Diário da Região

08/03/2018 - 00h23min / Atualizado 08/03/2018 - 00h23min

Coluna do Diário

Pupo sugere renúncia coletiva na CPI da Guarda

Com a isenção colocada em xeque, vereador também questiona neutralidade de Pauléra e Marinho

Vinícius Marques 6/3/2018 Pauléra sentado ao lado de guardas municipais durante a tumultuada sessão de terça-feira: gesto foi questionado por Pupo
Pauléra sentado ao lado de guardas municipais durante a tumultuada sessão de terça-feira: gesto foi questionado por Pupo

Acusado de falta de isenção para presidir a Comissão Parlamentar de Inquérito que apura irregularidades no comando da Guarda Municipal de Rio Preto, o vereador Renato Pupo (PSD) admitiu nesta quarta-feira, 7, que deixa o cargo desde que os outros dois integrantes da CPI, Paulo Pauléra (PP) e José Carlos Marinho (PSB), façam o mesmo.

A decisão de Pupo em permanecer na comissão, mesmo sendo do mesmo partido do diretor da Guarda e do secretário de Trânsito e Segurança, a quem a corporação é subordinada, foi o pano de fundo para uma discussão que terminou em baixaria durante a sessão de terça-feira na Câmara, com troca de acusações e xingamentos entre ele, Pauléra, Marinho e Marco Rillo (PT).

O vereador do PP, que pediu a abertura da CPI, tem ao seu lado os guardas que fizeram a denúncia, representandos pela associação que defende a categoria. Parte desses guardar assistiu à sessão e Pauléra se sentou ao lado do grupo nas galerias.

"Se me falta isenção, também falta ao Marinho, que é do mesmo partido do autor da denúncia, e ao Pauléra, que foi se sentar ao lado dos guardas que vieram ontem (terça) à sessão", argumenta Pupo ao propor a renúncia dos três e um novo sorteio para escolha dos substitutos.

A denúncia que levou Pauléra a pedir a CPI é do presidente da Associação dos Guardas Municipais, Alexandre Montenegro, que foi candidato a vereador pelo mesmo partido de Marinho nas eleições passadas. Montenegro chegou a pedir o impedimento de Pupo para participar da CPI, que foi negado pela Presidência da Câmara.

Marinho recusou a proposta. "E sou contra o Pupo sair. Vai ser um prazer participar da comissão com ele", ironizou. "Agora, não sou eu que diz que ele não tem isenção, mas os próprios guardas. Ficando, ele vai poder provar que é isento", afirmou ainda Marinho.

A Coluna tentou falar com Pauléra no início da noite desta quarta, 7, mas ele não atendeu o celular.

Frase:

"Primeiro é preciso ver quem serão os candidatos. A fase ainda é de viabilização de candidaturas"
Eleuses Paiva, vice-prefeito licenciado de Rio Preto e pré-candidato a deputado federal pelo PSD, ao ser questionado nesta quarta, 7, com quem ele vai dobrar na cidade para deputado estadual, apesar de o vereador Renato Pupo, do mesmo partido, já dizer que a candidatura dele a estadual é irreversível

Na Rede

Reprodução/Facebook

Só mais uma

Pela segunda vez, o jornalista Júlio Cezar Garcia, assessor na Secretaria de Saúde, foi às redes sociais para cutucar os vereadores e pela segunda vez os vereadores foram ao governo reclamar dele. O gabinete do prefeito Edinho Araújo (MDB) mandou avisar o jornalista que na terceira ele está fora do governo. Da cota do vice-prefeito Eleuses Paiva (PSD), Júlio Garcia elogiou reportagem do Diário sobre a baixaria que foi a sessão de terça-feira.

Polêmica certa

O presidente da Assembleia Legislativa, Cauê Macris (PSDB), disse que é contra a legalização da maconha, mesmo assim pergunta no Facebook a opinião de seus seguidores. É um tema que rende. Até a tarde desta quarta, 7, havia recebido mais de 800 comentários. Muita gente contra, mas também uma boa parcela a favor.

Um só

Responsável pelo Museu de Arte Primitivista "José Antônio da Silva", o professor e jornalista Romildo Sant'Anna usou a tribuna da Câmara de Rio Preto no final mês passado para falar da importância do pintor e aproveitou para convidar os vereadores a visitarem o museu. Só Pedro Roberto (PRP) atendeu ao convite. Romildo registrou a visita na rede (foto).

Ambulante

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico informou em nota que orientou o vendedor ambulante Ronaldo Santos sobre a necessidade de se regularizar na Prefeitura antes trabalhar nas ruas de Rio Preto. "Após diversas notificações, não houve outra alternativa que não a abordagem", diz a nota em resposta a vídeo em que fiscais tentam recolher os produtos de Santos, que ganhou repercussão nas redes sociais.

Notas

Guilherme Baffi 7/3/2018 LUIZ CAPUTO DA IGREJA SAO JUDAS TADEU
LUIZ CAPUTO DA IGREJA SAO JUDAS TADEU

Começou mal

O presidente interino da Emurb, Angelo Bevilacqua, respondeu apenas parte da lista de questionamentos da CPI da Emurb sobre a licitação da Área Azul digital. A comissão perguntou, por exemplo, quando teve início o processo de elaboração do aplicativo. Resposta: "prejudicado"". Quis saber quem indicou Roberta Costa, mulher do empresário que venceu a licitação e era funcionária da Emurb desde 2008. Resposta: "prejudicado". Quem teve a ideia de desenvolver o programa: "prejudicado". Bevilacqua mandou cópias da auditoria e da sindicância da contestada licitação.

Não pagou

A empresa Innovare Cartuchos e Suprimentos para Informática não havia devolvido até esta quarta-feira, 7, o dinheiro que recebeu, mais multa, do contrato para desenvolver o aplicativo da Área Azul digital, rescindido pela Prefeitura de Rio Preto após sindicância que apontou fraude na licitação. O município informou no mesmo dia que já providencia a ação judicial.

Cidadão

O presidente do Serviço Social São Judas, padre Luiz Donizete Caputo (foto), vai receber título de Cidadão Honorário Rio-pretense. A iniciativa é do presidente da Câmara, Jean Charles (MDB).

 

Movimento também critica projeto de lei

Sindicatos que integram o MSU (Movimento Sindical Unificado) entregaram a cada um dos vereadores de Rio Preto carta de repúdio ao projeto de Paulo Pauléra (PP) que libera o funcionamento do comércio de rua em qualquer horário, incluindo finais de semana e feriados. O movimento representa 15 sindicatos, como o dos bancários, dos trabalhadores da indústria e de empregados em postos de gasolina. O projeto de Pauléra já havia sio criticado pelo presidente da Federação dos Comerciários, Luiz Carlos Motta, que usou a tribuna livre a para atacar proposta. Apoiado pelos comerciantes, o vereador afirmou que não irá retirar o projeto.

Curtas

Guilherme Baffi/ Mara Sousa Marco Rillo
Marco Rillo

Inferno astral - Quando não chega atrasado, o vereador Jean Dornelas (PRB) costuma faltar às sessões da Câmara de Rio Preto, como ocorreu nesta terça, 6. Desta vez, no entanto, houve motivo. Ele teve de se internar na manhã do mesmo dia no HB com cólica de rim. Até a tarde desta quarta, 7, continuava no hospital, segundo sua assessoria. Além do problema de saúde, Dornelas está em rota de colisão com o próprio partido.

Cachimbo da paz - Após a confusão que protagonizaram no plenário na última sessão, o vereador Paulo Pauléra (PP) tentou se reunir com Marco Rillo (PT), mas não conseguiu. Pauléra admite que extrapolou na discussão com o petista e queria colocar panos quentes na discussão do dia anterior. Mas o vereador ficou sabendo pelos corredores que Rillo não queria papo. "Toda ação tem uma reação", disse Pauléra.

De boa - Pré-candidato a deputado federal pelo PSD, o vice-prefeito licenciado Eleuses Paiva agradeceu o apoio do prefeito Edinho Araújo (MDB), mas desconversou sobre as indiretas do prefeito para que ele ingresse no MDB. "Estou bem, confortável no PSD", afirmou ele à Coluna. O vice diz que as declarações de Edinho são mais um "afago, um carinho" do que uma investida.

Mais R$ 4 milhões - O Serviço Municipal Autônomo de Água e Esgoto (Semae) prorrogou por mais um ano contrato com a Constroeste para "acondicionamento, transporte e disposição final do lodo" produzido pela Estação de Tratamento de Esgoto (ETE). O valor do contrato é de R$ 4 milhões. Segundo o Portal da Transparência da Prefeitura de Rio Preto, a Constroeste deve receber R$ 25 milhões do Semae em contratos variados neste ano.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso