Diário da Região

06/06/2018 - 23h52min

ACAREAÇÃO MANCA

Sem pivô de escândalo, CPI 'patina' em apuração na Emurb

Mara Sousa 6/6/2018 Vânia Pelegrini e Anilto (sentados) durante depoimento na Câmara
Vânia Pelegrini e Anilto (sentados) durante depoimento na Câmara

Sem a presença do empresário Wagner Costa, pivô do escândalo na Empresa Municipal de Urbanismo (Emurb), a acareação para dirimir dúvidas sobre irregularidades ocorridas na gestão da empresa pública acabou prejudicada nesta quarta-feira, 6. Apesar disso, a CPI tentou aproveitar a presença da ex-presidente da Emurb Vânia Pelegrini e do coordenador afastado da Área Azul Anilto Alves para tentar esclarecer pontos obscuros da investigação. Não conseguiu.

"O Wagner (Costa) vai ter de explicar por que não veio. Ele fez acusações sérias", afirmou o presidente da CPI, Marco Rillo (PT), que queria confrontar o empresário com Vânia e Anilto.

Durante depoimento na manhã desta quarta, Vânia disse que o caixa da Emurb é "muito dinâmico" e, por isso, não sabe dizer se o aporte de R$ 350 mil que a empresa recebeu da Prefeitura em dezembro foi usado para pagar folha de pagamento dos funcionários, conforme apontou Wagner e a tesoureira da empresa.

"Uma zorra isso aí. A Ana (tesoureira) disse que usou R$ 33 mil (do aporte). Pedi os extratos (bancários) e não mandaram os de dezembro de 2017 e janeiro de 2018. (Vânia) disse que o caixa da Emurb era muito dinâmico", afirmou Rillo.

Segundo o petista, a ex-presidente da Emurb disse que todo dinheiro que entrava na empresa, inclusive o do aporte, ia para um caixa único. "Vai complicar o governo porque uma emenda do (vereador) Jorge Menezes determinava que o dinheiro do aporte deveria ser destinado exclusivamente na Área Azul digital", afirmou Rillo.

Acusação

Além de se defender, ex-presidente da Emurb também partiu para o ataque durante o depoimento à CPI. Ela disse que a arrecadação da Área Azul sofreu queda devido à falta de fiscalização da Guarda. "Sobre a queda acentuada da Área Azul em 2017, ela (Vânia) culpou a Guarda Municipal. Nenhuma ação foi tomada. Aí os usuários passaram a não respeitar mais. Não havia ronda na área central da cidade", disse o petista após o depoimento de Vânia e Anilto, tomados a portas fechadas a pedido dos dois.

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso