Diário da Região

10/03/2018 - 13h12min / Atualizado 10/03/2018 - 13h22min

Rio Preto

Suspeito de cometer latrocínio é levado para a DIG

Crime ocorreu nesta sexta-feira, 9,na rua Osvaldo Aranha, e resultou na morte de um homem de 50 anos

Millena Grigoleti Suspeito de cometer latrocínio é levado para a DIG
Suspeito de cometer latrocínio é levado para a DIG

Um homem suspeito de ser o autor do latrocínio ocorrido nesta sexta-feira, 9, em uma casa na rua Osvaldo Aranha, em Rio Preto, foi localizado pela Polícia Militar, na manhã deste sábado, 10, e levado para a Delegacia de Investigações Gerais (DIG), onde será ouvido pelo delegado. A motocicleta também foi apreendida.

Segundo informações da PM, a casa abandonada onde estava a moto roubada, no Nato Vetorazzo, foi localizada por meio de denúncia anônima. Do outro lado da rua, os policiais localizaram o suspeito, que tem 19 anos. Ele confessou o crime e informou o nome do outro suspeito, que ainda está foragido.

G.F.R. relatou que os dois bateram bastante na vítima, que resistiu ao assalto. Eles amarraram o homem. O suspeito disse que não sabia que o comerciante havia morrido. As roupas utilizadas durante o crime estavam na casa onde o homem foi achado e foram apreendidas. Ele já possui passagem policial por furto de moto.

Entenda o crime

O crime ocorreu em uma casa nos fundos de uma loja de móveis usados, no bairro Parque Industrial. No local, região movimentada da cidade, vizinhos encontraram, às 10h, o comerciante Márcio Antonio Galhardo, de 50 anos, morto e amarrado. Uma moto e um notebook foram levados do local. Segundo familiares, circuito de câmeras de estabelecimentos vizinhos flagraram a ação de ao menos dois suspeitos. O caso está sendo investigado pela DIG.

Depois de desconfiarem do portão aberto e encontrarem o corpo do comerciante, testemunhas acionaram uma viatura da Guarda Municipal que fazia ronda pelo bairro. Já no local, segundo o coordenador da GCM Vitor Cornachioni, os guardas encontraram Galhardo com as mãos amarradas com fios elétricos, os pés amarrados com um cinto, com a cabeça coberta e um lençol envolvido no pescoço da vítima. "De pronto acionamos o Samu, mas era visível o óbito ainda na madrugada", afirmou o coordenador. Ainda segundo os GCMs, no local não havia sinais de arrombamento na casa. "A chave do estabelecimento estava jogada no quintal da casa, sem nenhum sinal", disse Cornachioni.

Dentro da residência, no local onde o comerciante foi encontrado, a Guarda Municipal também deparou com objetos caídos e sangue da vítima no chão. "Alguns móveis derrubados próximos ao corpo. Isso explica o fato que eles possam ter entrado em luta corporal", afirmou o coordenador. "Havia bastante sangue também e hematomas na cabeça", complementou. Versão confirmada pelo delegado que registrou o caso, Marcelo Goulart da Silva. "Corpo não tinha sinais de facadas ou tiro, mas ele foi muito agredido, mas a causa só vai ser esclarecida com o exame necroscópico", disse. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML).

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso