CurtasÍcone de fechar Fechar

Curtas


    • São José do Rio Preto
    • máx min

Governar que é bom... - Desde a véspera da data em que se tornou presidente nacional do PSDB, no dia 8 de dezembro do ano passado, o governador e presidenciável Geraldo Alckmin passou a participar de eventos partidários realizados durante o horário de expediente. Os compromissos foram omitidos de sua agenda oficial e também não foram divulgados pela sigla, segundo o jornal "O Estado de S. Paulo".

Resposta - O presidente da Associação dos Guardas Municipais de Rio Preto, Alexandre Montenegro (foto), rebateu o vereador Renato Pupo (PSD) sobre o fato de ser filiado ao PSB. "Mais que ter sido candidato, sou cidadão, luto por meus direitos e pelos direitos da classe que represento. Espero apenas que o delegado disponha sua energia com trabalho na presidência da CPI, provando a nós sua imparcialidade", disse Montenegro.

No tribunal - O prefeito de Rio Preto, Edinho Araújo (MDB), virou alvo de denúncia no Tribunal de Justiça por crime de responsabilidade. Ele é acusado de descumprir, no início do ano passado, lei que obriga a Prefeitura a publicar o valor de anúncios publicados em jornais. O caso chegou a ser investigado no Ministério Público e arquivado pelo promotor Carlos Romani. Agora foi parar no TJ, em São Paulo.

Não parou - Articulação para aumentar o salário do prefeito Edinho Araújo - que por tabela eleva o teto do funcionalismo municipal, beneficiando servidores com salários congelados -, começa a ganhar apoio de vereadores. Há quem defenda reajuste de 3%, tal qual o que foi concedido a servidores. Atualmente, o prefeito recebe R$ 15,3 mil. Nesta semana, Edinho disse que a discussão sobre o aumento de seu salário "não é oportuna".