Diário da Região

    • -
    • máx min
07/07/2018 - 00h30min

Artigo

Tartarugas e probabilidades

O inegável potencial das tirinhas, de fácil aceitação por parte dos jovens, como instrumento mediador

De leitor compulsivo de revistas em quadrinhos, ao longo de minha adolescência, passei a leitor aficionado pelas tirinhas cômicas, gênero há muito presente na mídia com o fim de levar diversão e entretenimento às pessoas. Confesso-me, porém, um leitor exigente. Educador durante toda minha vida profissional, aprendi a valorizar autores capazes de contextualizar temas de interesse social, que vão além do puro divertimento, estimulando a imaginação e o raciocínio dos leitores. É o que desejo enfatizar neste texto.

De fato, essas tirinhas, de fácil aceitação por parte dos jovens, têm inegável potencial como instrumento mediador da relação ensino-aprendizagem, podendo ser exploradas com significação e até com certa profundidade científica nas avaliações de compreensão e interpretação de textos em sala de aula. (O que as torna preconizadas por diferentes referenciais curriculares, a exemplo da recém-aprovada Base Nacional Comum Curricular do MEC.)

Aliás, este é um dos motivos que levam ao emprego das tirinhas de humor (e de outros textos da linguagem visual, como cartuns, charges, caricaturas, logotipos e cartazes) em provas de concursos públicos e exames vestibulares. Caso do Enem, que já na sua segunda edição (1999) utilizava as tirinhas de dois consagrados artistas: o brasileiro Henfil, falecido em 1988, pioneiro no país da moderna charge política, e o argentino Quino, criador das tiras da personagem Mafalda, mundialmente conhecida. (A tirinha de Henfil ilustrava a proposta de redação "Cidadania e participação social".) A verdade é que seu uso é mais frequente do que se imagina como revelam os vestibulares de instituições como Unesp, Unicamp e USP,que se valem do poder de comunicação e da apurada perspicácia de autores nacionais e estrangeiros.

Para concluir, recorro a uma tirinha recente do cartunista brasileiro Fernando Gonsales, criador da tirinha "Níquel Náusea" (publicada semanalmente pela Folha de S. Paulo), com o objetivo de enfatizar a maneira inteligente e bem pensada com que ele contextualiza - com graça e leveza - um importante tema da matemática, a teoria das probabilidades.

No primeiro quadrinho vem uma informação: "as tartarugas marinhas têm 0,2% de chances de chegar à vida adulta!". Em seguida aparecem duas tartaruguinhas, recém-nascidas, arrastando-se apressadas pela areia da praia em direção ao mar, mantendo um curioso diálogo: "Oba! 0,2% de chance! Vamos nessa!", diz uma delas. "Só isso? Nem vou!", dizia outra. Nisso, aparece um pelicano predador abocanhando a tartaruguinha pessimista que, no bico da ave, se manifesta conformada: "Eu já sabia!". Enquanto isso a otimista, alcançando a água do mar, não contém a alegria: "Oba!".

Então, arrematando a tirinha, o autor registra o seguinte e genial comentário: "Tartaruguinhas ruins de matemática têm mais chances!".

Como negar o extraordinário poder de comunicação das tirinhas, especialmente diante de artistas com um domínio assim tão admirável do chamado humor gráfico?

Eurípides A. Silva, Mestre e doutor em Matemática pela USP, aposentado pelo Ibilce/Unesp; Rio Preto.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso