Diário da Região

09/03/2018 - 13h12min / Atualizado 09/03/2018 - 13h12min

"A beira do caos", diz jurista

Para o professor de processo penal e promotor de Justiça aposentado, Antônio Baldim, a onda de violência, com requintes de crueldade, que atingiu Rio Preto nos últimos dias denunciam a beira do caos que as cidades brasileiras vivem em relação a segurança pública. De 1º de janeiro deste ano até nesta sexta-feira, 9, a cidade registrou dez homicídios, entre eles, os três latrocínios. 

Quando comparado com as estatísticas da Secretaria de Segurança Pública (SSP), a cidade já registrou metade dos crimes de roubo seguido de morte ocorridos no ano passado. Em 2017, foram seis crimes do tipo. Já no total, durante todo o ano passado, Rio Preto registrou 31 assassinatos em 2017. 

Estatísticas que para Baldim é um reflexo da própria "desestruturação" da polícia de combate ao crime. "Os índices de violência vão atingindo proporções absurdas. Temos o Rio de Janeiro sob intervenção, estamos vivendo o caos. Momento de muita preocupação", afirmou Baldim.

Para o jurista, este aumento da crueldade das ações criminosas revelam uma tendência da violência também no interior dos estados. "O crime torna uma profissão. É rendoso hoje a profissão chamada ladrão porque só 2% dos casos são esclarecidos", disse. "A polícia também está deficitária e a sociedade amedrontada", finalizou. 

Polícia Civil 

Para a Polícia Civil a onda de crimes contra a vida que vem sendo registrada no município atinge todas as cidades do pais. A afirmação é do delegado titular da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), Fernando Augusto Tedde. "Esses crimes contra o patrimônio são só um momento. Mas também estão relacionados à crise. Muita gente sem condição financeira", complementou o delegado.

Polícia Civil 

Já a Polícia Militar apenas afirmou por nota que cada caso tem motivações próprias. "O que se denota em comum é a audácia, ousadia e brutalidade dos criminosos, que almejam subtrair o patrimônio alheio mesmo ao custo de vidas humanas. Nesse ponto, a Polícia Militar envida todos seus esforços para a captura desses criminosos", afirmou a resposta oficial da comunicação do Comando de Policiamento do Interior, o CPI5. 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso