Diário da Região

    • -
    • máx min
29/07/2018 - 00h30min

#FICAADICA

Cuidados com os animais de estimação nessa época do ano

Confira sete cuidados que você precisa ter com os animais de estimação nesta época do ano, marcada por umidade do ar baixa e variação constante de temperatura

Assim como os humanos, os pets sentem frio e também necessitam de proteção durante o período de estiagem. Por isso, a variação constante de temperatura, comum nesta época do ano, requer cuidados especiais.

Os filhotes e os pets idosos são os mais suscetíveis à variação de temperatura, e por isso é necessário cuidado redobrado com sua saúde. Devido à diminuição da umidade do ar, muitos cães e gatos podem sofrer com doenças de inverno. A gripe canina é um exemplo.

"Os mais jovens têm uma capacidade fraca de regular a temperatura, é uma regulação inicial. Já os idosos acabam perdendo essa capacidade de regulação de temperatura, por isso são mais suscetíveis a sofrer nessa época do ano", disse o médico veterinário Marcelo Augusto Koury Alves.

Os animais com focinhos achatados, como os cães da raça pug, shitzu e pequinês, sofrem ainda mais com esses extremos de temperaturas. "Eles são chamados de braquicefálicos e tendem a ter naturalmente problemas em vias respiratórias. São animais com cartilagem diferente. Às vezes até é preciso fazer cirurgia para facilitar a respiração", explica.

Outro ponto importante destacado pelo veterinário é o passeio. "Tem gente que leva o animal para passear no sol quente, isso não pode. A patinha do cachorro queima, igual à pele, chega até a descolar", afirmou o veterinário.

(Colaborou Rone Carvalho)

Estiagem requer atenção para manter a saúde dos animais em dia

1) Fique de olho na tosa de seu pet. Se o seu bichinho de estimação faz atividades regulares, lembre-se de sempre manter a rotina de tosa. No caso de cães mais velhos, os cuidados devem ser redobrados no inverno. Evite tosas muito baixas para seu animal não sentir muito frio. Uma ótima dica depois de tosar seu animal é comprar as tradicionais roupinhas. Já no calor, evite deixar seu animal peludo.

2) Vacinar o pet é primordial. Fique de olho no calendário. Os cães e gatos estão suscetíveis a uma grande quantidade de doenças infecciosas, bacterianas e parasitárias. É importante manter a vacinação, vermifugação, remédio antipulga e visitas ao médico veterinário em dia.

3) Passeio é bom e seu animal adora. Quem gosta de ficar trancado o dia todo dentro de casa? Mas é preciso ter cuidados especiais nos dias frios. Nessa época do ano, é ideal passear em horários mais quentes, entre 11h e 15h. No calor, evite as altas temperaturas durante o passeio e lembre-se de sempre hidratar o seu bichinho. Uma dica é colocar potes de água pela casa. Saiba que em casos de extrema exposição ao calor, o animal pode apresentar sinais como dificuldade de caminhar, tremores musculares, excesso de salivação e respiração ofegante.

4) No frio, nada melhor do que uma cama quentinha, não é? E isso os cães adoram. Alguns preferem ficar no relento da famosa frase 'sombra e água fresca', mas fique de olho no comportamento do seu animal no período de estiagem. Se ele for muito animado e de repente estiver ficando muito quieto e apático, é bom levá-lo a um veterinário. Lembre-se também de arrumar uma cama para evitar o contato direto do seu pet com o chão no frio. Agora, se estiver calor, veja se o chão não está muito quente, o que pode queimar as patas do seu bichinho de estimação.

5) Se você tem um animal de pelagem longa, aumente a frequência de escovação para três vezes por semana. No inverno, os animais tendem a se lamber mais e acabam engolindo mais pelos que formam bolas no estômago e isso pode provocar problemas gastrointestinais.

6) Fique de olho na comida do seu bichinho. Eles podem comer mais ração no inverno, mas é preciso ter cuidado. O bom é manter a ração em mesma quantidade. Saiba que um problema sério que os animais de estimação têm enfrentado nos últimos anos é o sobrepeso, acarretando doenças cardiovasculares.

7) Os olhos do seu animal também exigem cuidados. Neste período de estiagem e baixa umidade do ar, eles podem ficar ressecados. Fique atento e, caso note alguma diferença, procure um médico veterinário que poderá recomendar um colírio. Deixar toalhas molhadas e bacias com água perto dos locais de descanso do seu pet podem ajudar a aliviar o tempo seco.

Você sabia?

Raças de cães que possuem focinhos mais curtos são as mais afetados no período de estiagem. Pug, boxer, shitzu e pequinês são algumas delas. Os gatos também sofrem e pode ter crises de asma.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso