X

Diário da Região

08/03/2018 - 00h30min / Atualizado 07/03/2018 - 20h04min

HERÓI DO CINEMÃO

Liam Neeson continua sua trajetória como herói de ação no longa O Passageiro

O grande herói que nenhum vilão poderia parar com um conjunto de habilidades bem particulares

Divulgação Liam Neeson interpreta um vendedor de seguros que precisa correr contra o tempo para salvar sua própria pele e a dos passageiros de um trem
Liam Neeson interpreta um vendedor de seguros que precisa correr contra o tempo para salvar sua própria pele e a dos passageiros de um trem

Liam Neeson sempre foi um ator versátil, indo de dramas oscarizados como A Lista de Schindler a comédias românticas como Simplesmente Amor enquanto ainda passava por grandes franquias, como Star Wars. Mas sua carreira tomou uma nova direção depois do sucesso de Busca Implacável, de 2008. De repente, ele era o astro de ação implacável, como o título nacional do filme anunciava. O grande herói que nenhum vilão poderia parar com um conjunto de habilidades bem particulares.

O que seguiu foi uma série de longas que colocavam o ator como a salvação do mundo. Além das continuações de Busca Implacável, tivemos Desconhecido, Sem Escalas e Noite Sem Fim, só para citar alguns. Neles, Neeson já foi um homem que acorda de um coma e precisa recuperar sua identidade, um agente federal que precisa salvar um avião de um ataque e um matador que precisa lidar com gângsteres e seu filho.

Os problemas parecem perseguir os personagens de Neeson e isso se repete em O Passageiro, novo longa de ação protagonizado pelo ator que chega aos cinemas de Rio Preto nesta quinta-feira, 8

No longa, o ator interpreta um vendedor de seguros que vê a sua viagem diária de trem para o emprego transformar-se em um pesadelo. Depois de ser abordado por uma misteriosa mulher, Michael (personagem de Neeson) é forçado a desvendar a identidade de um passageiro escondido no trem antes que este chegue à última parada. Em uma corrida contra o tempo para resolver esse quebra-cabeça, Michael percebe que está preso no centro de uma conspiração criminosa que coloca sua vida e a dos demais passageiros em perigo.

Não se trata da reinvenção da roda, mas é a fórmula que tem dado certo tanto para o ator quanto para os estúdios que bancam suas empreitadas. Já a reação do público depende de alguns fatores. Você gosta da fórmula que vem se repetindo? Você gosta de Neeson como protagonista de ação? Se sua resposta for positiva para essas duas perguntas, as chances de gostar de O Passageiro são grandes.

Agora, se uma ou outra dessas perguntas tiver uma resposta negativa, O Passageiro pode não ser para você. Até os críticos se dividiram. No site Rotten Tomatoes, que contabiliza críticas e faz uma média de aprovação que vai de zero a 100%, o longa tem 58% de aprovação, resultado de 95 críticas positivas e 70 negativas.

O consenso é de que se trata de um filme que se beneficia do bom elenco para elevar uma história que dificilmente foge do lugar comum. Também estão no longa Vera Farmiga e Patrick Wilson.

 

Parceria

O Passageiro é a quarta parceria de Liam Neeson com o diretor espanhol Jaume Collet-Serra. Eles trabalharam juntos em Desconhecido, Sem Escalas e Noite Sem Fim. Collet-Serra também é o diretor de Águas Rasas, suspense de baixo orçamento estrelado por Blake Lively que acabou se tornando um sucesso de crítica e público em 2016.

Aposentadoria

O Passageiro pode ser um dos últimos filmes de ação estrelados por Liam Neeson. O próprio ator afirmou em entrevista ao site Sky News que pensa em se aposentar dos papéis no gênero por conta de sua idade. Ele faz 66 anos agora em 2018.

Mas isso ainda deve demorar um pouco. Para este ano Neeson já tem gravado o longa Hard Powder (ainda sem título em português), em que interpreta um homem que busca vingança contra um grupo de traficantes que ele acredita ter matado seu filho.

A Forma reestreia

Divulgação A Forma da Água foi eleito o melhor filme no Oscar
A Forma da Água foi eleito o melhor filme no Oscar

A Forma da Água, longa que se tornou o grande vencedor do Oscar 2018 no último domingo, volta às salas de cinema de Rio Preto nesta quinta-feira, 8, aproveitando todo o burburinho em torno do longa para atrair novos espectadores.

A produção, que entrou em cartaz no Brasil no dia 1º de fevereiro, conquistou quatro prêmios na 90ª cerimônia do Oscar, a maior premiação do cinema: melhor filme, diretor, design de produção e trilha sonora. A Forma da Água era o filme com o maior número de indicações da noite, 13 no total. 

 

Suspense e comédia nacional são opções

Divulgação Elenco de Os Farofeiros tem Danille Winits e Cacau Protásio
Elenco de Os Farofeiros tem Danille Winits e Cacau Protásio

Uma das grandes surpresas nas bilheterias mundiais em 2017 chega aos cinemas brasileiros e, consequentemente, rio-pretenses nesta quinta-feira. Medo Profundo é um suspense estrelado por Mandy Moore e Claire Holt que estreou nos Estados Unidos em junho do ano passado e arrecadou mais de US$ 44 milhões com um orçamento de apenas US$ 5,5 milhões.

No longa, Moore e Holt interpretam irmãs de férias no México. Elas decidem fazer um mergulho numa gaiola para ter uma vista melhor dos grandes tubarões brancos. No entanto, o fio que prende a gaiola se rompe e elas ficam presas no fundo do oceano. Agora, elas precisam descobrir uma forma de voltar à superfície antes que o oxigênio acabe e sem se tornarem alimento de tubarão.

A direção é de Johannes Roberts, que acaba de completar seu trabalho na continuação de Os Estranhos e já prepara a continuação de Medo Profundo, que, segundo rumores, deve se passar no Recife.

   

Comédia

Já para os que procuram por algo mais leve, a opção é a comédia nacional Os Farofeiros, dirigida por Roberto Santucci, um dos principais nomes no gênero no Brasil, responsável por sucessos como De Pernas pro Ar, Até que a Sorte nos Separe e Loucas pra Casar, só para citar alguns.

No filme, um grupo de amigos decide fazer uma viagem em um feriado prolongado, mas tudo dá errado. De engarrafamentos quilométricos em carros apertados a ataques de mosquitos e disputas por um espaço na areia de praias lotadas. Os planos de um passeio perfeito vão definitivamente por água abaixo quando descobrem que a casa que alugaram estava abandonada e caindo aos pedaços.

A produção é estrelada por Maurício Manfrini, Cacau Protásio, Danielle Winits e Antônio Fragoso. 

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso