Diário da Região

    • -
    • máx min
07/07/2018 - 00h30min

VITÓRIA DA REBELDIA

Confira notas dos jogadores e análise da derrota da Seleção

Com vacilos de Fernandinho e apatia de Neymar e Gabriel Jesus, Brasil sucumbe diante da Bélgica

Ale Cabral/Folhapress 6/7/2018 Belgas fizeram o que quiseram com a defesa brasileira no primeiro tempo e vão à semifinal contra a França
Belgas fizeram o que quiseram com a defesa brasileira no primeiro tempo e vão à semifinal contra a França

A "rebeldia tática" venceu o equilíbrio. A Bélgica eliminou o Brasil da Copa da Rússia ao vencer por 2 a 1 nesta sexta-feira, 6, em Kazan, pelas quartas de final. Os gols da vitória belga foram marcados ainda no primeiro tempo por Fernandinho, contra, e De Bruyne. A derrota poderia ser maior e tinha pinta de 7 a 1, placar da vergonhosa derrota para a Alemanha

O trio belga formado por Lukaku, Hazard e De Bruyne fez o que quis no primeiro tempo com a defesa brasileira, que havia tomado apenas um gol no Mundial.

Antes do início do Mundial, a equipe de Tite fez a melhor campanha pré-Copa desde o Brasil de 1970.

Substituto de Casemiro, o volante Fernandinho falhou nos dois gols. No primeiro, ele cabeceou a bola para dentro do gol de Alisson. No segundo, ele perdeu a disputa com Lukaku, que deu uma arrancada para o belo segundo gol.

Neymar deixa o Mundial também sem encartar. Ele marcou apenas dois gols e foi criticado por adversário por encenar faltas. Gabriel Jesus fez uma Copa pífia. Ele não balançou a rede.

A Seleção se despede da Copa sem ter conseguido convencer. Nas cinco partidas, o time apresentou um futebol sem criatividade e previsível.

Na próxima terça, a Bélgica decide contra a França, em São Petersburgo, uma das semifinais. Roberto Martínez, que gosta de se definir como "um rebelde tático", manteve a invencibilidade no comando da equipe. Ele assumiu em 2016 na mesma época que Tite aceitou o convite da CBF.

Adepto do chamado "equilíbrio" tático, Tite não fez o time funcionar. Em Kazan, a Seleção, que errou muitos passes, estava perdida em campo no primeiro tempo. No final, a equipe reagiu, mas na vontade do que no bom futebol.

Apesar do vexame desta sexta, o Brasil começou melhor. Mas a Bélgica abriu o placar. Aos 13, Fernandinho tentou tirar uma cobrança de escanteio de De Bruyne e colocou a bola para dentro do gol defendido por Alisson. Em desvantagem, o Brasil sentiu a pressão. A equipe se lançou ao ataque de forma desorganizada. Os belgas ficaram ainda mais perigosos. Eles saíam em velocidade para o contra ataque. Numa dessas, aos 31, De Bruyne fez o segundo. Na volta do intervalo, a Seleção mudou. Tite colocou Roberto Firmino no lugar do apático Willian. A Seleção começou a gostar do jogo. Precisando da vitória, Tite abriu o jogo. Aos 26, ele colocou Renato Augusto no lugar de Fernandinho. O gol saiu logo depois. Aos 30, Renato Augusto aproveitou o cruzamento de Coutinho e fez de cabeça. A partir daí, o Brasil pressionava os belgas e tornou o final dramático.

 

Ficha técnica

BRASIL - 1

Alisson; Fagner, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Fernandinho, Paulinho (Renato Augusto) e Philippe Coutinho; Willian (Firmino), Neymar e Gabriel Jesus (Douglas Costa). Técnico: Tite.

BÉLGICA - 2

Courtois; Alderweireld, Kompany e Vertonghen; Meunier, Witsel, Fellaini e Chadli (Vermaelen); De Bruyne, Hazard e Lukaku (Tielemans). Técnico: Roberto Martinez.

Árbitro: Milorad Mazic (Sérvia). Gols: Fernandinho (contra), aos 13, e De Bruyne, aos 30 minutos do primeiro tempo; Renato Augusto, aos 31 minutos do segundo tempo. Público: 42.873 torcedores. Local: Arena Kazan, em Kazan, nesta sexta-feira, 6.

Atuações

Alisson - 5,5
Não falhou nos gols, e fez algumas defesas importantes. Mas não passa confiança
Fagner - 5,5
Teve a missão de marcar Hazard e foi relativamente bem. Mas não conseguiu aparecer chegar ao ataque
Thiago Silva - 6,0
Não teve culpa nos gols, mas poderia ter marcado para o Brasil quando o jogo estava 0 a 0
Miranda - 6,0
Foi firme contra Lukaku, apesar de menor e mais magro, e ganhou muitas divididas
Marcelo - 5,0
Longe de ser o jogador que encanta o mundo pelo Real Madrid. Parece ter sentido o ritmo do jogo
Fernandinho - 3,0
Fez um gol contra e teve duas chances de parar Lukaku com falta no segundo gol belga e não o fez. Casemiro deixou saudade
Paulinho - 4,0
Apagado. Teve duas chances de gol e não aproveitou. Também poderia ter feito falta em Lukaku no segundo gol
Willian - 4,5
Tirando o jogo contra o México, Copa ruim. Foi substituído no intervalo
Philippe Coutinho - 5,5
Atuação bem abaixo em comparação aos outros jogos. Ainda assim, deu o passe para o gol brasileiro
Neymar - 4,5
Não conseguiu conduzir o Brasil tecnicamente. Perdeu muitas bolas e fez escolhas erradas por várias vezes
Gabriel Jesus - 4,0
Outra atuação ruim em uma Copa horrível. Poderia até ter saído no intervalo, mas Tite insistiu com ele
Roberto Firmino - 5,0
Deu mais poder de fogo ao Brasil, mas não conseguiu passar por Courtois. Merecia mais chances no Mundial
Douglas Costa - 6,0
A lesão prejudicou seu rendimento na Copa. Se estivesse bem, deveria ser titular
Renato Augusto - 6,0
Fez o gol brasileiro, mas errou passes e desperdiçou grande chance de empatar

Fernandinho repete falhas

Ricardo Nogueira/Folhapress 6/7/2018 Fernandinho no chão durante a derrota brasileira em Kazan
Fernandinho no chão durante a derrota brasileira em Kazan

Remanescente do 7 a 1 em campo ao lado de Marcelo, Paulinho e Willian, Fernandinho viveu noite -tarde no Brasil- desastrosa na Rússia nesta sexta. Se em 2014, contra a Alemanha, o volante errou em um dos gols e foi substituído ainda no intervalo, desta vez, contra a Bélgica, ele falhou nos dois da derrota por 2 a 1.

As falhas de Fernandinho quatro anos depois do Mundial do Brasil foram determinantes para a eliminação na Rússia. Em Kazan, o meio-campista substituiu Casemiro, principal ladrão de bolas do time de Tite, mas que foi obrigado a cumprir suspensão automática por levar dois cartões amarelos -um contra a Suíça, na estreia, e outro diante do México, nas oitavas. E o jogador do Manchester City começou o jogo com azar. Sorte dos belgas, que abriram o placar aos 12 minutos por falha de Fernandinho. Em cobrança de escanteio, Kompany saltou, desviou, e a bola bateu em Fernandinho antes de morrer nas redes de Alisson.

Do outro lado do campo, a Bélgica estava inspirada. Hazard e De Bruyne, principalmente. E Lukaku, pela frente, disputava todas as bolas. Foi com o camisa 9 que os europeus encontraram o caminho para ampliar o placar. Justamente em nova falha de Fernandinho. O volante brasileiro perdeu a posse de bola para Lukaku no campo de defesa e ficou na saudade quando o camisa 9 se mandou ao ataque e rolou para De Bruyne ampliar.

Tite evita falar de futuro

O técnico Tite entrou na sala de imprensa da Arena Kazan com os olhos marejados após a eliminação contra a Bélgica. Ele não quis comentar se permanece à frente da Seleção Brasileira até o Mundial do Qatar. "É inapropriado falar sobre futuro. É um momento de emoção, não tenho como te responder essa pergunta", disse o treinador, que tem contrato até final da Copa.

Perguntado sobre as falhas de Fernandinho, Tite despistou. "Não vou entrar em individualidades porque é desumano. Entendo o futebol, mais do que a vida, como um contexto. Foi um grande jogo, tivemos a maior parte dominando. A Bélgica conseguiu traduzir em gols", disse Tite, que aproveitou para elogiar a atuação da Bélgica e quase se emocionou ao falar de um dos últimos lances da partida, quando Courtois defendeu com a ponta dos dedos chute de Neymar. "A Bélgica tem jogadores tarimbados. Lukaku, De Bruyne, Hazard, Kompany, Courtois que estava iluminado. O Neymar bateu a última bola, eu levantei para gritar e ele tirou de mão trocada." (Folhapress)

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso