SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | TERÇA-FEIRA, 26 DE OUTUBRO DE 2021
Região

Emissoras têm até o dia 18 para desligar sinal analógico

As cidades que compõem o grupamento de Rio Preto e Presidente Prudente não atingiram o percentual mínimo de 90% dos domicílios com acesso ao sinal digital. O índice é de 89%.

Tatiana Pires
Publicado em 27/03/2018 às 17:31Atualizado em 08/07/2021 às 11:24
Sinal analógico de TV começa a ser desligado nesta quarta, em Rio Preto, mas segue até o dia 18 de abril (Pixabay)

Sinal analógico de TV começa a ser desligado nesta quarta, em Rio Preto, mas segue até o dia 18 de abril (Pixabay)

Marcado para acontecer nesta quarta-feira, dia 28, o desligamento do sinal analógico de TV foi prorrogado para o dia 18 de abril na região de Rio Preto. De acordo com informações do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), as cidades que compõem o grupamento de Rio Preto e Presidente Prudente não atingiram o percentual mínimo de 90% dos domicílios com acesso ao sinal digital, conforme estabelece portaria do MCTIC. Nos 21 municípios da região de Rio Preto e nas 23 cidades próximas a Presidente Prudente, o índice de digitalização está em 89%.

A gerente regional da Seja Digital, Angela, Ribeiro afirma que não se trata de adiamento do prazo. "Não é adiamento. Inicia-se agora e vai até o dia 18 de abril, quando será feito o desligamento oficial. No entanto, qualquer emissora está autorizada pela Anatel, a partir das 23h59, a desligar o sinal analógico. Fica a critério de cada uma acabar com o sinal analógico e iniciar o digital."

Diante disso, o Gired, grupo responsável pela implantação da TV digital no Brasil, propôs ao Ministério o desligamento gradual do sinal analógico nesses agrupamentos. O cronograma será divulgado pelo ministro Gilberto Kassab em entrevista coletiva nesta quarta-feira, às 11h, no Ministério.

A população continuará a ser informada sobre o desligamento do sinal analógico por meio de cartelas exibidas durante a programação de TV. Também continuará pelos próximos 30 dias a distribuição de kits com conversor digital e antena para famílias cadastradas em programas sociais do governo federal.

De acordo com informações da Anatel, com o desligamento do sinal analógico, haverá a liberação da faixa de 700 MHz, atualmente ocupada por canais de TV aberta em tecnologia analógica. Essa radiofrequência será utilizada para ampliar a disponibilidade do serviço de telefonia e internet de quarta geração (4G LTE) no Brasil.

 
Copyright © - 2021 - Grupo Diário da Região.É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Desenvolvido por
Distribuido por