Diário da Região

    • -
    • máx min
29/06/2018 - 00h30min

VÔLEI FEMININO

Seleção atropela Holanda e vai à semifinal

A seleção brasileira feminina de vôlei não tomou conhecimento da Holanda e conseguiu uma tranquila vitória por 3 sets a 0, com parciais de 25/16, 25/17 e 25/23, nesta quinta-feira, em sua estreia na fase final da Liga das Nações, que acontece em Nanquim, na China. O resultado já garantiu o time nacional nas semifinais da competição e eliminou a equipe adversária, que no dia anterior havia perdido para a China por 3 sets a 1 no primeiro jogo do Grupo A. Nesta sexta-feira, às 9h30 (de Brasília), o Brasil encara a China para definir quem ficará na liderança da chave.

O Grupo B ainda está indefinido. Os Estados Unidos venceram na estreia a Turquia por 3 sets a 2 na quarta-feira. Mas, nesta quinta, a seleção turca se recuperou e derrotou a Sérvia também por 3 a 2. No final da madrugada desta sexta, às 4h (horário de Brasília), Estados Unidos e Sérvia se enfrentariam para a definição dos dois classificados. As semifinais acontecem no sábado e a decisão está marcada para o domingo, às 8h (de Brasília). No duelo desta quinta-feira, a seleção brasileira comandou a partida desde o início. O técnico José Roberto Guimarães iniciou o duelo com: Adenízia, Roberta, Gabi, Amanda, Tandara e Ana Bia. Suelen atuou como líbero. A partida também marcou a volta de Jaqueline como ponteira. Ela, que começou a competição como líbero, por conta da lesão de Drussyla, foi colocada em sua posição de origem.

No primeiro set, a equipe brasileira abriu 14 a 7, após uma boa sequência de pontos de Amanda. E o time nacional seguiu impondo o jogo. Jaqueline chegou a entrar, mas permaneceu em quadra apenas durante um ponto. Com Tandara, o Brasil fez 19 a 12 e fechou em 25 a 16 em ponto anotado por Gabi. A equipe do técnico Zé Roberto seguiu inspirada no segundo set e abriu 8 a 5 com Amanda, uma das destaques da partida. O técnico holandês Jamie Morrison tentou parar o jogo algumas vezes para consertar os erros de sua equipe, mas suas orientações não surtiram o efeito desejado e não afetaram o ritmo das adversárias. O Brasil disparou novamente e abriu 20 a 12. Adenízia fez ponto que fechou o set em 25 a 17. No terceiro set, a Holanda tentou se manter viva na competição e dificultou um pouco mais as ações brasileiras. As parciais foram mais equilibradas, mas o Brasil sempre se manteve com ao menos dois pontos de vantagem.

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso