Diário da Região

05/03/2018 - 23h31min / Atualizado 05/03/2018 - 23h31min

Cartas do Leitor

Pedido à Prefeitura

Penso que a avenida Getúlio Vargas é um importante acesso de ligação a diversos bairros como São Francisco, Estoril, Tangará, Ouro Verde. Também BR-153. um importante atacarejo, Vila Azul. Esta avenida se liga à avenida Potirendaba e à avenida Benedito R. Lisboa (Linhão).

Achei interessante e inexplicável o fato dela ter sido recapeada pela metade ou seja, não dá para entender.

Buscando o entendimento, peço à Prefeitura via secretaria responsável, que esclareça o porquê desta meação. O correto seria recapear a avenida toda, considerando que a metade não recapeada encontra-se com o pavimento asfáltico bastante deteriorado.

Wéliton de Oliveira, Rio Preto.

Intervenção

Apesar dos pesares que acontece hoje em nosso país, será que precisamos da forças das armas para termos a vida digna que todos nós merecemos e almejamos para nossos filhos, netos...

Cada um colhe o que planta e hoje colhemos os frutos de nossa omissão, de nossa subserviência, de nossa cumplicidade, de nosso comodismo, de nosso desinteresse, descompromisso em colhermos informações sobre aqueles que elegemos para cuidar de nossos interesses comuns, de nossa casa, de nosso bairro, de nossa cidade, de nossa estado, de nossa pátria, nosso país...de nosso planeta.

Perdemos horas no preparo da festa de Natal, sem lembrarmos do verdadeiro protagonista da festa, perdemos tempo preparando a festa de inicio de ano sem atentarmos verdadeiramente em fazer uma análise profunda nos erros cometidos no ano que se finda para que estes não se repitam no que se inicia. Roupa de cor branca, amarela, azul, etc, mas e nova roupagem nas atitudes a serem mudadas?

Perdemos tempo na confecção das fantasias para o carnaval. Mas e a confecção da roupagem quando acabar a grande festa e descobrirmos o carnaval que se transformou a fantasia de nossa vida?

Hoje damos tanta atenção aos fatos que circulam em volta dos acontecimentos da cirurgia do dedo mindinho do pé de um atleta, mas não nos atentamos e ou não nos interessamos ao que de fato acontece e é de interesse comum. Mais de 13 milhões de desempregados que têm a responsabilidade no sustendo familiar. Estes mesmos milhões que diminuirão o consumo e consequentemente diminuirão a demanda de produção e que num efeito cascata, fecharão novas portas de emprego. Inflação que anda em trote, mas que pelo andar da carruagem aumentará em um galope.

E enquanto discutimos os lances do Big Brother, a carruagem passa e não percebemos o que acontece nos bastidores do espetáculo que teimamos em não assistir, sob a retórica de não gostarmos de teatro de horror. Enquanto isto, os protagonistas riem o riso que era nosso, levam o sorriso e deixam somente a tristeza do que poderia ser feito sem nada ter acontecido diante do que foi prometido.

Como será o amanhã, quem sabe somos nós. Deus coloca em nossos caminhos todas as oportunidade, ferramentas para que este amanhã seja um novo alvorecer, mas só depende de nós que ele realmente brilhe.

Jair Barboza dos Santos, Rio Preto.

Polícia Federal

Em seu primeiro dia à frente do novo Ministério Extraordinário da Segurança Pública, o ministro Raul Jungmann decidiu mexer no comando da Polícia Federal, nomeando Rogério Galloro no cargo de diretor-geral da corporação.

Galloro é filho dos votuporanguenses Antônio Galloro e Raquel Viana, filha de Deocleciano de Souza Viana Filho, ex-vereador, que dá nome à praça da Câmara Municipal. Cresceu no seio de uma bem estruturada família, um jovem dinâmico, íntegro, com espírito público e que não medirá esforços para oferecer à sociedade brasileira o que ela realmente deseja e necessita.

Quero, aqui, reconhecer publicamente a competência extremada desse jovem que acaba de ser empossado diretor-geral da PF. E assegurar que o meu gabinete em Brasília estará ao seu lado nesse desafio gigantesco, pois somos testemunhas do seu comprometimento com a segurança pública. Sua gestão será pautada na garantia do pleno atendimento das demandas brasileiras. Parabéns e muito sucesso!

Sinval Malheiros, Catanduva.

Resposta

Resposta da seguinte matéria, veiculada em 03/03: "Presos tinham celular no estômago". A Secretaria da Administração Penitenciária informa que, no dia 26/02, após o comportamento estranho de um preso da Penitenciária "Luis Aparecido Fernandes" de Lavínia II durante o procedimento padrão de revista nas celas, o detento foi encaminhado ao aparelho de escaner corporal para revista individual. Após passar pelo aparelho foi constatada a presença de um objeto em formato de aparelho de micro celular escondido em seu corpo.

Já no dia, 22/02, um preso que estava dando entrada na unidade, proveniente da Penitenciária "Zwinglio Ferreira" de Presidente Venceslau I, foi submetido aos procedimentos de vistoria de praxe para inclusão na penitenciária. Ao ser submetido ao detector de metal o aparelho acusou a presença de objeto metálico e, após ser encaminhado ao Scanner Corporal, foi verificado que o detento estava com um objeto metálico, de forma não identificada, escondido dentro de seu corpo.

Em ambos os casos os presos foram atendidos por médico da Unidade para tentar um procedimento não invasivo para expelir os objetos, no entanto, sem êxito, verificado tratar-se de caso cirúrgico, sendo então encaminhados para o Hospital Estadual de Mirandópolis.

No Hospital Estadual de Mirandópolis foram realizados os exames de Raio-X e procedimentos necessários. Em 01/03 foi realizado Laparotomia Exploradora em ambos os detentos e localizado em um deles um aparelho de micro celular e no outro pedaços de fios elétricos enrolados. Os dois homens permanecem internados para recuperação dos procedimentos cirúrgicos e se encontram em bom estado de saúde. Foi instaurado Procedimento Apuratório Disciplinar e Preliminar na unidade para averiguação do ocorrido.

Assessoria de Imprensa da Secretaria Estadual de Administração Penitenciária, São Paulo.

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso