Diário da Região

10/03/2018 - 12h12min / Atualizado 10/03/2018 - 12h12min

RIO PRETO

Diabéticos protestam por falta de insumos

Há meses, pacientes não conseguem pegar itens que precisam no Departamento Regional de Saúde

Mara Sousa 10/3/2018 Protesto de diabéticos na avenida Alberto Andaló, neste sábado
Protesto de diabéticos na avenida Alberto Andaló, neste sábado

Um grupo de diabéticos, composto por pelo menos 20 pessoas, realizou um protesto na manhã deste sábado, 10, em frente à Prefeitura de Rio Preto. Eles reclamam da falta de insumos para tratamento da doença, como insulina e cateteres. Vestidos com camisetas confeccionadas para a manifestação, em que se lia "diabéticos pedem socorro", levaram uma faixa com os dizeres "Nós temos direito à vida! Entreguem nossos acessórios e insulina." O problema no Departamento Regional de Saúde (DRS), da Secretaria Estadual de Saúde, se arrasta há meses e muitos não estão conseguindo fazer o acompanhamento da forma correta, conforme noticiou o Diário nesta semana. Quando vêm, os itens são distribuídos de forma fracionada e as pessoas nunca conseguem sair da farmácia de alto custo levando tudo da receita.

Caso de Lirian Pereira Parra, enfermeira de 25 anos, que iniciou o tratamento com bomba há menos de um ano. "Já é o quinto mês com ausência de insumos. Insulina, cateter, reservatório de insulina, sensor para manutenção da glicemia, fita para realizar destro, não consigo retirar desde novembro", relata. Lirian afirma que a bomba trouxe benefícios para sua saúde. "Tive melhora no resultado dos exames de sangue." Para garantir a continuidade do tratamento, conta com doações. "Nós diabéticos temos grupos e um vai ajudando o outro. Não dá para comprar, é um valor alto o gasto mensal."

A maioria dos pacientes não tem condições de manter a bomba. Por mês, as despesas com o equipamento de joga insulina de forma automática no sangue chegam a cerca de R$ 5 mil. Há pessoas voltando para métodos antigos, como a caneta de aplicações, e fazendo economia de itens, como demorar mais para trocar o cateter, o que provoca risco de infecções. Quando possível, apelam também para a generosidade de conhecidos que tenham algum produto sobrando. Muitos têm ações judiciais em que o juiz estipulou multa pelo desabastecimento. 

Nesta semana, em nota, a Coordenadoria de Assistência Farmacêutica da Secretaria de Estado da Saúde alegou ao Diáro que realiza planejamento rotineiro da demanda de insulinas e itens para diabéticos. "Porém, algumas situações, como atraso por parte de fornecedores na entrega dos produtos, podem impactar no atendimento. Os insumos e insulinas utilizados pelos pacientes citados já foram adquiridos e o fornecedor será cobrado para que entregue os itens o quanto antes", afirmou.

Ainda conforme o texto, o SUS disponibiliza gratuitamente, por meio dos municípios, as insulinas NPH e regular, aos pacientes com diabetes. "As insulinas especiais não fazem parte da lista de produtos definida pelo Ministério da Saúde para distribuição na rede pública, e não há evidências científicas de que elas tenham eficácia superior às já disponíveis no SUS", justificou.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde garantiu que todos os pacientes que recebem as insulinas NPH e regular estão sendo prontamente atendidos. A pasta afirmou que Rio Preto fornece insulina por ação judicial a 29 pacientes, que recebem dez tipos do medicamento. Segundo a pasta, não há falta e os pacientes estão sendo atendidos regularmente.

Segundo Carmem Lígia Firmino Marques, chefe de Departamento de Assistência Farmacêutica, algumas dessas ações são conjuntas com a Secretaria de Estado da Saúde. "Quando isso ocorre, município e estado se comunicam, oficialmente, e dividem a responsabilidade. Se a Diretoria Regional da Saúde assume o fornecimento de um medicamento e não consegue cumprir, ela nos comunica, oficialmente, para que possamos adquirir o medicamento em questão", afirmou. Segundo ela, paciente e procurador também podem comunicar quando uma ordem não está sendo cumprida. "Não fomos notificados sobre o não fornecimento de insulina por nenhuma desta vias. Caso isso ocorra o município irá assumir a sua responsabilidade imediatamente", garantiu.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso