X
X

Diário da Região

04/02/2018 - 00h30min / Atualizado 03/02/2018 - 16h56min

Painel de Ideias

Esqueceram Roberto Carlos na praça

E, quando finalmente a emissora começou a transmitir o show, eu mal tive tempo de ouvir "A História de um Homem Mau"

Divulgação José Luís Rey | jlrey@paginaimpar.com.br
José Luís Rey | [email protected]

Roberto Carlos tem uma rala história com Rio Preto, cidade aonde deve ter vindo umas 10 vezes, se tanto. Em uma delas, já na condição de maior estrela brasileira, aí pelo comecinho dos anos 80, veio para um show no Palestra e hospedou-se no Augustus Hotel, de cujo saguão sua entourage cuidava de afastar a impertinência dos fãs e a inconveniência dos jornalistas afobados por uma entrevista.

Eu, o Zé Eduardo Furlanetto, o Marcelo Gonçalves e o Edson Baffi conseguimos autorização para subir até os aposentos reais, onde fomos recebidos por um garoto de 10, 12 anos, óculos fundo de garrafa - o "Segundinho", que hoje em dia prefere ser chamado de Dudu Braga, o filho de Roberto Carlos portador de um glaucoma congênito que o fez perder a visão gradativamente.

Roberto Carlos faz jus às esquisitices permitidas aos grandes ídolos. Uma vez superada a barreira dos seguranças e aspones de todo tipo, ele é a simpatia em pessoa. Capaz de cumprimentar cerimoniosamente aquele bando de intrometidos, agradecer um a um pela presença e ainda ouvir pacientemente comentários do tipo daquele feito pelo Marcelo Gonçalves, então no auge de sua popularidade como apresentador de programas musicais na Rádio Brasil Novo.

- Roberto, eu tenho tocado muito as suas músicas no meu programa. E a revista "Amiga" às vezes me pede para eu indicar as mais tocadas. Indico sempre as suas músicas...

E Roberto Carlos, cachimbo na boca, olhar interessado.

- Ô bicho, que legal! Obrigado pela força...

Anos mais tarde, então o diretor artístico da FM Diário, Cacá Rossete, cansado das tentativas inúteis de conseguir uma entrevista com Roberto Carlos pelos meios normais, pegou o telefone e discou para a casa do artista, no Rio de Janeiro, muito mais cumprindo uma obrigação do que alimentando uma esperança.

- Alô!

- Quem fala?

- É o Roberto...

Bingo! Rossete fez ao vivo uma longa entrevista em que o ídolo falou um pouco de tudo.

Nenhuma história se compara, no entanto, ao que aconteceu na primeira vez em que Roberto Carlos veio a Rio Preto, quando ainda não era propriamente uma celebridade, não despertava o interesse dos veículos de comunicação e nem manifestações explícitas de tietagem por parte dos fãs. Foi numa noite de 1966, em um pequeno palanque de madeira montado numa das praças do centro da cidade, para um público de, digamos, 300, 400 pessoas, ouvintes privilegiados de seus hits da época, "Noite de Terror", "Parei... Olhei" e por aí vai.

Eu na minha casa, ouvido colado no rádio, confiante na promessa da Independência de transmitir o show. Quase uma hora depois do horário marcado, o Alexandre Macedo entra no ar e faz um apelo no mínimo inesperado:

- Solicitamos ao companheiro Pradela Junior, da nossa equipe técnica, que compareça até a emissora, para providenciarmos o material necessário à transmissão do show do cantor Roberto Carlos, que já está sendo realizado...

Eles tinham esquecido o Roberto Carlos na praça! E, quando finalmente a emissora começou a transmitir o show, eu mal tive tempo de ouvir "A História de um Homem Mau".

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso