Diário da Região

    • -
    • máx min
27/06/2018 - 00h30min

PEDÁGIOS

Viagem para São Paulo fica mais cara

Artesp autorizou reajuste para 19 concessionárias que operam nas rodovias

Hamilton Pavam/Arquivo Pedágio de Catiguá, na Washington
Pedágio de Catiguá, na Washington

O motorista que vai viajar de Rio Preto para São Paulo precisa refazer as contas. É que as tarifas de pedágio sobem a partir do próximo domingo, dia 1º. O percurso de ida e volta para quem vai de carro passa a custar R$ 177,40, o que representa uma alta de R$ 5,20, ou 3%, em relação ao valor vigente até agora, de R$ 172,20. Apenas um dos trechos passa a custar R$ 88,70, contra os R$ 86,10 gastos atualmente.

De acordo com a Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), as tarifas contratuais de 19 concessionárias que operam nas rodovias paulistas foram reajustadas em 2,85% - índice relativo ao Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acumulado entre junho do ano passado e maio desse ano.

Em razão dos arredondamentos, em quatro praças o reajuste não será repassado para a tarifa paga pelos usuários: nos trechos Leste e Oeste do Rodoanel Mário Covas (SP-021) e nas praças de bloqueio de Diadema e Eldorado da Rodovia dos Imigrantes (SP-160).

Desde 1998, início das concessões em São Paulo, o reajuste é aplicado todo dia 1º de julho, data estipulada nos contratos de 19 concessionárias de rodovias paulistas. Já nas duas concessões mais recentes, Entrevias e ViaPaulista, iniciadas no ano passado, o reajuste será aplicado nas datas de aniversário dos contratos. A tabela completa está disponível no link: https://goo.gl/wmhcKx.

Ao todo, são nove praças de pedágio entre Rio Preto e São Paulo, o que acaba pesando para quem decide viajar daqui até lá ou mesmo usa a rodovia Washington Luís (SP-310) como trecho entre a casa e o município do trabalho. Seguir o trecho pela rodovia Anhanguera ou dos Bandeirantes geram a mesma despesa.

Algumas praças de pedágio da região tem uma das maiores tarifas, atrás apenas de Riacho Grande, na rodovia Anchieta, e Piratininga, na Imigrantes, ambas com o custo de R$ 26,20. Na região, os destaques ficam com Araraquara, que cobra R$ 16,20, e Catiguá, cujo valor é R$ 15,30.

Segundo o economista Hipólito Martins Filho, o reajuste nas tarifas não impacta apenas no preço pago pelo consumidor que viaja. Isso porque é um custo que incide sobre toda a cadeia. "Cerca de 60% de tudo o que é transportado no País é por rodovias, então a alta é repassada ao frete e também no valor dos produtos", disse.

Clique na imagem para ampliar  (Foto: Reprodução)

Apesar de os reajustes não serem bem-vindos, Martins Filho ressalta que são necessários para que as concessionárias possam manter os investimentos nas estradas e oferecer novos serviços. Além disso, o percentual não superou a inflação. "O ideal seria que o reajuste fosse em função da cesta de custos que a empresa teve para se manter: funcionários, manutenção, novos equipamentos, mas isso só ocorre em países em que a competição é maior, a legislação mais firme e consumidor mais atento".

Segundo a Artesp, desde o início das concessões paulistas, a receita dos pedágios viabilizou mais de R$ 100 bilhões em investimentos em obras, manutenção e operação dos 8,4 mil quilômetros de rodovias paulistas sob concessão. Entre os serviços prestados pelas concessionárias, já foram realizados mais de 24 milhões de atendimentos aos usuários entre socorro médico e mecânico nas rodovias paulistas.

BR-153

Na rodovia BR-153, no trecho paulista, o último reajuste foi promovido em dezembro do ano passado. A tarifa subiu de R$ 4,80 para R$ 5,20, o que representa um aumento de 8,3%. O valor da tarifa é válido para as praças de pedágio em em Onda Verde, José Bonifácio, Lins e Marília.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso