cidade consegue ver melhor suas necessidades e certamente vai atender interesses somente de seus moradores e das cidades próximas que precisam de seus serviços.

O desemprego - o primeiro subproduto da crise - vem reduzindo de forma drástica a renda destes trabalhadores, jogando para baixo a qualidade de vida desses municípios e tirando qualquer possibilidade de crescimento sustentável, além de provocar desordens profundas no mercado de trabalho das mais de 5 mil prefeituras brasileiras.

Dados da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) mostram que, durante a crise, caiu mais da metade o número de cidades desenvolvidas do ponto de vista do emprego e da renda. Em 2013 eram 1.761 cidades com desenvolvimento alto ou moderado, número que caiu para 825 em 2016.

Nem o processo de interiorização do crescimento econômico vem amenizando essa grave questão. Entre 2013 e 2015, o indicador de emprego e renda caiu mais de 20%, segundo a Firjan.

O que leva a reflexões importantes é que mesmo mantida a melhor média de crescimento da série histórica de 1,5%, que ocorreu entre 2009 e 2012, o indicador só voltará ao nível atingido em 2013 em 2027. Isso representa mais de uma década perdida para o mercado de trabalho formal dos municípios brasileiros, ou seja, uma bomba relógio que explodirá em algum momento.

As estatísticas mostram que em três anos de crise foram perdidos mais de três milhões de empregos formais, o que atingiu diretamente esses municípios. O Estado de São Paulo, por suas características econômicas, foi o mais atingido. Foi o que teve mais cidades no grupo de desenvolvimento moderado em emprego e renda, num total de 190 municípios, seguido por Minas Gerais, com 176. Na distribuição regional das 500 cidades menos desenvolvidas, as regiões Norte e Nordeste se destacam, enquanto na lista dos mais desenvolvidos, a maioria está no Sul e Sudeste.

Preocupa o fato de que as pessoas estão deixando de procurar emprego não por não serem qualificadas ou mesmo terem alguém que possa prover o sustento da família, mas sim por desalento.

A desaceleração da economia é nítida, tanto no setor industrial como no de serviços, essenciais para geração de empregos. E para recuperarmos e retornarmos ao nível de postos com carteira assinada registrado nos melhores momentos precisamos crescer dois anos de forma consistente, entre 3% e 4% ao ano e isso não vai acontecer em 2018 e 2019.

Lamentavelmente, o emprego informal prevalecerá. Nota-se que a renda do trabalhador permaneceu estagnada nos últimos anos, o que reflete no consumo das famílias e na recuperação da economia. Os municípios não podem ficar à sombra da União. Que cidade você quer para viver?

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso