Acusado de assassinar amigo da ex-mulher vai a júri popularÍcone de fechar Fechar

POR CIÚMES

Acusado de assassinar amigo da ex-mulher vai a júri popular

A vítima foi morta a facadas na casa de uma amiga dele, no bairro São Deoclecian


    • São José do Rio Preto
    • máx min

Está marcado para a tarde desta quinta-feira, 8 de março, no Fórum de Rio Preto, o julgamento de Otávio Luis Nadoti, acusado de assassinar o mecânico Arlei de Souza, de 43 anos, em 2016.

A vítima foi morta a facadas na casa de uma amiga dele, no bairro São Deocleciano. O motivo do crime alegado pelo réu: ciúmes. 

Segundo consta no processo, Nadoti invadiu a casa da ex-mulher e, suspeitando que Arlei tivesse um relacionamento com ela, desferiu vários golpes de faca contra a vítima.

A mulher, a técnica em enfermagem G.F.M., não se feriu. À época ela disse à polícia que o ex-marido já havia, por três vezes, tentado matá-la e por isso tinha obtido na Justiça uma medida protetiva contra ele. Os dois têm um filho.

 

De acordo com o boletim de ocorrência registrado no dia do crime, o acusado pulou o muro da casa de G.F.M., encontrou Arley no quintal e entrou em luta corporal com o mecânico. Enquanto os dois brigavam, Nadoti desferiu vários golpes de faca nas costas e nos braços de Arlei.