Diário da Região

    • -
    • máx min
14/06/2018 - 00h30min

ELEITOS EM VOTAÇÃO

Estados Unidos, Canadá e México vão sediar juntos a Copa de 2026

Reprodução/Instagram Mapa com as candidatas a sedes espalhadas pelos três países
Mapa com as candidatas a sedes espalhadas pelos três países

Depois de 32 anos, os Estados Unidos voltarão a sediar uma Copa do Mundo. O país receberá junto com Canadá e México o torneio em 2026. A candidatura batizada de United 2026 superou Marrocos em votação realizada nesta quarta-feira, 13, no 68º Congresso da Fifa, em Moscou.

A United 2026 obteve 134 votos, de 203 possíveis, o que equivale a 67%. A candidatura marroquina teve 65 votos (33%), além de três abstenções e um voto para nenhuma delas. "É um dia de muita emoção para nós. Em nome da nossa candidatura, muito obrigado por nos darem o privilégio de ter este torneio em 2026", disse Carlos Cordeio, presidente da federação americana de futebol e um dos chefes da United 2026.

O torneio será realizado em 10 cidades americanas, três canadenses e três mexicanas. O México, aliás, será o primeiro país da história a receber por três vezes um Mundial. Foi sede em 1970 e 1986.

Os Estados Unidos ainda precisarão cortar 7 das 17 cidades pré-selecionadas. A proposta prevê a realização de três jogos de abertura, um em cada país. Serão sedes destas partidas Toronto (CAN), Los Angeles (EUA) e Cidade do México.

O Mundial de 2026 provavelmente será o primeiro da história a contar com 48 seleções. A ideia de aumentar o número de equipes já para a disputa no Qatar-2022, bancada pela Conmebol, perdeu força.

Recordes

A Copa de 2026 já estabeleceu um recorde antes mesmo de começar. Será a maior da história em termos de seleções, jogos, cidades-sede e distâncias entre elas. Será também a primeira a acontecer em três países diferentes - em 2002, Japão e Coreia do Sul foram os primeiros a dividir um mundial.

As 48 seleções disputarão um total de 80 jogos - contra 64 atuais. O Mundial ainda terá uma mudança no sistema adotado pela Fifa desde 1966, quando o jogo de abertura passou a ser realizado de maneira isolada em um único dia.

Em termos de distância, da sede mais ao sul, a Cidade do México, à mais ao norte, Edmonton (CAN), são cerca de 3.987 quilômetros.

CBF rompe pacto da Conmebol

A CBF quebrou o acordo que havia de todos os dez membros da Conmebol votarem na candidatura da América do Norte e votou em Marrocos, que saiu derrotado. O apoio unânime havia sido anunciado n segunda-feira, 11. A escolha do Brasil, porém, não fez diferença - Marrocos teve 65 votos, contra 134 dos vencedores. "Não fui eu que votei. Dei para um de nossos delegados votar. Mas eu votaria mesmo no Marrocos", disse o presidente da CBF, Coronel Nunes. A versão foi desmentida por delegados brasileiros, que disseram que o coronel estava com o tablet e foi quem apertou o botão.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso