Diário da Região

    • -
    • máx min
12/06/2018 - 00h30min

Painel de Ideias

Cartão vermelho para desavisados

O Brasil é a pátria de chuteiras. Desde o retorno de Charles Miller ao país, veneramos o futebol. E sabemos táticas, técnicas, estratégias, escalações de equipes

Johnny Torres Washington Paracatu
Washington Paracatu

Estamos a dois dias do início da 21º Copa de futebol da Fifa. O palco? A Rússia de Vladmir Putin, soberano caricato, rigoroso e idolatrado pelos compatriotas. Para quem se habilitar a uma viagem ao país sede do torneio, o Itamaraty lançou um guia, no qual aprendemos a não falar de assuntos políticos, evitar demonstrações homoafetivas, não portar bandeiras em certos locais. Estive na Rússia em 2015 e posso afirmar: vale a pena seguir o guia de conduta. Os russos são rígidos na manutenção de suas leis e de sua cultura, não se importando muito com a gritaria internacional.

Estamos a cinco dias da estreia do Brasil contra a Suíça. Nas mãos, perdão, nos pés de Neymar, Gabriel Jesus, Tite, Philippe Coutinho e demais envolvidos, a busca pelo hexacampeonato já frustrada no amargo episódio do 7x1 para a Alemanha. Nos pés de nossa seleção canarinho, a esperança de uma nação em crise: econômica, política, na segurança pública. Estamos com medo, com raiva, em período eleitoral, mas a Copa poderá nos redimir.

A Copa produz debates acalorados nesta pátria antitética. De um lado, os céticos, críticos, impassíveis, capitaneados pelos inconvenientes (eu diria chatos, mas considerei a expressão deselegante). Para eles, a copa se revela mero circo romano, entretenimento barato para alienar a população. Ignoram um fato: o efeito quase nulo do evento no panorama político das últimas eleições. De outro lado, entusiastas, torcedores, fanáticos e os que entram no clima. Para eles, a copa se mostra uma época de confraternização, de união ufanista - ainda que fugaz. E eu? Eu vou carimbar álbuns de figurinhas, vestir amarelo, ver os jogos em locais públicos quando possível, entrar no clima. Por quê?

Nelson Rodrigues responde por mim de maneira triunfal: o Brasil é a pátria de chuteiras. Desde o retorno de Charles Miller ao país, veneramos o futebol. E sabemos táticas, técnicas, estratégias, escalações de equipes. Lotamos estádios, sonhamos com a grandeza, improvisamos um campinho na rua, no estacionamento, na praia, na garagem. Se chove, tem o futsal, o futebol de botão, o pebolim, o videogame. Somos bons no futebol, nossos jogadores se destacam e amplificam o sonho de novas gerações. E é esporte, faz bem ao corpo, à mente, à civilidade.

Acredito que será lindo o dia em que cada criança tiver cartão verde para sonhar com a ciência, com a medicina, com o estrelato no cinema. Será lindo se considerarmos pênalti cada ausência de ética na política, com a união das equipes políticas em torna da educação e da saúde de qualidade e para todos. Será lindo o dia em que a concentração de renda e a corrupção receberem um cartão vermelho. Enquanto isso, deixemos um pouco de alegria amenizar o clima pesado e o tédio no qual chafurdamos. Não se trata de alienação, de circo romano, de ufanismo doentio. Viver também implica ser feliz, ser bom, ganhar, ser campeão. E o futebol poderá trazer isso para um país já tão derrotado nos números. Poderá. Eu espero que sim.

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso