Diário da Região

10/03/2018 - 18h55min / Atualizado 10/03/2018 - 18h55min

Rio Preto em Foco

Arprom, 50 anos de história

Associação Rio-pretense de Proteção ao Menor foi criada pelo então juiz de Direito Silvio Irineu Berdnarski com a finalidade de oferecer aos menores da cidade emprego, assistência moral e espiritual, educação escolar e alimentação; trabalho já foi elogiado até pelo Rei Pelé

Jaime Colagiovanni Silvio Berdnarski observa Pelé durante visita do jogador à sede da associação, em 1969; na ocasião, craque da Seleção disse que projeto deveria ser copiado no Estado
Silvio Berdnarski observa Pelé durante visita do jogador à sede da associação, em 1969; na ocasião, craque da Seleção disse que projeto deveria ser copiado no Estado

Fundada em 24 de outubro de 1967, pelo juiz de Direito da 3ª Vara e de Menores Silvio Irineu Berdnarski, a Arprom (Associação Rio-pretense de Proteção ao Menor) nasceu com a finalidade de oferecer aos menores da cidade emprego, assistência moral e espiritual, educação escolar e alimentação. Principalmente aos mais carentes.

Com suas fardinhas e quepe em cor azul, os menores se espalharam pelos estabelecimentos comercias da cidade. Seu primeiro presidente foi Adelino Alves, de 1967 a 1968. Rio-pretenses ilustres também foram presidentes, como o advogado e professor Waldemiro Naffah, de 1968 a 1969; o médico e ex-vice-prefeito Lineu de Alcântara Gil, de 1969 a 1970; o também médico e escritor Wilson Daher, de 1972 a 1973; o advogado e ex-vereador Armando Casseb, de 1973 a 1975; e o advogado, economista e contabilista José Vitor Medina, de 1976 a 1977, entre outros.

Em 1967, o prefeito Lotf João Bassitt cedeu, em regime de comodato, um prédio municipal na esquina da rua Voluntários de São Paulo com a rua Delegado Pinto de Toledo, no centro da cidade. A primeira turma foi de 50 meninos, na faixa etária de 12 a 14 anos. Eles foram selecionados entre os carentes que frequentavam as praças centrais da cidade. Na década de 1980, a entidade já contava com 450 menores efetivos.

Na gestão do prefeito Manoel Antunes foi adquirido um terreno e a construção da sede atual, na rua Prudente de Morais, 3308, inaugurada pelo próprio prefeito, em dezembro de 1988. Foi então elaborada uma lei específica, dando à Arprom os direitos de uso em regime de comodato pelo período de 50 anos.

Na década de 1990, a associação já ultrapassava 700 adolescentes, agora na faixa etária de 14 a 17 anos e onze meses, e precisou se adaptar ao recém-criado Estatuto da Criança e do Adolescente.

A força de Silvio Berdnarsk era tanta que, em 1969, ele conseguiu convencer o Rei Pelé a visitar a entidade. Convite feito, convite aceito. Dia 1º de maio de 1969, o "Rei" foi categórico ao aplaudir as atividades da entidade, afirmando que a iniciativa deveria ser imitada por outras cidades do Estado. Até pegou emprestado um trompete de um dos meninos e arriscou algumas notas.

No terceiro aniversário da entidade, em 1970, o então presidente Lineu de Alcântara Gil, na presença do prefeito Adail Vettorazzo e inúmeras autoridades, inaugurou a biblioteca - doada pelo empresário e dono da Circular Santa Luzia Joaquim Estrela Maia - , o consultório dentário, a barbearia e sala dos instrumentos musicais. Para abrilhantar a festa, foi convidado o conjunto "The Cats", liderado por Toninho Cury, que tinha como guitarrista o futuro prefeito Valdomiro Lopes da Silva Júnior. Mais uma vez, para a posteridade, estava lá as lentes da Cometa Filmes.

 

Rua voluntários nos anos 1970

A rua Voluntários de São Paulo é uma das principais vias da área central de Rio Preto. Até o início do século 20 chamava-se Antônio Olympio. Neste trecho em destaque nas fotos, localizado entre as ruas Marechal Deodoro e Delegado Pinto de Toledo, do lado direito está instalado o prédio do Fórum e a Praça Rio Branco. Na esquina com a rua Delegado funcionava o antigo prédio da Arprom.

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso