Diário da Região

23/02/2018 - 23h35min / Atualizado 23/02/2018 - 23h35min

PSDB

Virgílio desiste de prévias e ataca Alckmin

Divulgação O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio, que chamou Alckmin de
O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio, que chamou Alckmin de "cínico"

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio, desistiu de disputar prévias com o governador paulista Geraldo Alckmin pelo posto de candidato à Presidência pelo PSDB. Para Virgílio, a disputa interna que estava sendo organizada pelo partido, que tem Alckmin como presidente nacional desde dezembro, seria uma "fraude".

O prefeito ainda classificou o governador como um "cínico, dissimulado e raso intelectualmente". "Me recuso a participar de uma fraude, de um simulacro de eleição", disse.A decisão foi tomada na noite de ontem após a executiva nacional tucana definir as regras das prévias. Pela resolução, os interessados em se inscrever nas prévias teriam de ter o apoio declarado de pelo menos 1/5 dos deputados e senadores do PSDB do diretório nacional. "Fizeram uma molecagem", afirmou Virgílio.

O prefeito também discordou da decisão do partido de realizar apenas um debate entre ele e Alckmin. Virgílio defendia ao menos três debates, sendo um deles em São Paulo, Estado governado há mais de sete anos consecutivos por Alckmin. O comunicado oficial às lideranças do PSDB ainda não foi feito.

Virgílio afirmou que não tem "vontade nenhuma" de ajudar na campanha presidencial de Alckmin e não descarta, como consequência das duras críticas, ser expulso da legenda. "Já que não expulsam os ladrões do PSDB, quem sabe não me expulsam?", ironizou. O governador paulista não quis comentar as declarações do prefeito de Manaus.

Aliado de Alckmin, o deputado federal Silvio Torres (PSDB-SP), que integra a executiva tucana, disse que Arthur Virgílio desistiu antes de se inscrever formalmente nas prévias. "Essas críticas ofensivas feitas pele prefeito Arthur Virgílio ao governador mostram que realizar debates com ele seria um desserviço ao partido."

Entendimento

Com a prévia nacional descartada, Alckmin deve trabalhar agora para um entendimento entre os pré-candidatos ao governo paulista a fim de evitar também aqui um pleito interno.

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso