Diário da Região

02/03/2018 - 22h36min / Atualizado 02/03/2018 - 22h36min

URANO

Fogo em caixa-d'água assusta moradores

Semae afirma que dano não afetou abastecimento; prejuízo é de R$ 400 mil

Colaboração WhatsApp Coluna de fumaça pôde ser avistada de longe
Coluna de fumaça pôde ser avistada de longe

Duas torres de resfriamento do poço profundo do Jardim Urano, na zona sul de Rio Preto, pegaram fogo na tarde desta sexta-feira, 2. Elas estavam em manutenção e eram responsáveis por resfriar a água extraída do Aquífero Guarani. A fumaça chamou a atenção de quem passava pelo local e assustou os moradores. Um temor justificável, já que há uma semana um outro incêndio destruiu totalmente a loja de materiais agropecuários Agromonte, localizada na região central da cidade.

Segundo informou o Corpo de Bombeiros, dois operários soldavam uma estrutura metálica nas torres quando uma fagulha entrou em contato com uma fibra de vidro e principiou as chamas. Nenhum dos funcionários sofreu ferimentos. "O tempo de resposta foi rápido, um minuto até chegar ao local, mas como as torres estavam energizadas fizemos um combate primeiro a distância e depois conseguimos ter o controle do incêndio e extinguir os focos por completo", explicou o tenente Vitor Fogolin.

O acidente não prejudicou o abastecimento de água, segundo Serviço Municipal Autônomo de Água e Esgoto (Semae). "Não há risco de interrupção no abastecimento porque há outras alternativas para abastecer a região", disse Jaqueline Freitas, gerente de operação da autarquia. Segundo a gerente, um conjunto dessas torres novas fica em torno de R$ 400 mil.

O poço do Jardim Urano abastece 16 bairros: Jardim Urano, Jardim Santa Catarina, Vila Sinibaldi, Parque Estoril, Ouro Verde, Bom Jardim, Jardim Tangará, Cidade Jardim, Higienópolis, Cidade Nova, São Francisco, Jardim Alba, Quinta das Paineiras, Jardim Santa Maria, Vila Nosso Senhor do Bonfim, Santa Luzia e adjacências.

O local produz cerca de 227 metros cúbicos de água por hora, suficiente para abastecer uma população de 30 mil pessoas diariamente.

Sistema interligado

Por nota, o Semae explicou que no local do incêndio existe um centro de reservação interligando o poço profundo do Urano ao poço profundo do bairro Cristo Rei, que retira água do Aquífero Guarani. O sistema também é interligado a mais 10 poços do Aquífero Bauru e à ETA (Estação de Tratamento de Água). "Essas interligações garantem o abastecimento da população servida pelo Sistema Urano."

A autarquia também informou que está apurando as causas do acidente. "As duas torres estavam passando por manutenção e encontravam-se desativadas. Num prazo aproximado de seis meses um novo equipamento estará funcionado no local", conclui a nota.

(Colaborou Victor Stok)

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso