X

Diário da Região

07/03/2018 - 00h30min / Atualizado 07/03/2018 - 00h41min

DISCUSSÃO

CPI da Guarda vira baixaria entre vereadores

Debate sobre permanência de Renato Pupo (PSD) no comando da investigação durante a sessão de ontem provoca bate boca e troca de ofensas entre vereadores na presença de agentes da corporação

Reprodução Bate boca e troca de ofensas entre vereadores durante a sessão
Bate boca e troca de ofensas entre vereadores durante a sessão

A CPI da Guarda Municipal em Rio Preto virou pano de fundo para mais uma baixaria entre vereadores em plenário nesta terça-feira, 6. O presidente da Associação dos Guardas Municipais iria usar a tribuna livre para falar sobre as denúncias a respeito da corregedoria da corporação - motivo da abertura da CPI -, mas antes que ele começasse a falar, os vereadores começaram a trocar ofensas na sessão, que é transmitida ao vivo pela TV Câmara.

O presidente da Câmara, Jean Charles (MDB), chegou a cortar o microfone e pedir calma aos vereadores, mas não conseguiu impedir que as acusações e xingamentos mútuos entre eles continuassem. Durante cerca de 15 minutos, a baixaria deu o tom nas intervenções em plenário.

A confusão teve início quando o vereador Renato Pupo (PSD) foi alvo de críticas de alguns agentes entre cerca de 30 guardas que acompanhavam a sessão. O presidente da associação foi à Câmara usar a tribuna a pedido de Paulo Pauléra (PP), que propôs a criação da CPI. Pupo foi escolhido por meio de sorteio para presidir a comissão. Sua presença é contestada pela associação porque o vereador pertence a mesmo partido do secretário de Trânsito e Segurança, Marcos Apóstolo, e seria aliado do corregedor da Guarda, José Carlos Floriano.

Rillo disse que Pauléra estava "jogando a Guarda para a cima do Pupo" e reclamou. "Estou emputecido com o comportamento da Guarda. Esses que estão aí julgando sabem que o Pupo é um homem íntegro. Eu não confio é no Pauléra", disse o petista.

 

O fino trato entre Vossas Excelências (Clique na imagem para ampliar)  (Foto: Reprodução)

O vereador do PP reagiu e sem citar nome lembrou o fato de o filho de Rillo, o deputado estadual João Paulo Rillo (PT), ter aparecido em lista da Odebrecht. "Eu nunca tive envolvido em nenhum escândalo, igual sua família. O senhor não falar merda aqui não."

Foi neste momento que presidente da Câmara interveio e determinou que o microfone do plenário fosse desligado, mas os ataques continuaram. Rillo chegou a chamar Pauléra de "ladrão".

Pauléra pediu desculpas com mais baixarias. "Eu peço desculpa. A população não merece esse tipo de gente. É um verdadeiro abutre humano", disse.

Pupo reclamou ter ouvido das galerias que iria pôr "panos quentes" na apuração. Disse que vai atuar com "lisura" na CPI, que sequer fez reunião depois de instalada. José Carlos Marinho (PSB), porém, retomou as críticas a Pupo. Chamou o vereador, que é delegado de polícia, de "fantasma". "Ele fica dia inteiro na Câmara. É peculato", afirmou. Afirmou ainda que haveria corrupção no Trânsito e que Pupo "deve estar envolvido". "Agora ele vai provar", rebateu Pupo. Passada a baixaria, o presidente da associação, Alexandre Montenegro, acusou a corregedoria de punir guardas em desacordo com a lei e de ter arquivado apuração de suposto desvio de dinheiro da associação na gestão passada.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso