Diário da Região

07/06/2018 - 22h00min

MEIO AMBIENTE

Confira as dicas de como poupar até R$ 1,2 mil por ano na conta da água

Com atitudes simples dá para gastar R$ 1,2 mil a menos por ano com a conta de água

Mara Sousa 7/6/2018 Rita de Cassia armazena água da máquina de lavar em um tambor e a reutiliza para lavar quintal e calçada
Rita de Cassia armazena água da máquina de lavar em um tambor e a reutiliza para lavar quintal e calçada

Sete atitudes simples e com investimento baixo podem render uma economia de R$ 1,2 mil em um ano na conta de água. Os cálculos levam em conta uma família de quatro pessoas que utilizam a tarifa de 20 mil litros do Semae, que custa R$ 74,20 por mês. O benefício maior, no entanto, não é financeiro, mas ambiental.

De acordo com a autarquia, o rio-pretense gasta em média 250 litros de água por dia, quando de 110 a 150 seriam suficientes, de acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU). "A gente estima que pelo calor de Rio Preto de 180 a 200 litros por pessoa por dia seria mais do que o necessário. Está bem mais alto", afirma Jaqueline Freitas Reis, gerente de operação e manutenção do Semae.

Quem dá aulas de economia em casa é a auxiliar administrativa Rita de Cassia Barbosa Jesus, 46 anos. Ela lava roupa apenas uma vez por semana e coleta a água da máquina em um grande tambor de 200 litros. "Como eu tenho cachorro e planta, quando vou precisar de água uso tudo para lavar calçada, garagem, urina. É uma coisa simples, mas que economiza muito", orienta.

Os ensinamentos sobre cuidados com a água ela passa para o filho adolescente, Paulo Cesar. "Não escovo dentes com torneira aberta, a gente procura tomar um banho rápido. Acho que se cada um fizesse sua parte a natureza agradeceria", afirma ela.

A estudante Camilla Liso, de 28 anos, também escova os dentes com a torneira fechada. "No banho, após terminar de lavar o cabelo desligo o chuveiro enquanto me higienizo e só ligo para enxaguar. Louça a mesma coisa, ensaboo tudo para depois fazer o enxague", conta. A água que cai do ar-condicionado é levada para as plantas da sacada. "Penso na nossa situação atual que está cada vez mais crítica e nas nossas futuras gerações, que poderão sofrer muito impacto se nada for feito."

Na casa de Rogério e Cecília Moura, engenheiro e pedagoga de 42 anos, a roupa também é lavada apenas uma vez por semana. "A água da máquina utilizamos para lavar as sacadas. No período das chuvas captamos a água em tambores plásticos para reutilizar para lavar o quintal e aguar plantas", enumera ele.

Jaqueline lembra que a água é um recurso finito, por isso suas fontes devem ser utilizadas com consciência. Com o esgotamento das minas, torna-se mais difícil e caro a busca pelo líquido. "Quanto mais usarmos de forma consciente e racional por mais tempo vamos ter disponibilidade de água de forma mais acessível para todos", diz.

Menos recursos

De acordo com dados do Semae, nos últimos anos tem chovido menos em Rio Preto. Foram 2.178,5 milímetros em 2015 ante 1.645 em 2017 - uma redução de 24,4% em dois anos. "Às vezes acontece de chover uma grande quantidade de chuva de uma vez só, mas ela cai e escorre de maneira muito rápida e não se infiltra na terra, consequentemente não reabastece os lençóis freáticos", pontua o engenheiro João Cesar Meneghelli, especialista em saneamento e professor dos cursos de engenharia e arquitetura da Unirp.

Atualmente, 25% da água de Rio Preto vêm da Estação de Tratamento. Outros 50% vêm do Aquífero Bauru e 25% são provenientes do Aquífero Guarani. "O mais profundo é o Guarani. Realmente há uma reserva de água muito grande. Como é muito profunda, essa recarga é muito lenta", explica o engenheiro.

Jaqueline lembra que são atitudes simples que ajudam a poupar água. "Fazem a diferença na conta do usuário e vai fazer uma diferença muito grande ao longo nos anos no conjunto todo do abastecimento."

Saneamento

Segundo a autarquia, a taxa de perda da água produzida é 28%, menor que a nacional, de 37%. O objetivo é reduzir esse índice de perda física e comercial para 20% nos próximos anos.

Rio Preto é uma das dez cidades com melhor saneamento básico entre os 100 maiores municípios brasileiros. O ranking é do Instituto Trata Brasil e foi feito com base em dados do Ministério das Cidades. Entre 2015 e 2016, Rio Preto se destacou pela ampliação do abastecimento de água e coleta de esgoto e, principalmente, pela queda de 8% nos prejuízos do faturamento.

Dicas

Confira sete dicas simples para economizar R$ 1.208,88 com a conta de água em um ano

** Os cálculos consideram uma família de quatro pessoas que faz parte da tarifa de 20 mil litros do Semae, que custa R$ 44,20

1 - Deixar a torneira aberta por cinco minutos durante a escovação dos dentes gasta 12 litros de água. Considerando que cada membro de uma família composta por quatro pessoas escova os dentes três vezes por dia, são 4.320 litros por mês. Se a torneira ficar fechada por esse tempo e o indivíduo apenas molhar a escova e enxaguar a boca com um copo de água consegue economizar pelo menos 11,5 litros - a família passará a utilizar 180 litros por mês, uma redução de 95,8%.

Economia: R$ 184,80

2 - Lavar o carro com mangueira durante 30 minutos gasta 560 litros de água. Fazendo isso uma vez por semana, totaliza 2.240 litros por mês. Utilizando-se um balde, são 40 litros semanais e 160 por mês - uma economia de 92,8%.

Economia: R$ 92,64

3 - Lavar a varanda e a calçada com a mangueira funcionando por 15 minutos consome 279 litros.

Se fizer isso quatro vezes por mês, são 1.116 litros. Se você varrer primeiro, reaproveitar a água que sai da máquina e apenas enxaguar com a água da mangueira por três minutos, o gasto cai para 55,8 litros semanais, ou seja, 223,2 por mês - 80% a menos.

Economia: R$ 39,84

4 - Regar as plantas por cinco minutos com a mangueira consome 93 litros. Supondo que isso é feito a cada dois dias, são 1.395 por mês. Usando-se um balde onde cabem 30 litros, são 450 litros mensais, uma queda de 67,7%.

Economia: R$ 42,12

5 - Um banho de ducha de 15 minutos com o registro meio aberto consome 135 litros de água. Considerando-se que cada membro de uma família de quatro pessoas toma um por dia, são 16,2 mil litros por mês. Ensaboando-se com o registro fechado e abrindo durante cinco minutos apenas para se enxaguar o consumo cai para 45 litros por banho, 5,4 mil por mês para a família toda. A redução é de 66,6%.

Economia: R$ 480,84

6 - Acionada por seis segundos, a descarga utiliza de seis a dez litros de água. Uma família de quatro pessoas saudáveis vai utilizar pelo menos 4, 8 mil litros por mês. Uma alternativa para diminuir esse gasto são as caixas acopladas com acionamento duplo, que dispensam, conforme o botão acionado pelo usuário, três litros de água (quantidade para limpar o vaso de resíduos líquidos) ou seis litros (para limpar o vaso de resíduos sólidos). Considerando-se o mesmo grupo familiar, o gasto com esse dispositivo é de 84 litros por dia com a descarga, 2.520 mil por mês. O investimento de uma caixa como essa parte de em média R$ 80 para reduzir em 47,5% os gastos com descarga.

Economia: R$ 101,52

7 - A torneira aberta gasta de 12 a 20 litros de água por minuto, ou seja, pode gastar 300 litros para lavar a louça durante 15 minutos - 600 litros considerando almoço e jantar. Levando em conta um mês, são 18 mil litros. Retire o excesso se sujeira dos pratos, talheres e copos e feche a torneira enquanto estiver ensaboando. Utilizar a água para enxaguar os utensílios durante apenas cinco minutos poupa 200 litros por lavagem, um total de 12 mil por mês - a família passa a gastar 6 mil litros, reduzindo em dois terços seu consumo.

Economia: R$ 267,12

REDUÇÃO DE GASTOS TOTAL NO ANO = R$ 1.208,88

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso