X
X

Diário da Região

24/02/2018 - 00h30min / Atualizado 23/02/2018 - 18h49min

CRIANÇA ZEN

A onda zen também está conquistando as crianças

Com músicas, histórias, brincadeiras e jogos, crianças praticam posturas da yoga e apresentam aumento no controle cognitivo, redução do estresse e sociabilidade

Mara Sousa 23/2/2018 Daniela Aguas coordena aulas de yoga para crianças no espaço Vila Vidya em Rio Preto
Daniela Aguas coordena aulas de yoga para crianças no espaço Vila Vidya em Rio Preto

Imagine uma criança em silêncio no quarto e superconcentrada. Agora pense em outra que se movimenta lentamente na sala de aula em busca de relaxamento. A onda zen, que ganhou popularidade entre adultos, também está conquistando as crianças. As aulas de yoga despontam como opção de atividade lúdica em espaços alternativos, escolas e academias de Rio Preto. Descontraídos, os encontros promovem relaxamento, aumento de concentração e da consciência corporal.

Em Rio Preto, a instrutora de yoga Daniela Aguas é uma das maiores incentivadoras da técnica oriental. Segundo ela, yoga significa união. "É um trabalho de consciência integral do indivíduo e vai além da consciência corporal e psíquica. A intenção é unificar três eixos: mente, corpo e sentimentos, chegando à consciência plena do ser e tendo como meta o controle total da mente, como nos ensina Patanjali (sábio que sistematizou a yoga) em suas Sutras (conjunto de textos curtos)."

A yoga infantil é a mesma praticada pelos adultos. É com base na prática dos ásanas (posturas) e o que a difere é a abordagem. As aulas precisam ser lúdicas e criativas. "Trabalho com crianças a partir de um ano e meio e é incrível como eles respondem bem ao processo de yoga. A princípio é preciso muita música e muita história para eles entrarem em contato com a proposta da prática e do conhecimento do próprio corpo." As crianças aprendem, por exemplo, como funciona a respiração, que é automática e é a chave para o controle integral do indivíduo.

Daniela trabalha a linha Hatha Yoga e com 84 posturas base. Ela explica que, numa aula com crianças, a postura final nem sempre é o importante. O que importa é a consciência corporal para se montar cada postura. "Isso é muito trabalhado, tanto com as crianças, quanto com os adultos." A instrutora afirma que as posturas ganham nomes lúdicos. Algumas são baseadas em nomes de bichos e lembram os movimentos dos animais. "Uma das posturas mais praticadas pelos pequenos é a Adho Mukha Svanasana. É a postura do cachorro olhando para baixo."

Indicação

Toda criança pode praticar a yoga, a partir de um ano e meio, e o acompanhamento é individualizado. Crianças a partir de três anos já têm consciência espacial e corporal geralmente. Até os seis anos, é possível aliar o contínuo trabalho de consciência corporal com a consciência dos sentimentos e do pensamento. "Ainda de forma sutil e lúdica, é possível fazer com que eles tomem consciência desses dois eixos. A partir dos seis anos, o trabalho pode se tornar ainda mais profundo. É possível agregar ao trabalho lúdico de exploração dos eixos, a prática da meditação de forma mais consciente e proveitosa."

Neste sábado, 24, às 15h30, no Sesc, Daniela comanda uma atividade em que apresenta yoga aos pequenos. Trata-se da contação de histórias Contos e Fábulas de Yoga, em que os participantes poderão experimentar o movimento em sincronia com as narrativas: o corpo também conta uma história. Por meio das posturas do yoga, envolvidas em histórias divertidas, as crianças vão criar e brincar em conjunto. A atividade é gratuita e acontece no gramado da unidade.

A instrutora explica que a atividade aconteceu durante todos os sábados de fevereiro. "Uni a literatura e a cultura indiana à pratica dos ásanas por meio da contação de histórias. "Isso não é novidade. Já existem estudiosos e professores de yoga brasileiros que perceberam que é possível e necessário para a compreensão e aproveitamento da criança trabalhar o lúdico, o criativo e a contação de histórias", afirma Daniela, que também ministra aulas de yoga no espaço Vila Vidya.

Beneficiada

Ana Laura Medeiros, de 8 anos, pratica yoga desde os 6 e sua mãe, a empresária Talita Medeiros, percebe os benefícios. "Ela está mais concentrada, flexível e com menos ansiedade." Já a garotinha afirma que está mais focada e calma. "Minhas notas melhoraram na escola. Eu chego na sala de aula e falo namastê (saudação). Percebo que consigo respirar forte e ficar tranquila quando algum amiguinho me tira do sério."

Aula estimula equilíbrio emocional e vivacidade

Mara Sousa 21/2/2018 Psicóloga e instrutora de yoga e meditação, Etienne Janiake coordena aulas para crianças na Coopen
Psicóloga e instrutora de yoga e meditação, Etienne Janiake coordena aulas para crianças na Coopen

A yoga melhora o domínio corporal e emocional da criança. Tudo isto acontece porque a prática convida as crianças a explorarem o mundo interno, a voltarem a atenção que, usualmente está direcionada apenas para o ambiente externo, para os domínios da mente e do coração. Dessa forma, com o aumento da capacidade de auto-observação e cultivo de bons pensamentos e sentimentos, naturalmente se desenvolve uma sensação de paz, equilíbrio emocional e vivacidade.

A psicologia e instrutora de yoga e meditação Etienne Janiake é outra incentivadora da prática em Rio Preto. Ela coordena aulas na Coopen. A escola oferece a seu quadro docente uma formação continuada para apoiar os educadores no desenvolvimento das práticas contemplativas, de forma que tenham subsídio e segurança para transmiti-las para seus alunos. "Além disso, são realizadas na escola intervenções semanais diretamente com os alunos, para complementar a formação."

Etienne afirma que a mente é o filtro que seleciona e processa as informações que chegam até as pessoas. Cultivando e depurando este filtro, se adquire maior capacidade de manter a atenção focada, o que tem importante influência sobre a aprendizagem.

A prática das posturas e exercícios de respiração do yoga servem de subsídio para esse cultivo interno, deixando o corpo mais forte, flexível e equilibrado, e convidando para silêncio da mente, a partir do movimento consciente do corpo. "As aulas voltadas para o público infantil são conduzidas a partir do universo lúdico e da fruição artística. Através de músicas, histórias, brincadeiras e jogos, as crianças aprendem brincando a ter um mundo interno mais pacífico e feliz."

Etienne defende a inclusão das aulas de yoga na grade escolar. "Da mesma forma que diariamente praticamos os conteúdos e habilidades acadêmicas que nos ajudam a conhecer o mundo externo, e consequentemente agir melhor sobre ele, é importante que se pratique diariamente o cultivo do mundo interno. Afinal, nossos pensamentos e emoções nos acompanham, e em grande medida depende deles a nossa capacidade de experimentar a vida de forma mais plena e harmônica."

Em Rio Preto, o espaço Om Shanti irá iniciar em março turmas semanais de meditação e yoga para crianças, além de oferecer encontros para pais interessados em aprender essas práticas para cultivar com seus filhos em casa. Na próxima quarta-feira, 28, às 20h, a instrutora vai ministrar uma palestra, em que abordará os benefícios.

Outro local que oferece a prática de yoga em Rio Preto é o espaço SerAnanda.

Benefícios da yoga

Consciência corporal profunda e conhecimento dos limites do próprio corpo. Esta consciência dá a criança o domínio da respiração, que traz centramento, calma, equilíbrio, força interna como confiança, atitude e respeito a si e ao próximo. A aquisição de uma boa concentração também é observada

As posturas do yoga são terapêuticas, portanto, todas elas têm alguma finalidade específica. Trabalha-se com elas a massagem dos órgãos internos e a fluidez dos líquidos corporais, o que permite manter uma boa saúde física e psíquica

Para além do próprio corpo, é possível observar nos praticantes de yoga uma melhor consciência social e global. Ao perceber e respeitarmos a si mesmo, a criança toma consciência do outro e o respeito é garantido

Fonte: Daniela Aguas, instrutora de yoga

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso