Diário da Região

    • -
    • máx min
12/06/2018 - 00h30min

ONDE A BOLA VAI ROLAR

Conheça os 12 estádios que vão receber as partidas da Copa do Mundo

Conheça as cidades e os estádios que vão receber as partidas da Copa do Mundo da Rússia

Doze estádios espalhados pela Rússia receberão os craques que desfilarão seu talento na Copa do Mundo a partir da próxima quinta-feira, 14. São 11 diferentes cidades de leste a oeste e norte a sul no maior país do mundo e que ocupa área de 17,10 milhões de quilômetros quadrados.

O evento tem início com o duelo entre Rússia e Arábia Saudita, às 12h, e tanto a partida inicial quanto a grande final, em 15 de julho, será no estádio Olímpico Luzhniki, em Moscou. A capacidade é para 81 mil espectadores. Inaugurado, em 1956, ele foi reformado para ser o principal palco da Copa, ao receber sete jogos no total.

A cidade mais habitada e capital da Rússia tem duas sedes. Além do estádio Olímpico, o estádio do Spartak Moscou será utilizado para cinco partidas da competição.

Dos doze estádios, sete foram construídos para receber o evento. A obra mais cara foi a Arena Zenit, que custou R$ 2,3 bilhões ao governo russo e abrigará sete par tidas do torneio. Os dois com menores são o Estádio Kaliningrado e a Arena Ecaterimburgo, para35 mil torcedores. Eles receberão quatro partidas da primeira fase.

(Colaborou Victor Stok)

 

São Petesburgo

  • Segunda maior cidade russa, com 4,9 milhões de habitantes, fica no noroeste do país. É conhecida como "Peter" e já foi capital do Império Russo. Tem como uma das principais atrações turísticas o Museu Hermitage, um dos maiores do mundo, com acervo de 3 milhões de peças distribuídas em dez prédios.
  • Estádio: Arena Zenit ou estádio de São Petesburgo, capacidade para 67 mil torcedores. Custou R$ 2,3 bi. Pertence ao Zenit
  • Jogos: Quatro na primeira fase, entre eles Brasil e Costa Rica na sexta-feira, 22, e uma partida das oitavas, uma da semi e a disputa de 3º lugar.

 

Ecaterimburgo

  • Com 1,4 milhões de habitantes, é a quarta maior cidade russa e está localizada na fronteira entre a Europa e a Ásia. Foi onde nasceu Boris Iéltsin, primeiro presidente da Rússia depois do colapso econômico da União Soviética.
  • Estádio: Arena Ecaterimburgo, para 35 mil. A reforma custou R$ 809 mi e foi inaugurado em 1953. Pertence ao FC Ural
  • Jogos: Quatro partidas da primeira fase

Kaliningrado

  • Localizada à beira do mar Báltico e fundada em 1255, a cidade está no nordeste da Europa, entre a Polônia e a Lituânia, distante do território russo. O estádio da cidade tem a menor capacidade entre as 12 sedes.
  • Estádio: Estádio Kaliningrado, para 35 mil torcedores. Custou R$ 1,1 bi. Inauguração: 2018. Pertence ao FC Baltika Kaliningrad
  • Jogos: Quatro partidas da primeira fase

 

Saransk

  • Possui cerca de 300 mil habitantes e é a menor cidade-sede da Copa. Foi fundada em 1641 e tem como principal atração turística museus que retomam ao passado russo e a Catedral de St. Theodore Ushakov.
  • Estádio: Estádio de Saransk, para 44 mil pessoas, ao custo de R$ 1 bi. Foi inaugurado neste ano. Pertence ao FC Mordovia
  • Jogos: Quatro partidas da primeira fase

 

Volgogrado

  • Antigamente, se chamava Stalingrado, um ponto importante na 2ª Guerra Mundial, em que o exército alemão não conseguiu avançar sobre o território soviético. A batalha é lembrada em monumentos e museus.
  • Estádio: Arena Volgogrado, para 45 mil torcedores. Custou R$ 1,08 bi e foi inaugurado neste ano. Pertence ao FC Rotor
  • Jogos: Quatro partidas da primeira fase

 

Nizhny Novgorod

  • Com 1,3 milhão de habitantes, a cidade de Nizhny Novgorod está a 420 quilômetros a leste de Moscou. Um dos locais que mais chamam a atenção dos turistas é o Kremlin da cidade, que foi construído no século 16.
  • Estádio: Nízhni Novgorod. Capacidade para 45 mil pessoas. Custou R$ 1,03 bilhão e foi inaugurado em 2018. Pertence ao Olympiets Nizhny Novgorod
  • Jogos: Quatro partidas da primeira fase, uma das oitavas e uma das quartas

 

Rostov

  • Rostov do Don tem 1,1 milhão de habitantes e tem como principais atrações turísticas uma rua com o nome do poeta Alexander Pushkin e a estátua em homenagem ao escritor. Além disso, chama a atenção o rio Don e o parque aquático H2O Aquapark, assim como o zoológico da cidade.
  • Estádio: Arena Rostov. Capacidade para 45 mil torcedores. Custou R$ 1,26 bilhão e foi inaugurado neste ano. Pertence ao time FC Rostov
  • Jogos: Quatro jogos da fase de grupos, entre eles a estreia do Brasil contra a Suíça e uma partida das oitavas de final

 

Moscou

Capital com 12 milhões de habitantes, Moscou tem diversas atrações turísticas relacionadas à política do país. Na Praça Vermelha estão localizados o Kremlin, residência oficial da presidência, o Mausoléu de Lênin e a Basílica de São Basílio.

Estádio: Olímpico Luzhniki, para 81 mil. Custou R$ 1,7 bilhão a reforma para a Copa. Foi inaugurado em 1956

Jogos: Palco da abertura e final, recebe também três jogos da fase de grupos, uma partida das oitavas e outra da semifinal.

Estádio: Estádio Spartak, para 45 mil torcedores, ao custo de R$ 925 milhões. Inaugurado em 2014, pertence ao Spartak Moscou.

Jogos: Quatro jogos da fase de grupos, entre eles Brasil e Sérvia, dia 27, e um das oitavas de final.

Samara

  • Às margens do rio Volga, Samara tem 1,2 milhão de habitantes e é conhecida por ser um centro aeroespacial, onde foi criado o foguete que levou Yuri Gagarin ao espaço. Há o Museu da História Espacial de Samara explicando todos os detalhes da história e da contribuição local para o programa espacial russo.
  • Estádio: Arena Samara, para 45 mil pessoas. Custou R$ 1,16 bilhão e foi inaugurado neste ano. Pertence ao clube Krylya Sovetov
  • Jogos: Quatro partidas da fase de grupos, uma das oitavas (o Brasil caso passe em primeiro) e uma das quartas de finais.

 

Kazan

  • Tem 1,5 milhão de habitantes e tem umas das maiores concentrações de muçulmanos na Rússia. Dois personagens da história russa têm alguma relação com a cidade: o escritor Leon Tolstói e Lênin.
  • Estádio: Arena Kazan. Capacidade para 45 mil torcedores. Custou R$ 895 milhões e foi inaugurado em 2013. Pertence ao Rubin Kazan
  • Jogos: Quatro partidas da fase de grupos, uma das oitavas e uma das quartas de final (o Brasil, caso passe em primeiro).

 

Sochi

  • Localizada ao sudoeste do país e com 345 mil habitantes, Sochi é a casa da Seleção Brasileira na Rússia. Foi sede dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2014 e por conta disso tem como principais atrações turísticas o Parque Olímpico e um resort.
  • Estádio: Olímpico de Sochi, capacidade para 48 mil torcedores. Custou R$ 1,72 bi e foi inaugurado em 2013. Não pertence a nenhum clube.
  • Jogos: Quatro partidas da fase de grupos, entre eles Portugal e Espanha e Alemanha e Suécia. Recebe também uma partida das oitavas e uma das quartas de finais.

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso