Diário da Região

06/04/2018 - 20h09min

CASA FRESCA

Soluções de arquitetura permitem temperaturas mais agradáveis nos ambientes

Confira dicas de profissionais da área para não errar nas escolhas

Rafael Renzo/Divulgação Projeto assinado pelo design de interiores Bruno Carvalho valoriza o uso de janelas e portas, além de pé direito duplo. Esses elementos ajudam a melhorar a temperatura no interior da residência
Projeto assinado pelo design de interiores Bruno Carvalho valoriza o uso de janelas e portas, além de pé direito duplo. Esses elementos ajudam a melhorar a temperatura no interior da residência

Nada melhor do que chegar em casa e ter um ambiente fresquinho para descansar depois de um dia intenso. Mas, para ter temperaturas mais agradáveis é preciso uma ajudinha da arquitetura, que começa antes mesmo de iniciar o projeto.

A arquiteta Bárbara Jalles Guimarães diz que o primeiro passo é fazer um estudo do local. "O primeiro ponto é estudar como está a incidência solar sobre esse projeto, em cima disso projetar todas as aberturas", explica.

Para a arquiteta Anna Júlia Nassar, a preocupação com o conforto térmico também deve começar ainda no início do projeto. "O correto posicionamento da casa no terreno, a correta localização das aberturas e um estudo básico do regime de ventos da região já resolvem boa parte do problema."

Entre os materiais para a construção, Anna Júlia destaca as telhas claras, que absorvem pouco calor e ajudam a manter a temperatura mais agradável. "Piso porcelanato claro também colabora para a temperatura ficar mais baixa. Jardins no terraço ajudam para a redução do calor. Elementos vazados como cobogós também ajudam na ventilação", recomenda.

O arquiteto Leonardo Junqueira orienta que o projeto tenha ventilação cruzada, onde as aberturas e janelas permitam que o ar circule pela casa de forma natural, refrescando o ambiente. Além da ventilação, o arquiteto lembra que o tijolo é muito importante para equilibrar a absorção térmica. "No Brasil, contamos com a vantagem da utilização do tijolo, que é um material muito conveniente quando falamos de carga térmica. Durante o dia ele isola e à noite mantém o calor dos ambientes."

Por outro lado, se você já tem um imóvel pronto e precisa de soluções para amenizar a temperatura no interior da residência, Bárbara diz isso é possível com o uso de materiais, como cortinas. "Em ambientes muito quentes deve-se evitar o uso de couro e investir em pisos frios. Existem muitas possibilidades de materiais na parte de cortinas, persianas para ajudar", diz.

Pé direito 

O pé direito - altura entre o piso e o forro - também pode influenciar muito na temperatura dos ambientes. Bárbara diz que o pé direito mais alto ajuda, principalmente quando se pensa em grandes vãos. "Se a gente tem um pé diteiro maior, nós vamos ter aberturas maiores, porta maior e consegue, por exemplo, ter uma ventilação que vem de cima. Isso pode ajudar muito na ventilação geral do ambiente", explica a arquiteta.

Anna Júlia recomenda uma altura mínima de 2,30 metros. Ela afirma que rebaixar o teto só é recomendado quando se quer uma iluminação embutida ou esconder algo, caso contrário a indicação é o pé direito maior com uma iluminação convencional.

"O pé direito adequado varia com a região. Para regiões de clima quente, sempre recomendo pé direito mais alto, o que facilita a troca térmica, enquanto que em regiões mais frias, o pé direito menor torna mais fácil de se manter a carga térmica, e ao mesmo tempo aquecê-lo com o uso de menor quantidade energética", explica Junqueira.

Vidros, portas e janelas

É preciso muito cuidado com as portas e janelas de vidro. Junqueira explica que as grandes áreas envidraçadas são bem-vindas quando a fachada recebe pouco sol, aumentando a incidência de claridade nos ambientes, sem acréscimo de carga térmica. Por outro lado, também podem aumentar essa carga térmica em regiões muito quentes, como é o caso de Rio Preto, necessitando assim de equipamentos de refrigeração para manter o ambiente em uma temperatura agradável.

O design de interiores Bruno Carvalho recomenda o uso de portas pivotantes. "São excelentes para a ventilação natural, além de favorecer na decoração do ambiente, pois têm modelos lindos", diz.

Bárbara ressalta que a quantidade de portas e janelas deve também fazer parte do estudo do projeto. "Se eu coloco muitas portas e janelas de um lado que bate muito sol, isso vai ser um problema. Por isso, é primordial procurar um especialista no assunto, fazer um estudo e não simplesmente projetar", alerta.

Cores

As cores das paredes internas pouco influenciam na temperatura do ambiente, segundo Junqueira, pois a carga térmica é fornecida pelo sol. Já as cores das fachadas podem fazer muita diferença. "Cores mais claras refletem a luz solar, diminuindo o aquecimento das alvenarias, e cores mais escuras aumentam a absorção de calor", explica.

As cores dos tecidos de cortinas, por exemplo, também podem ajudar ou piorar a sensação de calor. Segundo Bárbara, quando as cores são escuras ajudam na não incidência de luz solar.

Soluções sustentáveis

Você sabia que já é possível criar projetos que dispensem o uso do ar condicionado? Parece um sonho imaginar uma casa fresca sem ter que gastar energia elétrica, que está cada dia mais cara e mais difícil de ser produzida. "Soluções arquitetônicas inteligentes, como uma boa implantação do edifício que permita que as fachadas recebam a quantidade de luz equilibrada, fugindo do calor da tarde, permitindo boa ventilação e beirais que protejam as fachadas e janelas da luz direta do sol tornam a arquitetura menos dependente de ar condicionado", explica Junqueira.

Anna Júlia recomenda o conforto verde. "A vegetação pode e deve ser usada para melhorar o microclima da sua casa. Os espelhos d'água também são elementos paisagísticos que contribuem para o conforto térmico." V&A

Serviço

Anna Júlia Nassar, da AJ Arquitetura e Interiores, em Rio Preto, (17) 99713-3264

Bárbara Jalles Guimarães, arquiteta, em São Paulo, (11) 3063-1842,

www.barbarajalles.com.br

Bruno Carvalho, design de interiores, www.brunocarvalhodesign.com.br

Leonardo Junqueira, arquiteto, em São Paulo, (11) 3088-7578,

wwww.leonardojunqueira.com.br

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso