Diário da Região

11/04/2018 - 00h05min

Quarentão tricolor

Meio-campista Souza participa da Feijoada do São Paulo em Rio Preto

Atração na Feijoada do São Paulo em Rio Preto, Souza recorda bons momentos e crítica diretoria

Divulgação Souza diz que São Paulo errou ao demitir Ceni e enalteceu
Souza diz que São Paulo errou ao demitir Ceni e enalteceu "Corinthians inteligente" pela transição Tite/Carille

O meio-campista Souza viveu seu momento áureo na carreira com a camisa do São Paulo. Campeão paulista, duas vezes brasileiro, da Libertadores e do Mundial de Clubes. Aos 39 anos, porém, vai para segunda temporada como jogador do Brasiliense-DF, acaba de ser vice-campeão candango e não descarta entrar para o time dos 'quarentões' da bola caso seu time consiga o objetivo de acesso à Série C do Brasileiro. "Eu meio que tinha parado de jogar profissionalmente, aí no ano passado veio convite, fui o melhor jogador do campeonato, campeão com o Brasiliense que amargava um jejum de quatro anos. Gostei e resolvi seguir mais um ano. Estou seguindo a carreira enquanto a perna estiver obedecendo a cabeça", disse Souza. "Na vida, a gente é movido por desafios, metas. E subir para Série C é a meta que a gente tem. Se der tudo certo a gente vai seguir ainda mais no futebol."

Willamis de Souza Silva será uma das presenças vips da 2ª edição Feijoada Tricolor, que será realizada no sábado, 14, na Mansão Bifano, a partir das 13 horas, em Rio Preto.

Sempre brincalhão e descontraído, Souza conta que trocou sua residência de Maceió para Porto Alegre, cidade onde conheceu sua esposa no período em que defendeu o Grêmio. "A última palavra é minha. Não senhora, sim senhora, e ela me deu três opções. A gente casa e mora em Porto Alegre, Porto Alegre ou Porto Alegre, daí escolhi lá", disse o armador.

Souza comentou sobre o momento difícil do São Paulo. O Tricolor não ganha um título de expressão há dez anos, quando foi campeão brasileiro. "É um momento de transição. Na conquista do último Paulista eu estava lá, 2005. Durante cinco anos o São Paulo mandou nos campeonatos que disputava. Dai trocou gestão", disse Souza, que apostava suas fichas em Rogério Ceni. "O que é que mudou com a saída do Rogério Ceni? As coisas continuam do mesmo jeito. Ele foi para outro clube e já disputou uma final (Ceni foi vice-campeão cearense com o Fortaleza). No momento que o São Paulo mais estava crescendo foi vendendo jogador. E no futebol é mais fácil trocar uma peça ao invés de 28, 30 atletas. O São Paulo trocou de treinador muitas vezes na ultima década e sempre teve caras com muito tempo de trabalho, casos do Muricy Ramalho, do Telê Santana."

A melhora do São Paulo apresentada na semifinal do Paulistão, eliminado pelo campeão Corinthians nos pênaltis, não foi o bastante para Souza. "Ainda não vejo um time com a cara de ser campeão. Um clube inteligente nisso foi o Corinthians que antes da saída do Tite fez uma transição, o Carille montava a defesa do Tite, que saiu e deixou um sistema montado. Por isso ganhou títulos."

 

Má fase do clube derruba arrecadação

Eliminado nas semifinais do Campeonato Paulista, o São Paulo é o grande com pior balanço financeiro no Estadual deste ano, em comparação ao torneio do ano passado. O clube do Morumbi viu as suas médias de público e arrecadação caírem 40% e o lucro por partida ser em média quase a metade que no Paulistão do ano passado, quando também caiu na semifinal. Para os nove jogos em casa no Estadual deste ano, o São Paulo vendeu 158,6 mil ingressos, uma média de 19,8 mil por jogo. Bem abaixo da média de 33,3 mil torcedores que assistiram às também nove partidas do clube tricolor no Morumbi em 2017, impulsionados pelas contratações de Lucas Pratto e pelo ídolo Rogério Ceni no comando tricolor.

O Morumbi esvaziado em alguns jogos deste ano, como na vitória por 3 a 1 sobre o Red Bull Brasil em que o estádio registrou menos de 10 mil pagantes, contrasta com o fim da temporada anterior, em que o São Paulo registrou os cinco maiores públicos do Brasileirão na reta final do torneio, mesmo correndo o risco de ser rebaixado.

O São Paulo também registrou neste ano uma redução de 40% na arrecadação das partidas. No Estadual de 2017, o clube tinha renda bruta de R$ 904 mil, em média, por partida. Neste ano, o valor registrado é de R$ 547 mil. Já a renda líquida média por jogo caiu quase pela metade: 591 mil em 2017 e neste ano foi de R$ 317 mil. (Agência Estado)

O cavalo que comia picanha

Em sua passagem vitoriosa pelo São Paulo, Souza aponta o título da Libertadores de 2005 como a principal conquista - superando até o Mundial naquele mesmo ano em final contra o Liverpool. "Foram anos de muita alegria, e eu tive participação importante na Libertadores", disse Souza.

O bi da Libertadores quase veio em 2006, quando o Tricolor perdeu a final para o Inter-RS. Na classificação à semifinal, Souza ganhou um cavalo do presidente Juvenal Juvêncio. Presente que se desfez pouco tempo depois. "Aquele cavalo deu prejuízo, deixei no haras de um amigo e quando vi estava devendo mais que ele valia. Devia estar comendo picanha. Vendi em um leilão", recorda Souza.

Além de Souza, o evento beneficente terá os ex-jogadores Fabão, Cicinho, Aloísio, Vitor e Elivélton. O ingresso da Feijoada custa R$ 100 e a renda será revertida à Santa Casa de Rio Preto, Santa Casa de Nova Granada, Fauna Protetora de Animais e AL-14. (OJ)

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso