Diário da Região

    • -
    • máx min
22/07/2018 - 00h30min

EU CHEGO LÁ

A temida matemática nas prova do Enem

Prova é aplicada no segundo dia do Enem. São ao todo 45 questões interpretativas e que aplicam a matemática no dia a dia do aluno; confira dicas valiosas de como se preparar

Guilherme Baffi 20/7/2018 Maurício Silva e Jessika Silva fazem cursinho com foco na Medicina e se dedicam à temida matemática
Maurício Silva e Jessika Silva fazem cursinho com foco na Medicina e se dedicam à temida matemática

Dia 11 de novembro é o dia da prova do Enem que deixa muita gente amedrontada: Matemática e Suas Tecnologias. São 45 questões da disciplina. O professor Reginaldo de Oliveira Reinaldes, conhecido como Baby, garante: não dá para chegar perto do exame querendo aprender tudo, mas ainda dá tempo de se preparar. "A matemática é feita de detalhes e existe um cronograma que deve ser cumprido, de assuntos e pré-requisitos. Não dá para pular etapas, tem que começar do básico e evoluir gradativamente".

Jessika Costa da Silva, de 26 anos, é aluna do Kelvin e presta Medicina com foco em Famerp, Unicamp e Universidade Estadual de Londrina (UEL). Ela está superando suas dificuldades com os números. "É sentar e estudar, tem que enfrentar. A prova do Enem apresenta conteúdos de matemática com interpretação". Além do cursinho, Jessika estuda em casa com horários dedicados para cada disciplina e reserva duas horas por dia para as matérias da área de exatas.

Também aluno do Kelvin, Maurício Samorano Silva, 21 anos, presta Medicina e pretende cursar Famerp. "Como a prova do Enem exige raciocínio rápido devido ao curto tempo, eu treino em casa como resolver os problemas no menor tempo possível e se isso não ocorre eu tento descobrir o porquê". Desde o primeiro ano de cursinho, ele planeja o dia a dia para estudar toda a matéria dada e, se sobrar tempo, dedica-se às disciplinas em que tem dificuldade.

O professor José Gustavo da Silva Godoi diz que o Enem apresenta questões contextualizadas para verificar a capacidade do aluno em resolver situações-problema. "Muita atenção na leitura, pois algumas delas apresentam informações que estão presentes em textos que antecedem a pergunta final". O exame também é composto por gráficos e pegadinhas.

O professor Reginaldo aconselha todos os estudantes a começarem a prova do Enem do dia 11 de novembro por Matemática - no mesmo dia é aplicado o teste de Ciências da Natureza e suas Tecnologias - porque há questões fáceis (embora existam aquelas trabalhosas e também as 'impossíveis').

A prova é mais extensa do que as dos vestibulares comuns, mas traz perguntas interpretativas e que aplicam a disciplina no cotidiano. "Para que o aluno entenda que a matemática faz sentido no mundo real, aproximação que muitas vezes não acontece dentro da sala de aula", afirma Reginaldo.

Outra dica é fazer uma leitura dinâmica da prova e começar a responder pelas questões mais simples. Durante a preparação, o vestibulando deve prestar muita atenção nas aulas e sozinho em casa - onde de fato vai ocorrer o aprendizado - estudar a teoria, revisar os exercícios e resolver outros. A prática é essencial. "Matemática é mais transpiração que inspiração", brinca o professor.

Os docentes enumeram alguns assuntos que podem ser cobrados na prova: geometrias espacial e plana (sólidos, planificação, fórmulas para cálculo de área e volume); porcentagem; razão e proporção; juros (simples e compostos); grandezas proporcionais; estatísticas (moda, média e mediana); variantes aritméticas; probabilidade; análise combinatória (princípio fundamental da contagem) e funções (gráficos, função quadrática e função afim).

Eu Chego Lá

Pedro Sotelo Calvo, aluno do Kelvin, de 18 anos, passou em primeiro lugar no vestibular de meio de ano da Unesp, no curso de Engenharia de Controle e Automação, em Sorocaba. "Acabou funcionando como um incentivo. Fiquei muito feliz, ajudou a dar um gás para estudar nas férias, voltar com tudo no próximo semestre", comemora.

Seu objetivo, no entanto, continua sendo Engenharia Mecatrônica na USP ou na Universidade Federal de Uberlândia (UFU). "Prestei Unesp para ter mais experiência, controlar o tempo durante a prova e ver como estou indo em relação a meus resultados."

Jaqueline Silva dos Anjos, 18 anos, aluna dos cursinhos Carolina Maria de Jesus e Vitoriano, conseguiu uma bolsa na Unirp no curso de Nutrição, mas resolveu tentar Engenharia de Alimentos na Unesp e a bolsa pelo Prouni em Nutrição na Unirp no fim do ano. 

Diário do Pedro

Mara Sousa 18/5/2018 Pedro - aluno do Kelvin
Pedro - aluno do Kelvin

Pedro Sotelo Calvo, 18 anos

Cursinho Kelvin

  • Objetivo: Engenharia Mecatrônica na Universidade de São Paulo (USP) ou na Universidade Federal de Uberlândia (UFU).
  • Já passou em primeiro lugar em Engenharia de Controle e Automação na Unesp, mas resolveu buscar o curso que deseja.

Como foi a quinzena

Nas minhas últimas duas semanas de férias, como planejado, estudei matérias que tinha deixado atrasadas no último semestre como filosofia, sociologia e geografia. Usei meu tempo para acabar o livro "O Cortiço" (Aluísio Azevedo) e iniciei outro livro da Fuvest que é o "Vidas Secas" (Graciliano Ramos). O resto do tempo procurei aproveitar com meus amigos e família para chegar descansado nesse último semestre que vai ser bem longo.

 

Diário da Jaque

Mara Sousa 19/5/2018 Jaqueline Silva dos Anjos - Enem - Escola Oscar de Barros Serra Doria
Jaqueline Silva dos Anjos - Enem - Escola Oscar de Barros Serra Doria

Jaqueline Silva dos Anjos, 18 anos

Cursinhos Carolina Maria de Jesus e Vitoriano

  • Objetivo: Bolsa em Nutrição pelo Prouni na Unirp ou vaga em Engenharia de Alimentos na Unesp.
  • Já ganhou bolsa em Nutrição na Unirp no meio do ano, mas resolveu prestar Unesp e tentar o Prouni no fim do ano.

Como foi a quinzena

Nessas férias decidi aproveitar a primeira semana para descansar e rever minhas prioridades nos estudos. Já nas semanas que se seguiram, foquei meus estudos na parte de Física e Química para conseguir aproveitar mais o curso que estou tendo agora nas férias com meu professor do cursinho Vitoriano.

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso