Diário da Região

    • -
    • máx min
12/06/2018 - 19h03min

MÚSICA

Cantor Nasar grava primeiro DVD do projeto Raizeiros

Com 20 anos de carreira, cantor e compositor Nasar grava primeiro DVD do projeto Raizeiros, em Rio Preto, com releituras de clássicos como Romaria, Amargurado e Boate Azul

Divulgação No palco, Nasar cumpre a missão de rebuscar a música sertaneja raiz e reverenciar o bandeirante Conélio Pires
No palco, Nasar cumpre a missão de rebuscar a música sertaneja raiz e reverenciar o bandeirante Conélio Pires

O você acha de um barítono (voz masculina que apresenta um timbre entre o baixo e o tenor) cantar música sertaneja? Em Rio Preto, quem mostra esta versatilidade musical e intelectual, e teve coragem para assumir riscos, é o cantor e compositor Nasar, reconhecido em todo o Brasil pela defesa da música de raiz. Com o título de crossover clássico, o artista produz um trabalho que faz uma mistura de elementos do estilo clássico com música popular.

Com mais de duas décadas de estrada, Nasar se dedica a nove anos de pesquisa, e a cinco anos da prática do espetáculo Raizeiros, um tributo a música raiz. O show acústico com voz, piano, violão, violão base, baixo acústico, viola caipira, bateria e percussão já foi apresentado em quatro estados e em 170 cidades, ultrapassando o número de 500 mil espectadores.

Nas apresentações, o artista apresenta a história da música raiz sertaneja. Nasar, por exemplo, resgata a memória do bandeirante da música caipira, o compositor, folclorista, jornalista e produtor musical Cornélio Pires, cuja obra tem papel central no processo de urbanização da música caipira e na formação do que se convenciona chamar de sertaneja.

No palco, Nasar imprime seu estilo e suas interpretações em um repertório recheado de canções de várias décadas, como Tristeza do Jeca, Vide Vida Marvada, Mão do Tempo, Menino da Porteira, Chalana, Pagode em Brasília e Estrada da Vida. O figurino também é especial, de época, e assinado pela estilista Cássia Guimarães, que se inspirou nas roupas usadas no final do século XIX e início do século XX, época em que o Brasil se baseava na elegância e sofisticação da moda europeia.

Agora, depois de quase uma década de dedicação ao projeto, Nasar vai registrar o tributo Raizeiros em Rio Preto. O buffet Manoel Carlos receberá nesta quarta-feira, 13, a partir das 21h, a gravação do primeiro DVD do projeto. O show, apenas para convidados, fará uma uma homenagem à música raiz brasileira. Quem for, vai ver Nasar, que é natural de Tanabi, cantando e contando a história da origem da música caipira e sua evolução até hoje.

O repertório reunirá releituras de grandes sucessos da música sertaneja em versão operática. Serão apresentadas 18 canções, que inclui Jorginho do Sertão, primeira moda de viola gravada no Brasil, além de clássicos como Romaria, Amargurado, Boate Azul, Telefone Mudo e Estrada da Vida. "São grandes obras. É uma honra interpretar estas canções maravilhosas do meu Brasil."

Para documentar o projeto foi formatado um cenário especial, que recria uma casa de fazenda no palco. "É tudo muito particular. As portas se abrem e os músicos cantam na varanda", revela Nasar. Neste show, o artista estará acompanhado por nomes como Esdras Nunes (pianista e produtor musical), Gustavo Paulucci (violão e viola), Claudio Santos (contrabaixo), Vinicius Lima (bateria) e Maicom Nobrega (violão, guitarra e backing).

O DVD físico deve ser lançado em julho ou agosto deste ano. Logo depois, Nasar e sua banda irão promover shows baseados no novo trabalho. Até maio de 2019, o artista já tem 52 apresentações pré-agendadas. Ele pretende também fazer um show de lançamento em Rio Preto, com participações de artistas sertanejos. "Mas ainda não tem nada fechado."

O disco Raizeiros é o segundo trabalho de Nasar. O primeiro é o DVD Tempos e Lembranças, que reúne canções inéditas Bem Distante e Lua Bem Disposta, do compositor Alex Ayusso, e releituras de clássicas do sertanejo como Fio de Cabelo, que é apresentada com piano e voz e tem entrada de orquestra. O trabalho traz canções da MPB, como Amor Perfeito, de Roberto Carlos, e Tudo Passará, de Nelson Ned, além de clássicos líricos como Miserere, interpretada por Zucchero e Andrea Bocelli.

Para lançar o DVD Tempos e Lembranças e celebrar os 100 anos de música sertaneja de raiz, Nasar fez um show em setembro do ano passado, no Teatro Bradesco Bourbon Shopping, em São Paulo. O evento contou com a participação especial do cantor sertanejo Daniel, que cantou dez canções com Nasar no palco.

Com mãe musicista e tio músico profissional, Nasar começou a ouvir música com o pai aos cinco anos. Ele cresceu na zona rural e conta que teve o privilégio de ouvir na rádio de casa canções que falavam da realidade do campo e seus moradores. "Eu cantei, por exemplo, a canção Romaria no sítio para pedir chuva. A música era uma espécie de oração num momento em que não tinha como plantar por causa da seca."

Além disso, ele é barítono, apaixonado estudioso da música clássica. "Além de ser um dom, existe um sentimento. Neste cenário, quero divulgar e resgatar a história da música sertaneja raiz, que se perdeu, que é natural e houve uma evolução. Mas não vivo do passado. Eu conto uma história e um povo sem história, desaparece. O show não é modismo, é puro sentimento."

Serviço

Gravação do DVD do projeto Raizeiros, com o cantor Nasar. Nesta quarta-feira, 13, a partir das 21h, no buffet Manoel Carlos. Para convidados.

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso