X

Diário da Região

06/02/2018 - 23h36min / Atualizado 06/02/2018 - 23h35min

Artigo

Risco aviário

Um avião a 400 km/h, quando colide com um urubu de dois quilos, sofre um impacto de toneladas

Risco e perigo têm significados diferentes. O risco é a probabilidade de que um evento indesejável ocorra. O perigo é uma qualidade intrínseca de uma substância, um equipamento, uma operação. Assim, a gasolina é perigosa porque é inflamável. O risco de que ocorra um incêndio com gasolina depende de uma série de fatores.

Usamos a gasolina nos automóveis e apesar de perigosa o risco de um incêndio é baixo. O avião em voo é perigoso pois está em alta velocidade e sob a ação da gravidade pode cair. Contudo para que isso ocorra é necessário uma conjugação de eventos indesejáveis. O controle desses eventos é o gerenciamento de risco.

O ano de 2017 foi o mais seguro já registrado para os passageiros aéreos. Em 2017 não houve acidentes de aeronaves comerciais e as companhias não registraram mortes decorrentes de acidentes aéreos.

As mortes na aviação em todo o mundo têm caído nos últimos vinte anos. Há uma década atrás ocorriam mais de mil mortes em vôos comerciais por ano. Estima-se que a taxa de acidentes fatais para os grandes vôos comerciais está hoje em 0,06 por milhão de voos - ou um acidente fatal para cada 16 milhões de vôos.

A aviação é um transporte de excelência e a sua segurança uma busca permanente. Ainda que não ocorreram mortes nos grandes vôos comerciais em 2017, o risco de acidentes não fatais existe. É comum os passageiros usarem durante os vôos aparelhos eletrônicos. Embora raro há o risco de que as baterias ion-lítio dos celulares, tablets e notebooks, possam se aquecer, incendiar e até mesmo explodir afetando a segurança da aeronave.

Também há o problema das colisões de pássaros e aves (principalmente urubus) com os aviões. Um avião a 400 quilômetros por hora, quando colide com um urubu de aproximadamente dois quilos, sofre um impacto de toneladas que pode romper a carenagem da cabine. Se eventualmente as turbinas succionarem essas aves pode haver um incêndio externo o que comprometerá os motores.

Desde 2009 a Cetesb dedica uma atenção especial aos frigoríficos, graxarias e aterros sanitários localizados na Área de Segurança Aeroportuária - ASA de Rio Preto. Essa ASA compreende um círculo de 20 quilômetros de raio no qual devem ser controladas as atividades atrativas de aves.

Os aterros sanitários de cidades com até 20 mil habitantes e localizados na ASA estão sendo encerrados. A usina de compostagem de Rio Preto teve os seus pátios cobertos, telados e enclausurados a fim de se evitar a proliferação de aves de rapina e urubus.

Em 2017 houve 37 colisões com aves no aeroporto de Rio Preto. Em três ocasiões as aves foram succionadas pelos motores. Os aviões ficaram paralisados por 57 horas. É imprescindível que as empresas, os proprietários rurais e as pessoas sejam cuidadosas e não ofereçam alimentos, de forma indiscriminada, às aves. Assim o risco aviário poderá ser controlado e teremos uma aviação cada vez mais eficiente e segura para milhares de passageiros.

José Mário Ferreira de Andrade, Engenheiro civil e sanitarista; Rio Preto.

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso