Diário da Região

14/05/2018 - 22h10min

Setentão

Senac Rio Preto completa 70 anos de atividades

Instituição de ensino rio-pretense completa 70 anos nesta terça-feira

Mara Sousa 14/5/2018 Hayleen Miranda consegue aplicar no trabalho o que aprendeu
Hayleen Miranda consegue aplicar no trabalho o que aprendeu

Há 70 anos, um novo local de aprendizagem era inaugurado na rua Tiradentes, em Rio Preto. A Escola Senac Paiva Meira iniciou as atividades em 15 de maio de 1948 com cursos voltados para a área do comércio: aspirante ao comércio, praticante do comércio e datilografia - nenhum existe mais. Sete décadas depois a área de comércio e serviços continua sendo a mais procuradas no Senac, com cursos como gestão da qualidade em processos, rotina e procedimentos da importação, analista fiscal e atitude empreendedora.

Desde então, a escola mudou para a praça Rio Branco e depois para seu atual endereço, na rua Jorge Tibiriçá, em 1960. Hoje oferece 107 cursos entre técnicos e livres. Os alunos destacam o fato de terem bastante contato com a prática durante a formação. "O Senac se preocupa com a questão do mercado de trabalho, que competências hoje o mercado exige. Antigamente era a técnica, o desempenho da função, mas hoje além disso o aluno precisa ter competências relacionadas a comportamento de trabalho em equipe, comunicação", diz Luís Carlos de Souza, gerente da unidade.

Por meio de parcerias com empresas e instituições, os alunos desenvolvem projetos práticos para exercitar o que aprenderam. A principal metodologia de avaliação não são provas, mas os resultados dos trabalhos.

Hayleen Miranda, gerente comercial e consultora de moda de 27 anos, está no último período da pós-graduação em gestão de marketing. Ela destaca os exemplos de experiências vividas pelos professores que ouve durante as aulas. Ela aplica as estratégias na empresa onde trabalha. "Para mim foi muito bom, todos os assuntos abordados me agregaram muito e consegui trazer para a minha realidade. Me tornei mais analista, presto mais atenção, consigo colocar as ações em prática."

Morador de Potirendaba, o gerente administrativo José Eduardo Ferrari, 27 anos, fez cinco cursos no Senac: técnico em administração, contabilidade geral, escrituração fiscal, Excel avançado e técnico em logística - depois do último, recebeu várias propostas de emprego e consegue controlar melhor o estoque e desempenho da empresa onde trabalha. Com o técnico em administração, aprendeu a se comunicar em público e venceu a timidez. "O método principal de avaliação são os trabalhos de conclusão de curso, sempre um projeto. Dá mais entendimento. Ver a teoria é uma coisa, na prática é muito diferente."

Liliane Amaral da Silva, maquiadora de 28 anos, conclui neste ano a formação técnica em estética. "Fiquei impressionada por tudo que o Senac tem para oferecer de cosméticos, a gente está tendo a oportunidade de conhecer tanta marca." Teliete Maisa Martins Bonifacio termina em outubro o curso de técnico em administração e espera administrar o ateliê da mãe. "É uma escola reconhecida e muitas pessoas indicaram", afirma.

Patrícia Foresto Moura, 37 anos, gerente de produção de doces, participou com a irmã da primeira turma do curso técnico em nutrição e dietética. Depois vieram o básico e técnicas avançadas de gastronomia, confeitaria e cozinha internacional. "Os cursos rápidos são excelentes oportunidades para se atualizar e ampliar conhecimentos na área."

O gerente Luís Carlos destaca que a procura por cursos voltados para as áreas da saúde, segurança do trabalho e gastronomia também tem crescido. "A gente está fazendo uma série de adaptações nas nossas salas de aula e os professores e funcionários estão recebendo capacitação para trabalhar nesse novo modelo", diz. "Isso muda muito a cara daquela escola mais tradicional. A forma de desenvolver aprendizagem com os alunos mudou muito e essa tem sido uma grande prioridade no nosso trabalho", garante.

Bolsas

O Senac oferece dois tipos de bolsas: gratuidade e responsabilidade social. Para concorrer, é preciso que cada membro da família ganhe no máximo até dois salários mínimos. No primeiro o aluno não paga nada para fazer cursos com carga horária igual ou acima de 160 horas. Já no segundo as bolsas são de 50% a 100% e os cursos precisam durar menos que 160 horas. As inscrições podem ser feitas no site www.sp.senac.br/bolsasdeestudo.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso