Corredores de ônibus terão 234 semáforos especiaisÍcone de fechar Fechar

ONDA VERMELHA, AMARELA E VERDE

Corredores de ônibus terão 234 semáforos especiais

Ruas e avenidas com corredores de ônibus vão ganhar semáforos novos e, dos velhos, 70 serão reaproveitados e instalados em outros cruzamentos de Rio Preto. Estudo vai determinar locais


    • São José do Rio Preto
    • máx min

As ruas e avenidas de Rio Preto devem ganhar ao menos 70 semáforos com a conclusão das obras dos nove corredores de ônibus. Os equipamentos virão de vias que terão faixas exclusivas de ônibus e que, no total, receberão 234 novos semáforos novos. Além desses, outros 436 semáforos de pedestres serão instalados nos 40 quilômetros de corredores. A obra, que tinha prazo de entrega para outubro do ano passado e já foi reajustada em mais de R$ 8 milhões, está sob a mira do Ministério Público.

Os 70 novos pontos para instalação dos equipamentos estão sendo analisados por engenheiros da Secretaria de Trânsito. Segundo o assessor especial da pasta, Amaury Hernandes, o estudo leva em conta três critérios principais: índice de acidentes no cruzamento, quantidade de pessoas que passam pelo local e, por fim, os pedidos feitos por meio de indicações da Câmara. No protocolo do Legislativo, há 28 pedidos feitos por vereadores para a instalação em bairros diversos, como Tarraf 2, Jardim Seixas, Cristo Rei, Eldorado e Jardim Congonhas.

"Estamos fazendo um estudo criterioso e levando em consideração todos esses critérios", afirmou Amaury. "A princípio temos uma demanda por 70 equipamentos, mas pode ser maior com o tempo", complementou o secretário de Trânsito, Marcos Apóstolo. Dos equipamentos que serão trocados, 164 semáforos devem ser encaixotados. "Serão desmontados e guardados aqui no Trânsito. Vamos usar de acordo com a demanda", disse Apóstolo.

Trocas que segundo Amaury dependem do andamento das obras e da liberação dos recursos pela Caixa Econômica Federal. Por enquanto, técnicos fazem intervenções no asfalto dos trechos, como na avenida Bady Bassitt, para instalação da rede de transmissão que irá interligar o novo sistema semafórico.

Custos

A instalação dos 234 novos semáforos nos nove corredores de ônibus com visores para ônibus e carros está orçada em R$ 4,3 milhões. Isso porque cada um dos equipamentos custará R$ 18,7 mil para o projeto dos nove corredores de ônibus, orçado inicialmente em R$ 53,8 milhões e que hoje já chegou aos R$ 62 milhões. Já os 436 semáforos para pedestres custarão R$ 2 milhões. Os equipamentos serão instalados ao lado dos semáforos para carros e ônibus, como também em pontos de travessias de pedestres que não contam com nenhum tipo de sinalização eletrônica.

Investigação

As obras dos corredores de ônibus foram alvos de questionamentos, em 2017, do Tribunal de Contas do Estado (TCE). De acordo com o TCE, a licitação prevê "aglutinação de objetos distintos", o que contraria a Lei de Licitações e, conforme jurisprudência do órgão, restringe a participação de empresas nas concorrências. Em janeiro deste ano, o promotor Sérgio Clementino anunciou investigação das obras, que apresentaram falhas que acabaram em um aditivo de mais de R$ 8 milhões e adiou o prazo de conclusão dos corredores de ônibus para julho de 2019.