Diário da Região

    • -
    • máx min
08/07/2018 - 00h30min

Estratégia

Em meio à crise, as lojas populares crescem e aparecem

Lojas de roupas a preços populares, que partem de R$ 20, ganham espaço no varejo de Rio Preto motivadas pelo orçamento enxuto do consumidor e situação econômica do País

Johnny Torres 4/7/2018 Empresária Deise Lopes, da loja Espaço Gêmeas, conta que são duas reposições por semana; movimento alto significa lucro, mas também perdas
Empresária Deise Lopes, da loja Espaço Gêmeas, conta que são duas reposições por semana; movimento alto significa lucro, mas também perdas

Circunstância econômica, estratégia de marketing, tendência de mercado. Essas são algumas das explicações para o crescimento de lojas moda de preço único ou que estabelecem uma faixa de valor para as peças em Rio Preto. Uma volta pelo centro da cidade dá essa dimensão, embora não haja números oficiais. Ao se incluir as lojas de bairros, a estimativa é que tenham sido abertos pelo menos dez estabelecimentos comerciais desse tipo no último ano. E o que se vê é um movimento intenso nos locais.

Esse tipo de loja pratica um preço mais popular, mais acessível. Dá para encontrar peças de roupas por R$ 20, R$ 30, R$ 40 até R$ 70. Normalmente, os artigos são os que estão na moda: shorts, blusinhas, camisetas descoladas e até vestidos. Além do preço, é preciso que as lojas estejam antenadas ao que é tendência e, claro, vendam um produto de qualidade.

A empresária Deise Lopes, que comanda o Espaço Gêmeas com a irmã, Márcia Lopes, mudou o foco da empresa recentemente. Ela tinha uma loja de roupas de bebê e enxovais, mas, com a crise, a venda desse tipo de produto praticamente parou. "Resolvemos apostar nesse formato, mesmo que não houvesse lucro, e transformamos a loja em preço único", conta Deise.

Na empresa, tudo custa R$ 20, de blusinhas a vestidos. Agora também há roupa infantil. As peças são compradas, em geral, em São Paulo ou Goiânia. A reposição chega a acontecer duas vezes por semana para dar conta da demanda: são pelo menos mil peças. "O movimento tem sido intenso, mas como o lucro é baixo, é preciso vender muito", diz.

A empresária destaca que as peças precisam ter qualidade para atrair as consumidoras, não apenas um preço interessante. E a divulgação forte ocorre nas redes sociais, que funcionam como canal de contato direto com as clientes. "Procuramos diferentes fornecedores, de qualidade, e tudo que esteja na moda. O objetivo é ter um preço diferenciado para que a pessoa se vista bem e compre mais barato", diz.

Mas, se o movimento de clientes é intenso, também há perda. Como é muita gente experimentando as peças, algumas delas chegam a ficar rasgadas ou manchadas de batom ou base. Nesse caso, o jeito é fazer uma liquidação que derruba os preços para valores a partir de R$ 2. Com público variado, de jovens a senhoras, a loja pratica o preço de R$ 20 no dinheiro ou no cartão de débito.

Jeans

Tendência que começou lá na década de 1990 no Brasil, com as famosas lojas de R$ 1,99, o preço único em lojas de jeans em Rio Preto já é realidade há algum tempo. Em 2002 foi aberta a primeira loja da Koxixo Jeans na cidade. Hoje, são 20 unidades em toda a região. Segundo o empresário João Lucas Ferrari Petrilli, são calças, shorts, bermudas e a linha jeans branca - para a área de saúde - ao custo de R$ 56,90. "O preço é o que atrai o consumidor, mas o produto é de extrema qualidade, o que muda é um detalhe, o botão, a lavagem", afirma.

Segundo Petrilli, o lucro da empresa acaba vindo da quantidade vendida, já que o valor é mais baixo. Para manter a competitividade, frente inclusive a grandes magazines como Riachuelo, Marisa e Havan, é preciso fazer uma compra vantajosa. "Temos os mesmos fornecedores há dez, 12 anos, o que possibilita a boa negociação", diz. Além disso, o que está na moda, na novela, precisa estar na loja para atender aos consumidores, tanto das classes C e D, como os da classe B. "A calça da moda hoje tem listras na lateral, todo mundo está usando", conta.

Faixa de preços

A empresária Driele Galindo Cassilhas tem três lojas de moda feminina: em Rio Preto, Olímpia e Severínia. A Driele Modas aposta em peças que variam de R$ 19,90 até R$ 99,90. São blusas, saias, vestidos, calças, tudo que é tendência e que está mesmo na moda. "Já tive fábrica de confecções, mas a mão de obra estava difícil. Hoje compro direto da fábrica em São Paulo, por isso consigo um valor menor", conta.

Ela explica ainda que hoje a moda está muito rápida. Há novidades todas as semanas e não a cada seis meses, como tradicionalmente ocorre como o lançamento de uma coleção de moda. Quem dita essas tendências, cada vez mais urgentes, são as postagens que aparecem no Instagram e Facebook, que hoje "dizem" o que é legal, mas que semana que vem já ficou para trás. "A moda está muito rápida e até por conta das redes sociais as mulheres não querem ficar repetindo as roupas nas fotos, por isso preferem algo mais econômico, para que possam renovar o guarda-roupa sempre, afirma.

E as redes sociais também são o principal canal de comunicação com as clientes. Driele monta e veste os looks, que despertam o desejo das consumidoras. O movimento tem sido tão grande que precisou mudar a loja para um imóvel maior para oferecer maior conforto. "Quando chega mercadoria nova, uma ou duas vezes por semana, chega a ter fila", diz. São senhoras e mulheres novinhas de todas as classes sociais.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso