Diário da Região

    • -
    • máx min
18/07/2018 - 00h30min

RESPIRO NO SEMESTRE

Emprego fecha o semestre no azul

Emprego na indústria da região de Rio Preto fecha os primeiros seis meses com índice positivo de 2,37%, o que representou a criação de 2 mil vagas; em junho, entretanto, foram perdidas 850

Johnny Torres 24/5/2018 No mês passado, o nível de emprego na região foi influenciado pelas variações negativas dos setores de produtos alimentícios, que registrou queda de 2,74%
No mês passado, o nível de emprego na região foi influenciado pelas variações negativas dos setores de produtos alimentícios, que registrou queda de 2,74%

Apesar dos altos e baixos, o emprego na indústria da região de Rio Preto encerrou o primeiro semestre de 2018 com desempenho positivo. De acordo com a pesquisa do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), de janeiro a junho deste ano, o nível de emprego ficou em 2,37%, o que representa a criação de 2 mil postos de trabalho em 102 municípios.

O balanço do semestre conseguiu escapar do resultado negativo de junho, quando o índice ficou em -0,99%, o que significou uma queda de 850 postos de trabalho. No mês passado, o nível de emprego na região foi influenciado pelas variações negativas dos setores de produtos alimentícios (-2,74%); veículos automotores e autopeças (-5,18%); móveis (-0,93%) e petróleo e biocombustíveis (-2,43%).

Na comparação entre os meses de junho deste ano e junho de 2017, o resultado atual é um pouco melhor, já que naquela ocasião o índice ficou negativo em 1,17%. No acumulado de 12 meses, a queda foi de 0,37%, o que representou a perda de 300 vagas.

Semestre

Nos primeiros seis meses deste ano, houve quatro resultados positivos e apenas dois negativos, com destaque para o de junho, que foi o pior do ano. Entretanto, os resultados do emprego em janeiro e março conseguiram segurar o índice.

O melhor desempenho por segmento foi registrado no petróleo de biocombustíveis, com 9,76%. Em seguida, aparece o setor de máquinas e equipamentos, com índice de 8,33%. A terceira posição é ocupada pelo setor de bebidas, que acumula índice de 7,95% no semestre. Na outra ponta do ranking, o setor de máquinas, aparelhos e materiais elétricos acumula queda de 9,47% e registra o pior desempenho.

Para Luiz Fernando Lucas, diretor do Ciesp de Rio Preto, o que houve foi uma retomada da atividade econômica no início do ano, com posterior agravamento da situação motivada pela greve dos caminhoneiros e pela inconsistência política e econômica. "Não estamos vivendo o caos como no fim de 2015, 2016 e 2017, mas também não estamos num ritmo acelerado de retomada. O que se vê é um ritmo leve de retomada, marcado por muitas dúvidas".

Região

Entre as 36 diretorias regionais, 31 tiveram variação negativa. O pior resultado ficou com Jaú (-4,43%), por artefatos de couro e calçados (-12,92%) e produtos alimentícios (-0,90%); Matão (-2,96%), por máquinas e equipamentos (-4,36%) e confecção e artigos do vestuário (-5,57%); Santa Bárbara D'Oeste (-2,29%), influenciado por produtos têxteis (-2,87%) e produtos de metal (-10,11%).

Nas 3 que apontaram altas, destaque para Santos (0,47%), influenciada por produtos de metal (5,05%) e produtos de minerais não metálicos (1,87%); Mogi das Cruzes (0,23%), por produtos têxteis (0,86%) e produtos de metal (0,67%) e Marília (0,12%), por produtos de borracha e plástico (3,72%) e máquinas e equipamentos (0,65%).

No Estado, a indústria apresentou pelo segundo mês consecutivo fechamento de vagas em seu quadro de funcionários. Em junho, foram encerrados 11,5 mil postos de trabalho, queda de 0,53% frente a maio, na série sem ajuste sazonal. No fechamento do primeiro semestre, o saldo ainda segue positivo, com 17 mil vagas ( 0,79%). Com o ajuste sazonal, o resultado também ficou negativo, (-0,27%).

Apesar de os meses de junho, desde 2011, apresentarem saldo negativo, o presidente em exercício da Fiesp, José Ricardo Roriz Coelho, lembra que esta queda é a pior do período recente. "Esse junho foi pior, em termos de empregabilidade para a indústria paulista, do que o mês de junho do ano passado. Algumas variáveis políticas e econômicas estão influenciando fortemente alguns setores importantes, como o alimentício, por exemplo, que sofreu uma forte perda de postos de trabalho", avalia Roriz.

Entre os 22 setores acompanhados pela pesquisa, quatro ficaram positivos, dois, estáveis e 16, negativos.

Entre os positivos, os destaques ficaram por conta de bebidas, com geração de 331 postos de trabalho, seguido por produtos farmoquímicos e farmacêuticos (196) e impressão e reprodução de gravações (108).

No campo negativo ficaram, produtos alimentícios (-2.910), confecção de artigos do vestuário e acessórios (-2.377) e produtos de borracha e de material plástico (-1.160).

Por grande região, a variação no mês ficou negativa em 0,49% na Grande São Paulo e em -0,57% no interior.

 

Evolução

  • Janeiro 1,65%
  • Fevereiro 0,32%
  • Março 1,65%
  • Abril 0,07%
  • Maio -0,32%
  • Junho -0,99%
  • No ano 2,37%
  • 12 meses -0,37%

Fonte - Ciesp

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso