Diário da Região

    • -
    • máx min
12/07/2018 - 00h30min

ESTREIA

Dwayne Johnson retorna aos cinemas com Arranha-Céu

Dwayne Johnson retorna aos cinemas nesta quinta-feira com Arranha-Céu: Coragem sem Limite, mais um filme de ação em que nada é impossível

Divulgação No novo filme estrelado por Dwayne Johnson, o maior prédio do mundo é incendiado, e ele precisa salvar sua família que está presa em meio às chamas
No novo filme estrelado por Dwayne Johnson, o maior prédio do mundo é incendiado, e ele precisa salvar sua família que está presa em meio às chamas

Dwayne Johnson tornou-se um dos maiores nomes do cinema mundial ao protagonizar alguns dos filmes de ação e de desastre mais rentáveis dos últimos anos. Ele está na franquia Velozes & Furiosos, fez Terremoto: A Falha de San Andreas e este ano já lutou contra um lobo gigante voador em Rampage: Destruição Total. São filmes totalmente diferentes, mas que apresentam uma semelhança de formato e abordagem do cinemão. E o que não muda nunca é o papel do antigo lutador conhecido como The Rock.

Seja como um agente do FBI, um piloto de helicóptero ou um primatologista, Johnson é sempre o indestrutível, aquele que vai conseguir salvar o dia no fim das contas, mesmo diante do que há de mais absurdo. E ele continua encontrando situações absurdas para enfrentar. A mais recente é salvar sua família de um prédio - o mais alto do mundo - em chamas e tomado por bandidos que estão em busca de algo.

Essa é a sinopse, bem resumida, de Arranha-Céu: Coragem sem Limite, filme estrelado por Johnson que chega aos cinemas de Rio Preto nesta quinta-feira, 12. No filme, o ator interpreta Will Ford, veterano de guerra que, após perder a perna em combate, torna-se especialista em segurança. Ele é chamado para prestar consultoria no que é considerado o maior e mais seguro prédio do mundo, o Pérola.

Entretanto, logo ele se vê envolvido em uma conspiração. O prédio é alvo de um incêndio criminoso e ele torna-se o principal suspeito. Considerado um fugitivo, Will precisa, então, correr contra o tempo para encontrar o verdadeiro responsável pelo crime, limpar seu nome e ainda salvar sua família presa do prédio em chamas.

Como alguns críticos vêm descrevendo, soa como uma mistura de Inferno na Torre, clássico filme desastre de 1974, estrelado por Steve McQueen, com Duro de Matar, uma das maiores referências tratando-se de cinema de ação. No entanto, os críticos também são rápidos em apontar que Arranha-Céu não consegue, em nenhum momento, atingir a qualidade de nenhuma das duas obras.

Mas isso não quer dizer que o filme seja ruim. Como todos os filmes recentes de Dwayne Johnson, tudo depende da expectativa e da preferência cinematográfica do público. Se você gosta do estilo do ator e de uma produção que usa e abusa dos absurdos para colocá-lo como o grande herói, Arranha-Céu será para você. Agora, se este não é o seu tipo de filme, melhor buscar outra opção nas salas de cinema.

A própria crítica dividiu-se. No site Rotten Tomatoes, que compila as opiniões e faz uma média que vai de zero a 100% de aprovação, o filme tinha 61% de aprovação até o fechamento desta reportagem. O consenso é de que se trata de uma produção com um elenco bem escolhido, mas totalmente derivativa que é construída de maneira sólida o suficiente para se colocar entre as experiências divertidas do gênero.

Original

Apesar das referências claras, Arranha-Céu: Coragem sem Limite ainda é um filme original. Ou seja, não se trata de nenhuma continuação, reboot, remake ou adaptação de livro, game, série etc. Em tempos em que a maioria dos blockbusters faz parte de alguma franquia, e que os estúdios parecem ter medo de apostar em conteúdo original, Dwayne Johnson conseguiu, com seu carisma e boa aceitação, emplacar um longa de US$ 125 milhões de orçamento.

Arranha-Céu: Coragem sem Limite é a segunda colaboração de Johnson com o diretor Rawson Marshall Thurber. Eles fizeram juntos a comédia Um Espião e Meio.

 

As férias do Drácula

Divulgação Hotel Transilvânia 3 põe os personagens em um cruzeiro
Hotel Transilvânia 3 põe os personagens em um cruzeiro

Em 2012, a Sony Pictures, em busca de sua própria franquia de animação, lançou nos cinemas Hotel Transilvânia. Apesar de mal recebido pela crítica, o filme acabou fazendo uma carreira decente nas bilheterias, arrecadando mais de US$ 358 milhões em todo o mundo, com um orçamento de US$ 85 milhões.

Três anos depois, e com um orçamento um pouco menor, chegava aos cinemas Hotel Transilvânia 2. A continuação, descrita pelos críticos como levemente melhor que o primeiro filme, saiu-se ainda melhor nas bilheterias, com mais de US$ 473 milhões em caixa. Dessa forma, um terceiro filme era meio que inevitável.

Hotel Transilvânia 3: Férias Monstruosas chega aos cinemas de Rio Preto nesta quinta-feira, 12, na expectativa de continuar essa crescente. No filme dirigido por Genndy Tartakovsky (criador de Samurai Jack), solitário e cansado, Drácula é surpreendido com um presente de sua filha: férias em um cruzeiro. Apesar de resistente, ele acaba mudando de ideia quando conhece a comandante. O que ninguém ali sabe, porém, é que ela esconde um segredo.

Para a crítica, esse é o melhor filme da franquia. No Rotten Tomatoes, ele tinha 73% de aprovação até o fechamento desta reportagem - o primeiro tem 44% e o segundo, 55%. Já nas bilheterias, a expectativa é de uma arrecadação em torno de US$ 40 milhões, próximo ao valor feito pelos dois primeiros filmes.

Resta saber como o filme vai se comportar estreando bem no verão norte-americano, época mais concorrida. Os antecessores foram lançados em setembro, um mês com uma competição bem inferior. (BC)

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso