Diário da Região

07/06/2018 - 12h02min

REVOLTA

Vereadores são xingados de 'covardes' e 'pipoqueiros'

Dois vereadores de Rio Preto que abandonaram o plenário durante a sessão extraordinária provocou a ira de colegas que queriam aprovar projeto de lei proposto pelo prefeito Edinho Araújo (MDB)

Vereadores de Rio Preto foram xingados de "covardes" e "pipoqueiros" por colegas após abandonarem a sessão extraordinária na manhã desta quinta-feira, 7, quando projeto de lei acabou rejeitado no plenário. A proposta previa  a revogação de duas leis que outorgavam áreas públicas para a Associação Renascer e Clube Amigo do Deficiente (CAD) nos anos de 2012 e 2015. O prefeito Edinho Araújo (MDB) mandou a proposta para o Legislativo com pedido de revogação porque nova legislação, em vigor, já concedia áreas às mesmas entidades.

"É um absurdo a falta de interesse. Não é com esse vereador ou com o senhor presidente, mas com a cidade de Rio Preto", desabafou Marcondes. "Ir embora de forma covarde. Nem leram o projeto", disse o vereador do PR.

Para aprovar a proposta eram necessários 12 votos, mas apenas 11 vereadores votaram a favor. Durante a sessão extra, os vereadores Jorge Menezes (PTB) e Gerson Furquim (PP) saíram do plenário. Paulo Pauléra (PP) foi à "caça" do colega de partido até dentro do banheiro privativo da Casa, mas não o encontrou. 

"É lamentável como essa Casa tem alguns vereadores que fica escondido atrás do muro. A palavra certa para alguns vereadores é pipoqueiro", disse Celso Peixão (PSB). "Tem tudo com o governo, mas se esconde atrás de muro. Só que pra mim esses vereadores não passam de covardes". 

Anderson Branco também criticou os colegas e a "falta de consideração" da base aliada de Edinho. "Que o governo fique atento e, ainda, a população fique atenta", afirmou Branco. 

Outros dois projetos foram aprovados durante a sessão extraordinária com a participação de Furquim e Menezes.  Um que cria o programa de habitação no município com o objetivo de reduzir o déficit habitacional e outro que extingue a exigência de doação de 5% de áreas dominiais em novos empreendimentos imobiliários. 

Ausentes 

A falta de outros vereadores também provocou críticas dos colegas. Não participaram da sessão: Márcia Caldas (PPS), Jean Dornelas (PRB), Marco Rillo (PT) e Pedro Roberto (PRP). Alguns deles alegaram compromissos anteriormente agendados para não participar das votações marcadas na sessão da última terça-feira, 5. 

Veja vídeo: 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso