Rússia diz que contraprova confirma dopingÍcone de fechar Fechar

CURLING

Rússia diz que contraprova confirma doping


    • São José do Rio Preto
    • máx min

O Comitê Olímpico da Rússia confirmou nesta terça-feira, 20, que Aleksandr Krushelnitckii, medalhista de bronze na prova de duplas mistas do curling nos Jogos de Inverno de Pyeongchang, teve confirmado o uso da substância proibida meldonium na contraprova do exame antidoping que realizou na Coreia do Sul.

O caso envolvendo o russo, que garantiu lugar no pódio ao lado da sua mulher, Anastasia Bryzgalova, foi revelado na última segunda-feira, quando a Corte Arbitral do Esporte informou que abriu uma investigação relacionada ao atleta enquanto esperava o resultado da contraprova do exame inicial que apontou o uso do medicamento cujo uso se tornou proibido pela Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês) a partir do início de 2016.

Por meio de um comunicado, o Comitê Olímpico da Rússia disse "expressar suas sinceras lamentações" em relação ao incidente, mas enfatizou que Krushelnitsky consumiu meldonium apenas uma vez e destacou que o seu uso seria "absolutamente inútil e ineficaz" se tivesse sido utilizado para melhoria do seu desempenho esportivo.

Mais um escândalo também foi deflagrado com um caso de doping envolvendo um jogador de hóquei no gelo da seleção eslovena, Ziga Jeglic.