Diário da Região

08/05/2018 - 00h30min

EU NO MUNDO

Na Itália, o apaixonado por carro Guilherme conseguiu vaga na Lamborghini

Guilherme é apaixonado por carros e cursava engenharia mecânica em Rio Preto. Deixou o curso para realizar o sonho de trabalhar em uma grande montadora. Hoje é técnico mecânico da Lamborghini

Arquivo Pessoal Guilherme Bonjovani Lopes, 25, mora em Ravarino,
na Itália
Guilherme Bonjovani Lopes, 25, mora em Ravarino, na Itália

Apaixonado por carro, Guilherme Bonjovani Lopes, 25 anos, fez as malas e partiu para a Europa em busca de trabalhar para alguma montadora de renome. Cursava engenharia mecânica no Brasil e chegou sem emprego na Itália. Hoje é técnico mecânico da Lamborghini automobili. Mora em Ravarino, uma pequena cidade da província de Módena, no norte do país.

"Estou aqui desde janeiro de 2017, mas no começo morava em Módena, que é a maior cidade da região. Me mudei para Ravarino por ser mais perto do meu trabalho," diz o rio-pretense, que está transferindo os documentos da faculdade para terminar o curso na Itália. Ele mora com a mulher, Lívia Bianca Nunes Correia da Silva, 26 anos, também de Rio Preto.

Se no trabalho convive com a potência e o barulho dos motores da montadora italiana, na vizinhança a tranquilidade reina. Os poucos habitantes não são tão abertos quando encontram com estrangeiros, o que trouxe uma dificuldade inicial de adaptação ao casal. Com cerca de 5 mil habitantes, a cidade mantém clima interiorano.

"Eles ainda vivem como se fossem uma vila. Então você consegue ver as pessoas com mais idade sentadas nos banquinhos da praça para conversar, jogar cartas ou até mesmo só pra ver o movimento da rua. Sem contar que o meio de transporte mais utilizado aqui é a bicicleta," diz.

Tanta paz até assustou o casal. "Viver aqui é bom, mas um pouco entediante para quem estava acostumado à vida agitada de Rio Preto, já que a cidade é muito pequena e não tem muitos jovens aqui, só em Módena mesmo." Também na maior cidade estão as principais opções de lazer, com cinemas. teatro, parques e bares.

Guilherme diz que na política os italianos têm dificuldades semelhantes às dos brasileiros, com muitos escândalos e "palhaçadas". Em compensação, ele ficou surpreso com o poder de compra na Itália.

"As coisas básicas costumam ser muito baratas. Por exemplo, você acha anúncios de carro por 50 euros, alguns até de graça, só fazer a passagem dos documentos e sair andando. Uma boa compra no mercado pra nós dois nunca sai mais que 50 euros. Você consegue manter uma casa tranquilamente com um salário, sem a necessidade de se trabalhar 12h por dia."

Café em todas as horas

Como os brasileiros, italianos são apaixonados por futebol, praia e churrasco. Mas Guilherme lamenta que o churrasco deles não seja tão bom e variado quanto o nosso. Outra paixão em comum entre os povos é o café: tudo é desculpa para um cafezinho.

"Absolutamente tudo, o que nos leva a tomar uma média de cinco a oito cafezinhos ao dia sem nem perceber, pelo menos não antes de chegar em casa e não conseguir dormir," diz o jovem. Outra paixão, essa já conhecida mundialmente, é pelas massas. "Eles literalmente vivem à base de macarrão e massas em geral. Não é frequente ver um belo prato de carne como protagonista de uma refeição aqui."

A alimentação completa é feita por etapas. Primeiro vem a entrada, em que são servidos pães, queijos e embutidos, como presunto de Parma, salame, entre outros. Depois, o prato principal, quase sempre uma massa. O segundo prato é uma carne, geralmente de porco ou peixe. A seguir tem o contorno, com mix de vegetais cozidos ou batatas ou até arroz.

"Aí, quando você acha que acabou, eles chegam com a salada, seguida pela sobremesa, um shot de licor pra ajudar a digerir. E por último, mas não menos importante... o cafezinho. Não são como nós que fazemos um belo prato de arroz, feijão, um bife e salada."

Constrangimento

Algo que causou estranheza e até constrangimento ao rio-pretense foi o fato dos homens cumprimentarem-se com dois beijos no rosto na Itália. "Sem contar que eles começam a beijar pro lado direito e aí no Brasil se começa do lado esquerdo. É uma situação um tanto quanto embaraçante."

Desde que chegou à Itália, o jovem ainda não voltou ao Brasil - a mulher já veio. O casal agora planeja passar o Natal com a família em Rio Preto. "Voltar definitivamente para o Brasil eu não sei se volto, mas a vontade de ir pra aí com frequência existe e é grande."

Ravarino, Itália

  • Continente: Europa
  • Habitantes: 5,3 mil
  • Brasileiros no país: 72 mil
  • Distância até Rio Preto: 9,6 mil km
  • Fuso horário: 5 horas à frente

Curiosidades

  • A Itália é o país com mais propriedades registradas como patrimônio histórico da humanidade pela Unesco. São 53 (dois deles em Módena, vizinha de Ravarino).
  • A região onde fica a cidade de Ravarino, Emilia Romagna, é também onde estão Parma e Bolonha. É famosa pela produção de queijos e azeites.

Não deixe de...

conhecer:

  • Em Módena fica o museu Casa Enzo Ferrari, o fundador da escuderia de Fórmula 1 e da indústria automobilística.
  • O museu Luciano Pavarotti, que nasceu na cidade do norte do país.

provar:

  • O gnocco fritto, uma espécie de pastel, mas que é vazio por dentro e o recheio é colocado por fora.
  • O tortelini, massa originária da região de Módena e Bolonha, que pode ser servida com diversos recheios.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso