Diário da Região

08/03/2018 - 22h11min / Atualizado 08/03/2018 - 22h11min

GUERRA COMERCIAL

Trump confirma sobretaxa de 25% ao aço

Presidente americano afirma que países podem solicitar isenções

EBC Medida reduz a competitividade do produto brasileiro no mercado dos EUA
Medida reduz a competitividade do produto brasileiro no mercado dos EUA

O presidente americano, Donald Trump, confirmou nesta quinta-feira, 8, a criação de novas taxas empregadas para a importação de aço e alumínio para os Estados Unidos. Como já havia adiantado, a nova tarifa é de 25% ao aço importado e de 10% ao alumínio.

Em seu discurso, Trump citou a competição "injusta" da China no mercado de metais. Por outro lado, Trump afirmou que fechou acordo sobre o Nafta, o Tratado Norte-Americano de Livre Comércio, que isenta México e Canadá das tarifas.

Trump disse que os países podem solicitar por isenções, que serão avaliadas caso a caso pela equipe econômica de Trump.

O governo brasileiro disse que recorrerá a "todas as ações necessárias" para preservar seus direitos e interesses após Trump assinar decreto impondo sobretaxas na importação de aço e alumínio. "Ao mesmo tempo em que manifesta preferência pela via do diálogo e da parceria, o Brasil reafirma que recorrerá a todas as ações necessárias, nos âmbitos bilateral e multilateral, para preservar seus direitos e interesses", afirma nota assinada pelos ministérios do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) e de Relações Exteriores.

Na nota, o governo afirma que as medidas causarão graves prejuízos às exportações brasileiras e terão "significativo" impacto negativo nas relações comerciais e de investimentos entre os dois países.

O decreto foi um balde de água fria nas esperanças do governo brasileiro, que ainda tentava excluir o Brasil da lista de países atingidos pela medida. Desde o início das investigações pelo Departamento de Comércio dos Estados Unidos, no início de 2017, o Brasil e as siderúrgicas nacionais tiveram sucessivas reuniões em que reiteraram que os produtos brasileiros não representam riscos à indústria norte-americana e são complementares à indústria daquele país, já que 80% das exportações são insumos semiacabados.

Além disso, o Brasil é o maior importador de carvão siderúrgico dos Estados Unidos, utilizado, justamente, para produzir o aço exportado para os norte-americanos.

Indústria

Para o gerente-executivo da unidade de assuntos internacionais da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Diego Bonomo, a decisão dos Estados Unidos vai flagrantemente contra as normas internacionais, já que, ao invés de abrir uma investigação sobre dumping, como seria a regra, utilizam uma legislação sobre segurança nacional.

"É preocupante não só porque pode reduzir nossas exportações, mas porque os EUA estão adotando uma medida contrária às normas internacionais de forma intencional", afirma o dirigente empresarial.

Ele defende que o governo brasileiro tem que estar preparado para executar negociações bilaterais e na OMC, mas também para pensar na adoção de medidas unilaterais, como retaliações.

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso