Diário da Região

    • -
    • máx min
01/07/2018 - 00h30min

Mercado de trabalho

Mediotec está com inscrições abertas para 80 vagas

Mediotec está com inscrições abertas para 80 vagas em administração e desenvolvimento de sistemas; aulas serão na Etec Philadelpho Gouvêa Netto

Guilherme Baffi 29/6/2018 Estudante do segundo ano do ensino médio, Fernanda Alves Alencar ficou sabendo do curso pelo Facebook da Etec e já se inscreveu
Estudante do segundo ano do ensino médio, Fernanda Alves Alencar ficou sabendo do curso pelo Facebook da Etec e já se inscreveu

Estudar e ainda receber por isso. Esse é o mote do programa Mediotec, que oferece bolsa de até R$ 350 em um dos dois cursos técnicos oferecidos pela Secretaria de Educação e pelo Centro Paula Souza. São 80 vagas em administração e desenvolvimento de sistemas, que serão aplicadas na Etec Philadelpho Gouvêa Netto, à tarde.

Financiado pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC), o MedioTec tem como foco jovens de baixa renda. O valor da bolsa vai depender da frequência do aluno, podendo chegar até R$ 350. Com duração de três semestres, os cursos têm início no dia 23. Essa será a primeira turma do programa em Rio Preto.

Os interessados em uma vaga no programa devem ser alunos matriculados na segunda série do ensino médio da rede estadual de ensino. Não haverá provas, a classificação ocorrerá por meio de avaliação socioeconômica dos candidatos. Para se inscrever é preciso acessar o site www.educacao.sp.gov.br e preencher um formulário.

Para o diretor da Etec, Willians Pizolato, os dois novos cursos irão minimizar a demanda reprimida identificada por meio do vestibulinho. "O curso de desenvolvimento de sistemas, por exemplo, teve quatro candidatos por vaga, então atendemos 40 alunos, mas ficaram outros 120 sem atendimento. E na turma de administração foram oito candidatos por vaga", afirma.

Pizolato diz ainda que o ensino técnico possibilita que quando o aluno terminar o ensino médio na rede estadual, termina o técnico ao mesmo tempo. "Ele vai ter um ganho de um ano e meio na formação profissional, se preparando para o mercado de trabalho".

Estudante do segundo ano do ensino médio, Fernanda Alves Alencar, 17 anos, ficou sabendo do curso pelo Facebook da Etec e não perdeu tempo, já se inscreveu. Ela optou pelo técnico em administração por acreditar que possa auxiliá-la na hora de decidir por qual curso superior escolher. "Penso em cursar o técnico porque tenho vontade de fazer faculdade de administração. Mas também gosto de veterinária. O curso técnico vai ser bom para eu ter uma ideia de como é a administração".

Fernanda diz que a bolsa de até R$ 350 vai contribuir para que ela custeie as despesas do próprio curso. "Vou pagar o transporte e poderei comprar material de estudo. Quero me dedicar muito, além do que for ensinado na sala de aula".

Quem também fez a inscrição foi Vinicius Santana Alves, 16 anos. Morador de Potirendaba, o jovem acredita que o profissional especializado em nível técnico é mais valorizado. "Penso que o curso vai me capacitar para conseguir um trabalho na área que eu gosto, que é a de computação, tecnologia".

Atalho

Para quem está em busca do primeiro emprego ou de qualificação, os cursos técnicos podem ser um atalho. Pesquisa do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) aponta que 72% dos ex-alunos dos cursos técnicos conseguem trabalho no primeiro ano depois de se formarem e a renda média é de R$ 1,6 mil. Além disso, mais de 80% dos jovens brasileiros não têm acesso à universidade e a educação profissional pode ser um caminho para prepará-los para o mercado de trabalho.

Em empresas da região de Rio Preto, a média salarial para quem tem no currículo um curso técnico de desenvolvimento de sistemas é entre R$ 1,5 mil e R$ 1,7 mil. Para os profissionais técnicos em administração, a remuneração varia de R$ 1,1 mil a R$ 1,2 mil. "Os cursos técnicos geralmente são mais rápidos e com um forte componente prático, por isso funcionam como importantes ferramentas para auxiliar o jovem a conquistar seu primeiro espaço no mercado de trabalho. Mas, para conseguir a evolução na carreira é preciso que esse conhecimento inicial seja aprimorado no ensino superior e em outras formações, como pós-graduação, mestrado e doutorado", afirma Cristina Bertolino, gerente de Desenvolvimento Humano e Organizacional (DHO) da Shift.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso