Diário da Região

05/06/2018 - 14h17min

FABIANA COZZA

Musical aceita renúncia e busca 'nova' Ivone Lara

Cantora Fabiana Cozza renunciou o papel depois de se tornar alvo de crítica por ser 'branca demais' para a personagem

Reprodução Fabiana Cozza justifica a renúncia: 'Por ter dormido negra numa terça-feira e numa quarta... acordar 'branca' aos olhos de tantos irmãos'
Fabiana Cozza justifica a renúncia: 'Por ter dormido negra numa terça-feira e numa quarta... acordar 'branca' aos olhos de tantos irmãos'

Com um depoimento publicado na sua página de Facebook, a cantora Fabiana Cozza renunciou ao papel de Dona Ivone Lara no musical que levará, aos palcos, a vida da sambista morta em abril, aos 96 anos.

No texto publicado neste domingo, 2, Fabiana justificava a saída da produção: "Por ter dormido negra numa terça-feira e numa quarta, após o anúncio do meu nome como protagonista do musical, acordar 'branca' aos olhos de tantos irmãos".

Em contato com o jornal O Estado de S. Paulo, Jô Santana, produtor à frente do musical Dona Ivone Lara - Um Sorriso Negro, enviou um comunicado no qual diz aceitar a renúncia de Fabiana Cozza, "(uma) cantora e atriz de reconhecimento internacional, de qualidade artística inquestionável", diz o texto.

Fabiana Cozza, ainda explica Santana, foi a única de um elenco de 22 atores que foi convidada para o espetáculo - o restante foi selecionado por meio de um processo de audições. A opção pela artista se deu após uma escolha da própria família de Dona Ivone Lara. "Ao pensar em Fabiana, pensamos na representatividade que a artista teve em toda sua trajetória e a ligação pessoal entre a artista e a homenageada e sua família", escreveu o produtor.

Desde o anúncio de que ela viveria a versão adulta da sambista em Dona Ivone Lara - Um Sorriso Negro, na semana passada, Fabiana Cozza se viu no centro de uma discussão sobre colorismo ao ser escalada por ser "branca demais".

"Acreditamos que as demandas do movimento que desencadeou a renúncia são legítimas, que bom que a partir de uma obra teatral possamos trazer à tona discussões pertinentes à sociedade", escreve Santana. "Aceitamos as demandas, nos reconhecemos nestas, porém, não podemos comungar com reações violentas que foram levantadas na última semana contra a artista e contra este coletivo de trabalho formado por artistas de reconhecimento internacional."

Dona Ivone Lara - Um Sorriso Negro integra o projeto de musicais idealizado por Jô Santana chamado Trilogia do Samba. O primeiro foi Cartola - O Mundo É Um Moinho e, depois do espetáculo centrado na vida e obra de Dona Ivone Lara, o próximo a ser retratado será Martinho da Vila.

 

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo. 

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso