X

Diário da Região

07/03/2018 - 00h30min / Atualizado 06/03/2018 - 19h44min

Painel de Ideias

Wakanda para sempre

Pantera Negra, o qual tive o prazer de acompanhar a sessão, vem sendo aclamado pelo público não à toa, já que apresenta impressionante fotografia, figurino, efeitos e um roteiro que foi especialmente trabalhado nas referências e reflexões

Divulgação Anna Claudia Magalhães | annamagalhaesc@gmail.com
Anna Claudia Magalhães | annamagalhaesc@gmail.com

Na semana passada fui ao cinema assistir a um filme de super-herói. Parece coisa de criança, mas eu fui obrigada a admitir que esses filmes carregam, além da carga de emoção de toda pirotecnia e efeitos especiais envolvidos, roteiros que nos trazem referências importantes e reflexões relevantes. O filme Pantera Negra, o qual tive o prazer de acompanhar emocionada a sessão, vem sendo aclamado pelo público não à toa, já que apresenta impressionante fotografia, figurino, efeitos e um roteiro que foi especialmente trabalhado nas referências e reflexões. A história do rei que se transforma em uma pantera negra para combater os inimigos reflete delicadamente problemas políticos e sociais da vida real.

O reino de Wakanda onde vivem os panteras negras e demais povos, trata-se de uma nação que foi apartada do resto do mundo. São conhecidos em sua cultura e história como um povo subdesenvolvido, quando, na verdade, carregam tradições e criam estratégias para a preservação e desenvolvimento de seu precioso legado. O que protege a potência e a força da população de Wakanda é justamente ser ignorada pelas nações que se consideram superiores, além de claro, a autopreservação promovida por seus heróis, reis e rainhas, exércitos treinados por gerações e uma sociedade organizada para se fortalecer por meio de sua própria cultura.

O enredo traz em si uma complexidade encantadora, a relação que se pode fazer da história da nação de Wakanda com a história da Diáspora Africana é uma reflexão bastante importante trazida para o cinema e para o mundo dos super-heróis. Podermos discutir dentro do entretenimento algo pouco discutido que são as consequências desse fenômeno sociocultural, a Diáspora Negra, é importante para todos nós como cidadãos no entendimento da nossa história e da organização da nossa sociedade e no desenvolvimento do nosso senso crítico.

Só que, na verdade, o meu primeiro impacto e emoção na sala de cinema, foi o de pela primeira vez assistir a um filme em que praticamente todas as personagens principais eram negras. Por toda minha vida não foi essa a imagem de super-herói a que fui apresentada, o que obviamente refletiu na maneira como eu os enxergava. E o que são os heróis? Para todos nós desde a infância os heróis são pura e simplesmente a representação daqueles que nos salvam, nos protegem e nos direcionam. Os heróis vivem em nosso imaginário como o humano que pode nos representar nos momentos importantes. E foi gratificante para mim ver que chegamos ao ponto em que eu, como pessoa negra, posso me identificar com essa representação.

Senti exatamente essa sensação quando tive também o prazer de assistir a um amigo defendendo uma pesquisa importante sobre as questões raciais em relação a linguagem e, consequentemente, recebendo o título de mestre pela mesma instituição pública na qual eu me formei. Sabemos por dados e pela nossa vivência que as pessoas negras são minoria nesse tipo de Instituição e esses momentos são bastante significativos. Ontem, diante da banca, o amigo Dani Lu foi meu herói. Os espaços estarem caminhando para uma ocupação diferente e as representações estarem mudando, seja nas salas dos cinemas ou nas salas de aula, nos dão esperanças de um mundo mais igualitário que constrói pontes e não divisões.

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso