Diário da Região

    • -
    • máx min
10/07/2018 - 00h30min

PRESTÍGIO EM BAIXA

presidente da CBF garante que vai ficar no cargo até 2019

Rafael Ribeiro/CBF Coronel Nunes pode ser punido pela Conmebol em agosto
Coronel Nunes pode ser punido pela Conmebol em agosto

Sou o presidente de fato e de direito da CBF. Essa declaração é do coronel Antônio Nunes que, em teoria, comanda uma das maiores entidades do futebol no mundo, apesar de seu isolamento. Em seu último dia na Rússia, depois de um mês no país da Copa do Mundo, o dirigente comentou ao jornal O Estado de S.Paulo a sua situação, da seleção brasileira e mesmo da Copa América. Em suas declarações, deixou claro que não pretende abrir mão do cargo.

"Meu mandato termina em 19 de abril de 2019 e então passaremos para o Rogério (Caboclo)", disse. Em sua avaliação, não há nada de errado na forma pela qual assumiu a presidência da entidade. "Os estatutos foram respeitados", avisou.

Coronel Nunes assumiu o cargo depois que Marco Polo Del Nero foi afastado do futebol, por corrupção. Antes da queda, porém, ele manobrou para colocar Nunes no cargo de vice-presidente e, por sua idade, atender ao critério de ser o sucessor.

Presidente da Federação Paraense de Futebol por seis mandatos e coronel da reserva da Polícia Militar do Pará, Antônio Nunes é também investigado pelo Ministério Público daquele Estado pela sua atuação como presidente da entidade estadual. Em 2011, 2012 e 2013, ela recebeu quase R$ 3,5 milhões de verba pública. Os promotores querem saber como foi gasto esse dinheiro.

Hospedado no luxuoso Hotel Ukraina, seu quarto tem um preço de tabela de US$ 700 por dia. No total, sua estadia teria custado mais de R$ 55 mil. Coronel Nunes ainda insistiu que Tite fez um "excelente trabalho" e que não haveria motivo para encerrar a sua participação como treinador da seleção. "Se a bola entra no final do jogo contra a Bélgica, o Brasil teria virado na prorrogação. Mas os deuses do futebol não estavam de nosso lado", lamentou.

O dirigente admitiu a sua "tristeza" diante do resultado. Mas aposta em uma conquista do Brasil na Copa América, em 2019. "Em casa, temos de ganhar", disse, lembrando que também faz parte do Comitê Organizador do evento. Apesar de suas certezas, coronel Nunes terá o seu destino debatido já no próximo mês. Alvo de controvérsias durante a Copa do Mundo, ele será o foco da próxima reunião do Conselho da Conmebol, em agosto.

A entidade sul-americana e os demais presidentes da região querem avaliar uma punição contra o brasileiro, depois de ele ter rompido acordo do bloco continental no que se refere ao voto para a escolha da sede da Copa do Mundo de 2026. Mas ainda pesa sobre ele as suas declarações dadas à reportagem, acusando a Conmebol de ter imposto um "voto de cabresto", o que a entidade nega.

Uma punição na Conmebol, porém, poderá reabrir o debate sobre a sua permanência na CBF. Nos bastidores, federações estaduais já estudam a possibilidade de formar um colegiado, exigir o seu afastamento e pedir novas eleições.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso